Via R�pida

música . espectáculos . anti-critica .



Contactos

�lvaro costa
elvis sandokan
jorge manuel lopes
la peste, rep�rter internacional
miguel quint�o
paulo garcia
ricardo salazar
rui malheiro



Outras Vias

anabela duarte
blind zero
blitz
cody chesnutt
f�rum m�sica
f�rum sons
gregory palast
legendary tiger man
mondo bizarre
new musical express
nirvana
rock's backpages
terceiro anel
xutos


Blogues

a pensar morreu um burro
�gua t�nica e ginger ale
ampola faz pop
anteestreia
automatic stop
aviz
blogacha maria
canal maldito
cinema paraiso
cr�tica lusa
cr�nicas da terra
epiderme
ginjinha
hang the dj
harmonia do barulho
horas perdidas
mar salgado
meliante
music is math
nave dos suspiros
pautas desafinadas
pirilampo m�gico project
ponte sonora
rio ave fc
roda livre
santa ignor�ncia
serendipitous cacophonies
sof� verde
sol da meia noite
trompa
vidro azul
vilacondense
vila do conde quasi di�rio
xway

 


Arquivos

06/01/2003 - 07/01/2003
07/01/2003 - 08/01/2003
08/01/2003 - 09/01/2003
09/01/2003 - 10/01/2003
10/01/2003 - 11/01/2003
11/01/2003 - 12/01/2003
12/01/2003 - 01/01/2004
01/01/2004 - 02/01/2004
02/01/2004 - 03/01/2004
03/01/2004 - 04/01/2004
04/01/2004 - 05/01/2004
05/01/2004 - 06/01/2004
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005




leitor(es) on-line








�ltimas Actualiza��es








Design: Blogfrocks
Suporte: Blogger
Fotografia: Troy Paiva
Coment�rios:HaloScan

 


quinta-feira, fevereiro 26, 2004

 

I AM IN LOVE WITH A STONE: Soube que Joss Stone entrou directamente para o numero 16 da nossa tabela, Aposta ganha e para ganhar ainda mais nos proximos tempos, at� porque na fila est�o mais 2 ou 3 singles; o essencial � perceber que ainda vale a pena apostar em musica nova , ir � luta como alias os responsaveis locais , foram .Sem complexos. Nao fica nada mal reconhecer esse facto como exemplo, que cabe e muito �s editoras ,serem o motor de busca.Se os mails e cultura digital j� permitem alguns milagres , nao � exclusiavemente dessa forma que se consegue abrir brechas, sem as quais a energia dos que divulgam e acreditam � gasta sem sentido e em circulo, leia-se loop....


BANDA VISUAL: vi um pouco do Brand New da MTV Portugal. Estou certo que poder� vir a ser um caso interessante de comunica��o durante 2004.




escrito por alvaro �s 3:56 da manhã
|




 

HISTORINHAS: � uma historia dos tempos que vivemos e um sinal de como o que se est� a projectar a partir dos Bons Rapazes, pode abrir algumas brechas: via e mail soubemos que um dos nossos ouvintes descobriu os The Stills.Como o site da banda canadiana � igualmente uma loja, esse mesmo membro do clube de bons rapazes da antena 3, entrou em contacto via net. A resposta de um dos membros da propria banda, nao se fez esperar e pelo que pude ler , n�o era de facto uma resposta previamente escrita.Tenho uma ideia que a promissora banda, tem ou pode vir a ter distribui�ao nacional. Pelo menos o ultimo single Lola Star and Stripes, tem o selo de uma multinacional norte-americana.Nao fa�o ideia dos planos , se � que existem , para a banda do nosso pa�s. Nem tenho nada a ver. Por um lado nao vendo discos; por outro at� os compro e cada vez em maior numero.Tal como ali�s o Miguel. E nao � apenas por desinteresse de editoras, pelo estado em que se encontra a industria ou porque os nomes em que apostamos , ainda nem sequer terem chegado �s secretarias de quem decide estas coisas.O facto de nomes como os Snow Patrol, Postal Service, Death Cab for Cutie entre outros terem j� o selo do nosso programa � de facto o objectivo , o destino da viagem de radio que fazemos desde o final do ano passado : abrir horizontes, espa�os e ganhar apostas contribuindo para que todos possam ter acesso, o mais directo possivel, ao que se vai fazendo por a�.

BANDA SONORA:esta semana vao escutar Rocket Science com Secret Machines;Snow Patrol; Von Bondies; Stills....




escrito por alvaro �s 3:41 da manhã
|

 



quarta-feira, fevereiro 25, 2004

 

FOMES E FARTURAS � MODA DO PORTO: Estao previstos para a mesma noite, 12 de Mar�o, dois eventos made in Porto: aniversario BZ no Hard Club; noite de gala de Andre Indiana, no Teatro Rivoli, local que merece um post independente, face � sua entrada no circuito de pop cultura. Possivelmente nao vou assistir a nenhum dos espectaculos, j� que devo estar bem longe do pa�s nessa altura, Seja como for , a expressao n�o h� fome que d� em fartura pode aplicar-se com alguma reserva. Mas e pelo menos confirma-se o que tinha lan�ado neste dazibao: fora dos circuitos internacionais; sem promotores locais capazes de unirem
esfor�os para integrar a cidade no circuito e ainda fora do lucrativo circuito veraniego , resta ao Porto criar uma cena interna , alternativa para a cidade e para o resto do pa�s.Nao creio que me tenha enganado muito e aqui e ali esses sinais sao evidentes.Nao exagerando, at� porque nao s�o eventos destes per si, que resolvem o que quer que seja, contribuem e pelo menos para uma atmosfera bem mais positiva e interessante.

BANDA SONORA: os delirios P Funk de um outro Clinton, o George




escrito por alvaro �s 5:58 da tarde
|




 

Prato do dia: o p�s-carnaval: Pois pois. Depois das boas festas que findaram, ap�s Walt Hitler ter deixado o edif�cio, o "payback" n�o se fez esperar.

Wham Bam thank you ma�m! Para hoje:

1 ) T.Rex- Tanx ( edi��o com os singles da �poca..." I move like a cat, charge like a ram, sting like a bee, baby I wanna be your man..." )

2 ) Porto-Manchester no Drag�o.

3 ) Francesinhas.

Brothers and sisters... Rock on, rock on.




escrito por Ricardo Salazar �s 4:52 da tarde
|




 

QUEM V� TV SOFRE MENOS DO QUE NO WC: E por falar em XPTO: andre indiana, paulo pra�a, maze e mais tarde luciano barbosa com henrique amaro ao telefone desde Lisboa.Sinal que o programa conseguiu ocupar um espa�o proprio e com enorme esfor�o cumprir um papel muito importante. Talvez o entendam mais facilmente quando acabar , e o espa�o ,uma vez mais vazio ,nao for preenchido.E sem complexos: compilem a lista, se o conseguirem, de todos os que por ali passaram. Agora que estou bem longe das opera��es diarias e de tudo o que rodeia a produ��o de um programa com estas caracteristicas, estou mais do que � vontade para o dizer.Vai deixar saudades em especial a todos aqueles ( e foram muitos)que ali tiveram , um espa�o televisivo que nao � facil de encontrar....

BANDA SONORA: tenho centenas de discos para ouvir. Que tal a excentricidade bem adulta de Amy Winehouse, uma especie de Norah Jones dos alternativos e das esquizas.....




escrito por alvaro �s 2:43 da manhã
|




 

CD1MH: O titulo pode ser do mais rigoroso sci-fi. Mas � mais simples do que parece.� mais uma iniciativa na Land da Bor.E desta vez em "conluio" com os Maus Habitos. Desta forma entende-se o titulo que reune uma serie de nomes que se vao apresentar ali para os lados da Rua Passos Manuel no Porto entre 4 e 13 de Mar�o. Passem a palavra

BANDA VISUAL: dealema city




escrito por alvaro �s 2:29 da manhã
|




 

REPORTER TRIPEIRO: Estive hoje com o Luciano Barbosa, reporter estrabico e agitador social. Era ele ,a personagem portuense que se tinha deslocado a Los Angeles, como largamente anunciei e de uma forma teatral neste dazibao. Se andou pelos boulevards a empurrar a " vetusta senhora sua mae" � l� com ele. Ali�s a personagem que estava no hall junto ao estudio, nao era a mesma que se cruzava a seguir ao programa com Jose Alberto Carvalho , " de regresso " ao Porto, para onde e nos proximos tempos, alguns servi�os da RTP se vao transferir.Nao � facil, interpretar a ironia social e os comentarios acidos que fazem parte da expressao artistica do colectivo portuense. Como a figura do artista em si. Mas nao se negue a lucidez a frieza e o humor tipo stand up dos comentarios, ali�s muito tripeiros.E fica a noticia: ser� atrav�s do Blitz que o album Euro Vis�o, ser� editado na proxima primavera. Blitz Records? nao: apenas a confirma�ao da alternativa que o jornal est� a constituir para a " crise" ....

BANDA VISUAL: olho o xpto de hoje que nao pude ver live...




escrito por alvaro �s 2:19 da manhã
|




 

OS BONS RAPAZES E AS ESCOLHAS DA SPIN: As escolhas da Spin dividem-se em varios generos: o british rock � um deles: inclui Razorlight, Keane,Snow Patrol, Franz Ferdinand, Hope Of The States, nomes que j� passam regularmente nos Bons Rapazes da Antena 3 e muito antes da lista formada pela revista norte-americana. O que isto quer dizer, � simplesmente que o papel divulgador do programa que apresento com o Miguel Quint�o, est� mais do que garantido, e permite a todos os que se juntam ao clube, a possibilidade de estarem mais perto,ou at� anteciparem tend�ncias do ano, neste caso de 04 e com selo da influente Spin

BANDA SONORA: futebol argentino




escrito por alvaro �s 1:52 da manhã
|




 

LABIOS SCARLETT: Estava � procura das paginas certas da nova edi��o da Spin sobre as apostas 04, quando dei de caras com os labios e s� depois com o rosto.Na pagina 39, uma das minhas favoritas de todas as que t�m sido publicadas. Espantosa a forma como Scarlett Johansson se transfigura a cada imagem que � inlluida em quase todas as revistas de pop cultura editadas entre Janeiro e Mae�o de 2004.E como a Spin indica Lost In Translation � apenas um " aquecimento", para o que est� para chegar nos proximos 2 anos...

BANDA VISUAL: Aluguem Mundo Fantasma. J�




escrito por alvaro �s 1:22 da manhã
|

 



terça-feira, fevereiro 24, 2004

 

DURST IN HOLLYWOOD: Por falar em Durst, cenas como as que vi em Los Angeles em Feb de 2002, contribuiram e muito para a cria��o de uma vibe pesada � volta do energico mas diminutivo lider: em pleno Beverly Hills Center, vejo ao longe uma especie de guarda pretoriana a la Julio Cesar: 4 " torres", em forma��o militar, a toda a velocidade pelo segunda andar fora do magnifico centro comercial, imortalizado pro ex em Scenes From a Mall com Woody Allen e Bette Middler.No meio, quase submergido pela defesa, um bon� vermelho ambulante, j� que a pesoa que o usava mal se se via: era Fred claro e os seus homies numa cena de Hollywood.....

BANDA VISUAL:twilight zone aut�ntica quando vejo 3 doors down, ou os knickelback a rodar. Neste caso, � um facto: a origem cultural ajuda � exposi��o. Fossem eles jugoslavos ou holandeses , a coisa tinha ficado algures entre zagreb e rotterdam. Logo a seguir Britney. Ainda bem.MTV Portugal. 16.13 da tarde( gelida) de carnaval




escrito por alvaro �s 5:14 da tarde
|




 

FRED EL DURST: Est�o a chegar os limpbizkit. Um deles , � mesmo fan da terrinha. Refiro-me ao DJ Lethal, um amigo pessoal da minha correspondente losangelina, ava berman.Mas e apesar das boas rela��es e vibes, a expectativa para o show de abertura de mais uma euro-tour � menor do que os 2 espectaculos anteriores. � aqui que um grupo como o de Fed Durst entra nas "malhas da pop", isto � nas tendencias, fases, momentos e ciclos cada vez mais curtos .Durante alguns anos a estetica nu-metal foi Pop. Nao me admirava que o Atl�ntico enchesse, mas nao me surpreendia que isso nao acontecesse. Seja como for a vida continua mais do que risonha para Durst e para os seus mais do que muitos planos hollywodescos....

BANDA SONORA: remixes para um outro momento da pop . Quando Bobby Brown nao era noticia pelas bezanas, discuss�es e desatinos....




escrito por alvaro �s 5:05 da tarde
|




 

MARINOFUCKING: Vi ontem e por acaso o programa do Ze Marino na SIC Radical. E � bom , muito bom mesmo, ver quem sabe das coisas, falar delas e comunicar sobre elas. H� 10 anos l� teriamos a modelo, o modelo ou o sobrinho prafrentex do primo do director de uma cena qualquer.E ou metaforicamente um man de jeans ao fim de semana e cal�a vermelha com camisola sobre os ombros. Apenas um desejo, apesar de conhecer limita��es, or�amentos( ou falta deles) : melhorem o embrulho, apesar da est�tica street e combativa, tipo dar a volta � pobreza produtiva.

BANDA SONORA: o pasteleira dogg, recomendou-me o Tony Rich Project. Base em Atlanta, proto Outkast , contemporario de TLC e outras cenas com base na cidade de Hot Lanta. Em 1996.




escrito por alvaro �s 4:35 da tarde
|

 



segunda-feira, fevereiro 23, 2004

 

BLOGUEIROS!: Blogueiros: Como tinha anunciado, iriamos voltar a ter espa�os de comunica��o. O ministro da tecnologia , Sr Doutor Engenheiro Rui Malheiro, estruturou este modelo que entra agora em vigor. Creio tambem que ficou claro que nao iremos tolerar ou permitir , que se use este espa�o para ultrapassar as fronteiras e limites que definimos . Nao se trata j� o disse de opini�es, ideias e at� crticas por mais duras que sejam. Mas sim ,de passar a fronteira do pessoal, ou mesmo o abuso deste espa�o para agendas pessoais, quaisquer que elas sejam.Como o disse antes, nunca iria trocar a nossa responsabilidade e " controle editorial" por " audi�ncias", debates geradores de trafego ou mesmo polemicas absurdas e sem sentido.Nesse aspecto estamos algures entre a revista e o blogue tradicional. Lido este comunicado, s� me resta dizer que a comunica��o est� aberta. Usem-na com responsabilidade.

Gracias

Alvaro Costa




escrito por alvaro �s 12:36 da tarde
|




 

MAIS UM PITT: H� mais um Pitt no forno : este chama-se Michael. J� o viram no cinema . Em Hedgwig and The Angry Inch.Mas vao ver mais vezes. Ainda por cima , com uma guitarra na m�o...se pudesse , fazia tudo para o casar com a Scarlett. Criava-se uma linha hollywoodesca da maior qualidade....

BANDA SONORA: ainda Ashanti. Sem incenso. Acabou-se chez moi, � beira Pasteleira City




escrito por alvaro �s 3:49 da manhã
|




 

PASTELEIRA DOGG E DOGG: Pasteleira Dogg, prepara a estreia do canil para muito breve. Bow wow wow

BANDA SONORA: 2.40 da manh�. Frio polar. Vai uma Ashanti?




escrito por alvaro �s 3:40 da manhã
|




 

BATIDOS DE LEITE. BATIDAS LATINAS E A KELLIS: A proposito de Beautiful de Snoop/ Pharrel. A versao instrumental incluida no single , mas qie nao surge no album, indica a variante latina que Williams tem incluido. Nao diria tanto, ma spor ezes parece uma vers�o soft , de tempo menbor e a de rota��es mais baixas do novo single dos N.E.R.D
BANDA VISUAL: vou zappar agora: Iglesias Jr, todo maluko . Gaj�metro ligado . Deve ser dos milkshakes da outra. No charge? u betcha que a Kellis deve ter usado os milkshakes suplentes do video ....




escrito por alvaro �s 3:11 da manhã
|




 

JOGUEM NO LOTO: Os blogues j� servem para o anuncios oficiais. Fomos incluidos na rede criado pelos Loto: 15 Mar�o, � o lan�amento oficial do album The Club. Back to The Discos, o single. Clipe a rodar em breve. Contrato de distribui��o com a Universal, MAS a banda � responsavel pela edi��o. Biba Madba�a. E eu que o diga. Sempre que l� vou, tenho algo para contar....

BANDA SONORA: Snoop com os Dramatics. Grande parelha , momento historico e cruzamento de gera��es genial.Old school.Mesmo!




escrito por alvaro �s 3:05 da manhã
|




 

EUROPA: Pode ler-se na pagina 15 da mais recente edi��o da Musicweek, que a EMI EUROPE vai prosseguir a sua estrat�gia de fortalecimento da musica made in Europe. Para alem de considera�oes que terao menos interesse para os bloguistas, devo resumir o essencial: Portugal est� e segundo a opini�o de Enmmanuel de Buretel representado de duas formas: como pa�s que cria sucessos regionais, exportaveis para outros territorios. O caso dos Reanmonn, citado directamente pelo executivo franc�s. E , at� porque em Londres estive a falar deste caso, e independentemente do que se possa pensar sobre o projecto germanico, constitui uma prova de como � possivel ,lan�ar artistas em tempos muito complexos e dificeis para a industria . Globalmente surgem outros nomes na lista do homem da EMI Europa: como Mariza, citada directamente por de Buretel. Outros nomes que surgem na entrevista sao os dos Phoenix, Royksopp,Lene Marlin e Carla Bruni

BANDA SONORA - VON BONDIES- VON BONDIES- VON BONDIES




escrito por alvaro �s 2:42 da manhã
|

 



domingo, fevereiro 22, 2004

 

ADOLFO PORTUGU�S; FRANC�S DE BRAGA: A proposito de Adolfo Canibal: mais do que ironico, pensar que um dos portugueses que mais se tem destacado em Fran�a e em Paris em particular, estivesse no Porto na noite em que se celebrou presumo o aniversario do Portugal no Cora��o. Como o espectador banal do seculo xxi, sou um zappaholico. O que quer dizer que vejo tudo e nao vejo nada. Conhe�o o programa; j� estive nos bastidores; no estudio e at� assisti de lado a emiss�es a partir do Monte da Virgem . Nao sou critico de televis�o, nao pretendo ser e nao estou interessado em ser. Iniciativas tematicas como a de ontem sao interessantes, espectaculos de natureza televisiva absoluta e no contexto actual significam capacidade produtiva de alguns responsaveis da RTP que at� conhe�o pessoal e profissionalmente. Por isso nada em causa, neste aspecto. Igualmente nada a dizer sobre Romero City ,Malatov e a Marta Milk que ali�s come�ou num programa que produzia o Cinecidade.Mas tudo a dizer sobre alguma da " ideologia" que escorre da celebra��o da diaspora de sucesso, em especial numca cidade que at� conhe�o bem. E sao algumas das cenas que ali se dizem e celebram que reamente d�o vontade de emigrar. Ou ent�o como em tudo o espelho dos outros reflecte diferentemente do nosso. Por isso Canibal nao poderia caber ali, ou ninguem sabe que o arista , advogado e agitador vive, trabalha e funciona em Paris desde o inicio deste seculo.....

BANDA SONORA: The Veils a crescer....e muito. Butler Bernard . anyone?




escrito por alvaro �s 4:32 da tarde
|




 

NA JAULA COM...: Duas noites seguidas a espreitar a juke joint imaginaria criada por Furtado aka, Tiger Man. O espa�o do caf� -concerto Rivoli � perfeito: intimista e confortavel.E j� sabia que o Tigre estava mais assanhado:em geral uma performance mais suada e magica do que o que pude ver num espa�o como o do Teatro Gil Vicente. E um momento de viragem quando o Homem Tigre nitidamente rosnou � audi�ncia em grande parte, ora surpreendida, ora atenta, ora hipnotizada, em confonto com uma minoria estupidamente palradora e basicamente ignorante .Algo que me incomoda pessoalmente , � a falta de respeito, por minimo que seja, pelo que quer que seja.Tambem aqui, e ressalvo o contexto festivaleiro em que as noites de live music Fantas 04 decorrem, h� muito a aprender. Nao foram precisas as medidas de coac��o imaginarias que eu e o Dr Canibal de Braga mesmo ao lado definiamos, mas a interac��o felina do Man, criou o clima perfeito para um final de espectaculo muuto intenso e ainda mais vibrante.

BANDA SONORA. tudo o que vao ouvir esta noite, live , dos Bons Rapazes: stils, scissor sisters, von bondies,snow patrol e o que me vier � cabe�




escrito por alvaro �s 4:20 da tarde
|




 

SE UM VON BONDIE INCOMODA MUITA GENTE; 2 INCOMODAM MAIS O JACK WHITE: Stop Press..Stop Press. Mais um C mon: o dos Von Bondies e mais nenhum

BANDA SONORA: os lados b e c do single ofivial do novo album da sexiest motherfucking...esta � mais pasteleira dogg, a nordeste de Detroit e a sul de Campanh� City: ladies and gentlemen � para o...roj�o. Nao � o que o outro diz? the Von Bondies, the Von Bondies




escrito por alvaro �s 4:04 da tarde
|




 

BIBA PORTUGAL. J� VAIS PARA A MAIA? SALAZAR MORREU.ERA O LOOP DE UM FILOSOFO BORRACHOLA OS MEUS 80S BILCONDILACONDENSES: Imaginemos, e se calhar nao estamos, que determinado artista em determinado momento " exige" o cachet astronomico de 2500 euros. Talvez esteja em Espanha; talvez tenha umas datas disponiveis; talvez lhe apete�a comorar caramelos deste lado, e experimentar a gasolina portuguesa. Sei l�: inventem raz�es.Mas nao atravessa. Razoes do costume: nao o conhe�em deste lado; a editora nem sabe que existe; os promotores da super liga local t�m mais que fazer; os outros hesitam. Nao sabem que media vai apoiar, ou mesmo se o computador da radio est� preparado para colocar o artista ou band anuma rota��o por muito infime que seja. E o publico? pois, esse anda muito excitado com os muitos concertos que por c� surgem e a pensar porque raz�o os Air custam entre 18 e 22 euros numa cidade como Londres e entendam o que vou dizer, os muito venerandos e respeitados Radio Macau exactamente o mesmo e mais uma vez sem ironias , no lindissimo espa�o que se chama Tertulia Castelense , que deveria estar no lado de c� da cidade?Espa�o , recordo que o programa de TV que produzi durante algum tempo, exp�s e que num atmosfera de enorme qualidade visual, organiza uma serie de actividades ali para os lados do Cast�lo da Maia...




escrito por alvaro �s 3:47 da tarde
|




 

PASTELEIRA DOGG E DOGG: J� ouviram falar do Pasteleira Dogg e Dogg? ainda n�o? n�o admira. Apenas ele proprio ouvir dele proprio.Mas j� existe. pelo menos na cabe�a do Dr Frankestein , criador destes Pasteliras todos....

p.s. aguardem news do canil e tambem do rock club do outro.

BANDA SONORA: o melhor c mon do ano nao � dos Lambchop mas o dos Scissor Sisters. Eles sabem , que os outros sabem , que n�s sabemos e que todos sabem que � uma daquelas tangas. Mas enquanto dura, � muito bom. Album do ver�o em pleno inverno




escrito por alvaro �s 3:32 da tarde
|

 



sábado, fevereiro 21, 2004

 

AUTO ESTRADAS; ESTA��ES DE SERVI�O; CALVINISTAS E FANTASONS: Noite longa, entre Coimbra e o Rivoli: Tiger Man a jogar em casa, abrindo para o muito austero Calvin Johnson, uma especie de calvinista da pop cultura, liga��es importantes a Cobain, Riot Girrls e Beat Happening incluidos. Mas o tempo � agora , de um folk soturno, desafinado e nada facil de suportar. Algures entre um vendedor de Biblias e um lenhador de Olympia, perto de Seattle de onde efectivamente surgiram os Nirvana, Johnson pregou o seu evangelho de tons menores , e o humor sardonico e frio que corta como o inverno do Pacifico Noroeste.Confesso que nao fiquei at� ao fim. At� porque queria chegar a tempo de assistir � estreia das noites de musica , acopladas � vigesima quarta edi��o do Fantasporto.Ontem os Stoways. Hoje mesmo Tiger com imagens e um espectaculo anunciado pelo proprio como mais intenso do que o " aquecimento" constituido pelo jogo em casa, efectuado no " Estadio Gil Vicente". Acreditem que o caf� concerto do Rivoli ,agora com a marca 31, um dos pontos obrigatorios da noite do burgo, � mesmo um sitio simpatico para actua�oes e showcases intimistas, que podem ir para alem dos habituais menus de jazz e minorias minoritarias.Gostei de ver o Jose Costa e minino Didi Cardoso. Bom sinal . Signifca que a coisa est� em boas m�os...

BANDA SONORA: mais uma doggadas de Snoop.O gangsta musical Bo$$ Playa e as cenas de stand up habituais no canil do Dogg




escrito por alvaro �s 9:16 da manhã
|




 

PASTELEIRA DOGG: Obrigado Brasil, dizem Snoop e Pharrel ( exacto, esse mesmo; o man do momento; Sua alteza Pop)no finalzinho do muito "bundomatic" Beautiful. O inico � mesmo uma beleza, com um miudo a dizer ao "Esnoop" que tem alguem ao telefone. Fontes bem colocados dizem-me que Snoop anda mesmo muito cientifico a pesquisar a bundologia do Brasiu.Pode ser que o portugu�s que entretanto aprendeu possa servir para alguma coisa...

BANDA SONORA: doggs e bulldoggs.




escrito por alvaro �s 8:34 da manhã
|

 



sexta-feira, fevereiro 20, 2004

 

BYE TOWER, E O ULTIMO QUE FECHE A PORTA: Por c�, � capaz de passar ao lado, mas uma das noticias da semana � mesmo a funda��o da estrutura para um top de downloads. Com a chegada da primeira loja da Apple/ Ipod/ Itunes , a Londres e uma serie de outros Ipods e " lojas digitais", o panorama desolador que pude ver in loco na historica Tower., come�a realmente a fazer sentido.Uma violenta desola��o, para quem como eu se habituou a fazer do espa�o de Picadilly Circus , um templo de pop cultura

BANDA SONORA: viciante, delirante, e muito Detroit : senhoras e senhores fiquem com os Von Bondies




escrito por alvaro �s 6:11 da tarde
|




 

STILLS MAIS DEATH CAB FOR CUTIE.LONDRES 04: Nem me dei ao trabalho completo de olhar para as listas completas de concertos oficiais.Bastaria dizer que separados por escassas centenas de metros, mas em locais historicos, respectivament eo 100 Club e a ULU actuaram em regime de show case delux os Stills e os Death Cab For Cutie.E repito: nem vou olhar para a lista completa, largas dezenas de concertos de todos os generos e feitios, que fazem de Londres, sem quaisquer duvidas, a capital mundial da musica ao vivo. E nao vale a pena perder mais tempo: e a proposito, Josh Rouse vai cumprir as 4 noites made in Spain, na proxima semana.Longe, nao �?...

BANDA SONORA: o psicadelismo experimental dos Modey Lemon, igualmente selo de 2004 e uma da cerca de centensa de discos novos que o Pasteleira City vai ter de pagar....




escrito por alvaro �s 10:48 da manhã
|




 

IF 6 WAS 9 IN 2004: Esque�amos o " gajometro"( evidentemente alto, ao nivel da dimens�o de sex symbol XXI que define Pharrel ) e os contextos biz da coisa e olhemos para o palco em si.Nao seriam necessarias confirma��es de fontes fidedignas, para perceber que a banda em si ainda nao est� completamente" cozida". Mas esse lado meio tribo, meio familia interacial estilo Sly And The Family Stone, Santana Blues Band de 60,Love e at� Hendrix que " visitaram" durante o irrepreensivel set que antecedeu o concerto propriamente dito, � e apesar de tudo , uma das caracteristicas essenciais do happening. Visualmente algures entre uma banda estilo surfista freakomatic e indie ao estilo college americano, os NERD nao deixam de sonoramente ,viajar em multiplas direc��es sem chegar a destino algum.Nao creio que Chad e Pharrel desejam outra coisa para a sua soul de recorte Sci-Fi....

BANDA SONORA: trip longa, mas hipnotica sugeria pelos Hybrid num extenso cd single de 2004. Impressionante a mistura final que pertence aos Orb




escrito por alvaro �s 10:18 da manhã
|




 

N-E-R-D: Todos me perguntam como foi: respondo de uma forma simples. Star Power,Hollywood no Tamisa. Nao � todos os dias que Justin Timberlake se digna surgir num evento desta natureza: mais de 30 minutos acompanhando os N-E-R-D, que por sua vez acompanharam os Black Eyed Peas e Naomi Campbell com Noel Gallagher entre muitos outros nomes, em especial do mundo da moda a participar no evento do ano, ou quase , que Londres apresenta em 2004.Bem visivel , at� pelo estado alterado era a modelo da campanha Armani Mania .E tudo isto na semana dos oscares ingleses; e ainda premios de musica, terminando na influente semana da moda...

BANDA SONORA: ainda � manh�; o sol brilha e os sons orquestrais e " grandes" dos Hybrid definem este momento. Mais do que perfeitamente intitulado: Higher Than a Skyscraper




escrito por alvaro �s 9:57 da manhã
|




 

PHARREL , �S MUITO GRANDE: Nao foi possivel bloggar em Londres. Desloca��es, contactos e a natureza descentralizada da cidade , explicam essa aus�ncia.E Ao ver artigo do Publico de ontem sobre os Brit Awards, tive vontade de explicar que a aus�ncia de Naomi Campbell do palco montado no Earl s Court era bem menos misteriosa do que podem imaginar: a diva preferiu dar ao belo e caro rabinho no palco do Hammersmith Apollo, rodeada por Pharrel e Timberlake. Tal como centenas de outros londrinas na sua maioria de 6 estrelas, estilo como se diz no Porto, " Armani para cima". Em suma , Pharrel � o maior e o verdadeiro L.L. isto � ladies love, e de que maneira o pequeno mas irresistivel mulato de tra�os orientais....

BANDA SONORA: poderia imaginar que estava em 67 a escutar John Martyn ou Donovan. Mas nao : estou em 2004. S�o 8.46. O som brilha e Adam Masterson cria ilus�es auditivas




escrito por alvaro �s 9:47 da manhã
|

 



quarta-feira, fevereiro 18, 2004

 

Ramones Rule the Random Rock Rocket Robots: "Quero Ramones" - disse o jovem elefante inominado a soldo do patrocinio dos televisivos tentaculos. "por piedade, por respeito, por liberdade" - suspirou - "porque, se viver traduz-se em isto, oh maldi��o..."

"Hey ho, lets go... shoot them in the back now...."

No more loud musica no hay banda adios amigos gimme gimme shock treatment




escrito por Ricardo Salazar �s 1:25 da tarde
|




 

Love me Do: Epigrama:

Courtney Love Vs. Melissa Auf Der Maur.... " the servant is the master" ( in wrapped around your finger, Sting )




escrito por Ricardo Salazar �s 1:19 da tarde
|

 



segunda-feira, fevereiro 16, 2004

 

Oh Fernando...I love you!: De volta ao sapato londrino com as varizes dilatadas mas com um sorriso africano.
Novidade: ja saiu para a estrada e lojas afins...Franz Ferdinand!
Oh fernando quanto tempo londres esperou por ti...passamos de Nando�s ( tal e qual churrasqueira tourigalo) para a descoberta de talking heads versao galatica 2004 e alguns meses!

Patrocinio: HMV

Reporter Internacional aka La peste




escrito por alvaro �s 1:51 da tarde
|

 



sábado, fevereiro 14, 2004

 

31: O que resta ent�o e possibilidades de olharem para a cidade onde vivem, caso o caro leitor seja como eu de base portuense? para alem de ler o ultimo artigo de MST no Publico e na hora da verdade, exercerem o direito de voto(municipalmente voto em Vila do Conde, por isso. estou fora do filme....) Possivelmente cenas como a simpatica mas nutritiva programa��o Fantasmusica, criado pelo Rui 31, o mesmo man do bar da Foz com o mesmo nome ,actual manager do caf� concerto do Rivoli e " rocker no armario"( ninguem se lembra dos Prece Oposto, pois n�o? ainda bem .Significa que sao bem mais novos do que eu..)Entre Tiger Man, Stowaways e Jazz, alarga-se e preenchem espa�os vazios de um Festival a entrar no vigesimo quinto ano da sua exist�ncia, ainda a discutir quest�es( enquadramentos, financiamentos etc) que deviam ter sido mais do que resolvidos na "sua inf�ncia" vivida na vampirica zona da pra�a Carlos Alberto.

BANDA VISUAL: vai ser um post, mas o que estou a fazer agora, que as brumas ainda nao levantaram sobre a Foz e os
" escritorios" ainda est�o fechados, � olhar para a MTV como radio, isto � apontar as sequ�ncias, como se as escutasse sem imagens....




escrito por alvaro �s 9:24 da manhã
|




 

Porto under the ground. Nao, nao se trata do Metro e da Tia Micas.: Por falar em concertos, Josh Rouse realiza uma mini tour espanhola entre 26 e 29.Aparentemente a possibilidade , mesmo que remota de uma passagem rapida pelo Porto, nao se confirma.A 1 de Mar�o est� em Londres, o que significa que a acontecer, seria durante a semana anterior a 26, dia em que actua no El Sol de Madrid.Existe culto, aqui e ali passagem de radio, mas nao chega.Alias e nesta altura no que diz respeito a concertos e showcases , destas caracteristicas nada chega:e j� nem opto por olhar para a semana que a� vem ,made in London. A quest�o � saber porque os nomes que estao a surgir por Espanha, nao cruzam a fronteira, como o faziam, ou at� como iniciavam as suas tours por estas bandas.Desinteresse do publico? falta de salas entre ,por exemplo o Rivoli e o Coliseu no caso do Porto? pre�o de bilhetes?interesse dos sponsors na maior visiblidade dos mega concertos?inexist�ncia destes na cidade, h� muito riscada desta zona ?incapacidade dos promotores locais em juntarem os trapinhos e perceberam quais s�o os seus pontos comuns de interesse? sao quest�es recurrentes a que o tempo vai dando resposta com um redondo SIM a tudo.No meu caso, ainda vou saindo de vez em quando e poder� nao estar longe outra experiencia a " sul de Marrakech", mas o panorama nao � cinzento: � mesmo negro.Porto under muito ground

BANDA VISUAL: " Radio MTV". Eu depois explico.




escrito por alvaro �s 9:06 da manhã
|

 



sexta-feira, fevereiro 13, 2004

 

MUITOS CONCERTOS E PARA TODOS OS GOSTOS NO PORTO: Ainda o " escritorio". E uma conversa , nada e directamente a ver com o biz, mas e apenas reveladora do estado de coisas. Uma refer�ncia entusiastica � passagem de Vinnie Reilly e da Durutti Column pelo nosso pa�s e pelo Porto em particular. Talvez surpreendido pela minha evidente falta de entusiasmo, pelo menos ao mesmo nivel, do que o demonstrado pelo meu interlocutor, expliquei as razoes para contextualizar a reac��o: poderia come�ar por dizer que os vi em Londres em 1982 no celebre Venue, ali para os lados de Victoria Station. Nada de especial, neste facto. Tambem vi os Boston em 1979, os ZZ TOP em 1980, os Birthday Party no mesmo ano e so on...Nada contra este regresso em 2004. A questao , para uma cidade do Porto deve ser esta : onde estao os outros nomes ? e as alternativas? e nomes actuais ? e os concertos? Desde o inicio do ano que a nivel internacional passaram por c�, o David Byrne em Maio ....e vieram os HIM. E que tal o Elvis nao o Sandokan mas o sr Krall em Maio? e que o h� mais para o Porto, nas agendas? porque nao os Lamb? estes pelo menos j� conhecem os Hoteis da cidade.

BANDA SONORA: ainda virtual: aguardo a chegada de Lost In Translation at� segunda-feira.




escrito por alvaro �s 10:13 da tarde
|




 

ONDE, NAO, EST� O PHARREL?: Por falar em Londres,se puder blogar logo a seguir ao showcase,ser�o os primeiros a saber noticias sobre a historica actua��o dos N.E.R.D. de Pharrel e Co. O via rapida vai ser representado pelo doutor engenheiro alvaro costa, presidente do conselho do referido blog. � no Brixton Academy. Aguardam-se surpresas

BANDA SONORA: regresso � East Side Story de Roby Rosa




escrito por alvaro �s 9:41 da tarde
|




 

SEGREDOS E CONSPIRA��ES: Um fim de tarde num dos " escritorios " da Foz. Bastaria ver ao longe Baia, Carlos Alberto e Maniche , para ficar contente, mas a lomga conversa com Saul Davies, regressado de 5 intensas semanas londrinas , seria mais do que suficiente. E como � bom saber que traz noticias interessantes que por ora continuam no maior segredo dos Deuses. E alterando um pouco o que Plant dizia , ser� que alguem ainda se lembra da palavra segredo ,em especial no pa�s do vamos, estamos a pensar e dos planos?

BANDA SONORA: a fantastica colec��o de can��es que embrulha Mona Lisa Smile




escrito por alvaro �s 9:38 da tarde
|




 

MAD LOVE: Em breve o ministro da comunica��o e tecnologia ,ir� providenciar o regresso do subbloguismo comentaDo. Creio que ficaram claras as raz�es para a tomada de posi��o perfeitamente legitima,que a direc��o deste espa�o tomou.Sem mais explica��es, apelamos a que as entendam. Nao vou pessoalmente fazer disso nem um problema nem uma oportunidade, mas ficou claro que nao permitimos que este espa�o de comunica��o se transforme num WC pessoal.

BANDA SONORA:ainda Mad Love de Robi Rosa




escrito por alvaro �s 9:31 da tarde
|




 

PAO E ROSAS: Dear Beloved. Bloguemos.
O que Baudelaire, Menudo, Miles Davis, Ricky Martin, La Vida Loca , o lendario Van Dyke Parks e Vinnie Collaiuta, t~em em comum? para j� 3 nomes: Robi Draco Rosa

BANDA SONORA: Mad Love de Robi Draco Rosa




escrito por alvaro �s 9:27 da tarde
|




 

Cult Heroes # Tiny Tim : Existem performers que as massas esqueceram mas que, pela sua originalidade, s�o fen�menos de culto capazes de despertar paix�es avassaladoras. Uma das minhas � Tiny Tim.

Tiny Tim, de seu nome Herbert Khaury, nasceu em quatro datas poss�veis a escolher entre 12 de Abril de 1933, 1932, 1930 ou at� mesmo em 1926, de pai liban�s e m�e judia, em Nova Iorque. De semelhan�as f�sicas com esse outro grande personagem de seu nome Pee Wee Herman, Tiny Tim foi um verdadeiro pioneiro musical.

Grande apreciador da tradi��o musical americana, onde se referem escritores do Tin Pan Alley e os int�rpretes do burlesco, tendo aprendido desde muito novo a tocar guitarra e o seu instrumento de elei��o pelo qual ficou notoriamente conhecido: o ukelele.

Os primeiros concertos, sob o pseud�nimo de Larry Love, come�aram durante os anos 50, tocando em todo o tipo de eventos: casamentos, baptizados, concursos de talentos, etc, tendo ocorrido o primeiro, segundo a lenda, num bar para l�sbicas chamado Page 3.

A sua reputa��o foi crescendo durante os anos 60, ganhando notoriedade entre beatnicks no bo�mio Greenwich Village, ao incorporar vers�es de cl�ssicos da �poca com m�sicas do vaudeville, com o seu ukelele e falsette caracter�stico.

Adoptando o alias de Tiny Tim ( segundo uns por causa da personagem de Dickens no Conto de Natal, outros sustentam que foi devido a um manager habituado a trabalhar com an�es ) come�ou a aparecer nos programas de Johnny Carson e de Ed Sullivan.

Terrivelmente exc�ntrico, obcecado com a higiene pessoal e de estatura elevada ( em contradi��o com o nome ), era um valor seguro em per�odo de Are You Experienced ? e de Freak Out. Deste modo a Reprise ( editora de Sinatra, distribu�da pela Warner ) contratou Tim e lan�ou o seu primeiro �lbum: God Bless Tiny Tim, em 1968.

Um verdadeiro marco musical. Metade dos temas s�o vers�es de cl�ssicos como �Fill Your Heart With Love� ( mais tarde recuperado por Bowie em Hunky Dory ), outra � composta por temas du jour como �I Got You Babe, onde Tiny Tim faz, simultaneamente, as vozes de Sonny e de Cher.

No meio existem bizarrices normais em per�odo hippie e o tema que se transformou pela sua can��o t�tulo: �Tip Toe Thru the Tulips�, um sucesso imediato, sendo Tiny Tim uma das maiores estrelas americanas da altura.

Seguiram-se "Tiny Tim�s Second Album" e um �lbum de m�sicas para crian�as chamado "To All My Little Friends" ( ambos de 1969 ).

Em 17 de Dezembro de 1969, Tiny Tim consegui um dos maiores feitos da hist�ria televisiva: casar em directo no programa de Johnny Carson, com a sua noiva de 17 anos: Victoria Budinger ( conhecida como Miss Vicky, dado Tim ser um gentlemen � maneira dos anos 20, tal como Jack White ).

O casal teve uma filha, Tulip, vivendo em locais separados, divorciando-se ao fim de oito anos.

Depois do casamento, Tiny Tim teve a sua dose de concertos lucrativos em Las Vegas, tendo sido �depenado� pelos seus managers que se aproveitaram da sua ingenuidade, deixando-o quase na mis�ria. Durante os anos 70 a Am�rica esqueceu-se de Tiny Tim, fazendo com que ele s� regressasse em 1980. Em 1984 casou com Miss Jan, mas o casamento apenas durou um m�s. Tiny Tim juntou-se ent�o a um circo por 36 semanas.

Casou mais tarde com Miss Sue e, ap�s participa��es em programas de Howard Stern e de Conan O�Brien, recome�aram os pedidos para concertos. Em Setembro de 1996 sofreu um ataque de cora��o enquanto tocava num festival de Ukelele. Ap�s ter recebido alta voltou aos concertos, falecendo em 30 de Novembro desse mesmo ano, em Minneapolis, enquanto tocava �Tip Toe Thru The Tulips�. Cora��o, naturalmente...




escrito por Ricardo Salazar �s 7:06 da tarde
|

 



quarta-feira, fevereiro 11, 2004

 

O complexo Holywood vs Hampstead: O nosso amigo amarelo, com cabelo amarelo , pele amarela e unheca amarela nao se sente inferior.Chris Martin deixou Hampstead e acredita finalmente na sobrevaloriza�ao das estrelas e no consequente apoio de muleta!
�Ja nao receio o backstage, a area vip,agora ja posso bater papo com o Noel,Thom Yorke e o Richard Ashcroft.Todos rapazolas que escreveram grandes musicas como eu! Ja nao tenho medo do escuro...consigo controlar a esporula��o nocturna...e sabem que mais?!? Fair trade para todos!�

Patrocinio: UHU Stic

Reporter internacional aka La Peste




escrito por alvaro �s 7:51 da tarde
|




 

Hips, tits, lips... Power ! : O oceano atl�ntico � a dist�ncia m�nima que separa o nosso pa�s dos E.U. da A. Mas, hoje n�o falamos de quest�es econ�micas, militares, da influ�ncia e do protagonismo de cada um no rumo das decis�es mundiais, nem de como uns decidem e outros obedecem ( provas da exist�ncia de armas qu�micas, anyone ? ).

O exemplo a tomar em an�lise �:

seio da Janet Jackson, na final da Superbowl.

Factos e consequ�ncias. O que teria acontecido se.... tal tivesse ocorrido, por mera hip�tese acad�mica e a t�tulo metaf�rico*, no Jamor aquando da final da ta�a de Portugal, com a �gata, ou com a Dina ou com a Maria Armanda ( int�rprete inolvid�vel de �eu vi um sapo� ) ?

Bem, na minha opini�o, acredito que n�o seria um espect�culo bonito de se ver ( as equipas est�o sempre cansadas no final de �poca ), mas a diferen�a com as transmiss�es americanas � que as consequ�ncias bem poderiam n�o ser muito longe das seguintes:

1 ) As televis�es, em vez de suspenderem por momentos a transmiss�o apresentando as desculpas poss�veis, j� n�o transmitiriam a segunda parte, repetindo � de v�rios �ngulos � o seio desnudo;

2 ) no dia a seguir, todos os media iriam trazer a sua vers�o da est�ria incluindo entrevistas com o seio, com os familiares, com os vizinhos da dona do seio, com a professora prim�ria da cantora, an�lises de cirurgi�es pl�sticos questionados ap�s o visionamento das imagens ( j� repetidas mais de sete vezes por minuto ) sobre �o que fariam naquela situa��o�, etc.

3 ) No domingo, o prof. Marcelo ( analista pol�tico, comentador desportivo, concorrente eleitoral na reserva, professor universit�rio e chefe de um departamento de marketing de editores livreiros ) provavelmente diria que j� viu melhores mas a culpa era da oposi��o ao actual governo. Santana perguntava: �j� reparou que os seios lisboetas est�o mais bonitos ?� � com placards publicit�rios pagos pelos contribuintes;

4 ) J. Loureiro acusava Pimenta M***** que acusava por sua vez L. F. Vieira que acusava P. da Costa que acusava a Liga, o que levava o Major a desvalorizar as imagens porque �o seio at� era pequeno e estava a ser empolado�. D*** da Cunha acusava o Minist�rio da Administra��o interna de baixar as cal�as � mostragem do seio, ao que ningu�m ligava.

5 ) A performer limitava-se a participar no pr�ximo Big Brother e a vender entrevistas;

6 ) Lili C******, furiosa com a popularidade conseguida pela cantora, mostra os dois seios no Columbo. Resultado: � presa, por ofensas � integridade f�sica. Castelo Branco faz uma opera��o.


Bem, j� chega....



* cuidados jur?dicos, assim como a semelhan?a dos factos supra narrados com a realidade ? pura coincid?ncia.




escrito por Ricardo Salazar �s 2:57 da tarde
|

 



terça-feira, fevereiro 10, 2004

 

Flashback to the Future : Facto # 12 Velvet Underground & Nico em vinil do irm�o do Filipe �s 4 h 00 da manh�, numa noite que era suposto ser de estudo.

Facto # 11 Empr�stimos de discos com o Pedro, no liceu: Cure � Standing on a Beach por Smiths � The World Won�t Listen;

Facto # 10 Compra do primeiro cd � o meu Pai ofereceu-me o 1969 Live dos Velvet Underground;

Facto # 9 Vandoma com o Gustavo, cassetes a 200 escudos com o universo gravado: Julian Cope e Hugo Largo;

Facto # 8 Troca de discos com o Ferro: Einsturzende Neubauten e Neil Young.

Facto # 7 Come�ar a vender discos na Tubitek: o profundo obrigado ao Sr. Vitor Silva, pela confian�a e pela �loucura� da sua aposta em mim.

Facto # 6 O enorme Rui Kid. Um g�nio que, por acaso e vontade pr�pria, optou por partilhar discos com as pessoas. O tio Z�zito, o maior f� de David Bowie deste lado da cortina de ferro, e um homem de fino trato e cuidado requinte.

Facto # 5 Lu�s, Nuno e Jorge. Fazer barulho numa banda. Vers�es de Jumping Jack Flash. Real Cool Time.

Facto # 4 A transfer�ncia para a Jo-jo�s. Artur Ribeiro e o esfor�o de uma vis�o dez anos � frente da sua concorr�ncia. O Paulo, um homem que tem metade da Jo-jo�s ( especialmente a do velho centro comercial ) no cora��o. O Filipe, detentor de um sentido de humor �nico e uma intelig�ncia �mpar ( meia p�gina de internet ).

Facto # 3 Trabalhar no Zona N, na NTV. C�sar Couto, pr�-MTV, informa��o e conhecimento da mat�ria de canal regional para o mundo.

Facto # 2 Vender discos dois anos ap�s a �ltima vez ( a primeira em euros ), numa feira de discos em Lisboa. Sol de Setembro em Lisboa, ao som de Blank Generation. Chegar ao quarto de hotel e sentir o passado perto.

Facto # 1 �Por discos� em festas orgi�sticas com o grande Edu ( sonic warrior number one ). �Rock �n �Roll Lotta soul he said�....

Facto # 0 Acordar hoje ao lado da Sara com a Vox a passar �Heroes� em vers�o live no Stage. Olhar ao espelho enquanto coloco a gravata e penso no julgamento nas Varas C�veis.

Hey Hey, My My...





escrito por Ricardo Salazar �s 5:51 da tarde
|

 



segunda-feira, fevereiro 09, 2004

 

Talk About.... Pop Music: Os Lambchop s�o um erro comercial. S�o contra as regras de toda a m�sica Pop. Recorde-se que nenhuma associa��o de malfeitores tem por quest�es darwinistas de partilha de saque, mais do que cinco membros.

O pior � que come�am a deixar descend�ncia - vide Polyphonic Spree. Falo dos Lambchop, pois a saga continua e, depois do regresso do Rei ( "Nixon" ) e do imp�rio contra-ataca com suavidade ( "Is a Woman" ), chega-nos o Use Your Illusion da banda que voltou a por Nashville no mapa.

N�o � um, mas sim dois �lbuns ( que nos dizem ser diferentes, mas que s� s�o vendidos em conjunto ). Um bocado como os Outkast. Tem as cordas flutuantes, tem a toada Curtis Mayfield, tem o sonambulismo cool, tem todo um universo pr�prio que os Lambchop v�m criando desde o j� long�nquo "Jack�s Tulips" ( meu favorito ).

No in�cio via a banda de Kurt Wagner como uma esp�cie de Tindersticks americanos. Ah, se todos os meus erros fossem t�o simples.... Hoje, vejo que os Lambchop conseguiram evoluir muito mais do que os rapazes de Stuart Staples - no entanto partilhando de influ�ncias e viragens de direc��o comuns - a blue-eyed soul, por exemplo.

Estes g�meos siameses necessitam de tempo. Gosta-se logo. No entanto, somos levados pelos momentos a aprender estas can��es. A voz de Kurt Wagner est� mais grave, longe vai o falsetto de discos passados - ou�am "Low Ambition". Os instrumentais s�o, por sua vez, numerosos e os arranjos est�o perto de Brian Wilson / Van Dyke Parks filtrados pelos High Lamas.

Existe um tema como "Nothing Adventurous Please" a lembrar Lou Reed, via Yo La Tengo (com quem, actualmente, muitas semelhan�as t�m os Lambchop ).


"Awcmon" e o seu cort�s companheiro "Noyoucmon", recordam lan�amentos de �ndole semelhante, para o melhor e para o pior, como:

- Tom Waits - Alice / Blood Money;
- Bruce Springsten - Lucky Town / ( n�o me recordo do nome );
- Guns�n�Roses - Use Your Illusion Vol. 1 e 2;
- Radiohead - Kid A / Amnesiac;


Ah, estas cordas lembram-me, por vezes, o amanhecer num filme da disney... Onde tudo est� bem mas, de repente: "Corre, coelhinho, corre !!!!"

"Awcmon"

1. Being Tyler
2. Four Pounds in Two Days
3. Steve Mcqueen
4. The Lone Official
5. Something�s going on
6. Nothing but a Blur From a Bullet Train
7. Each Time I Bring It Up It Seems To bring You Down
8. Timothy B. Schmidt
9. Women Help To Create The Kind Of Men They Despise
10. I Hate Candy
11. Haven�t Heard A Word I�ve Said
12. Action Figure

"Noyoucmon"

1. Sunrise
2. Low Ambition
3. There�s Still Time
4. Nothing Adventurous Please
5. The Problem
6. Shang a Dang Dang
7. About My Lighter
8. Under a Dream of a Lie
9. Jan. 24
10. The Gusher
11. Listen
12. The Producer

City Slang 2 004.

P. S: Sobre o "falar sobre a m�sica pop" gostava de dar aos parab�ns a quem conseguiu, com os seus coment�rios que muito recordam o proverbial rosnar de c�o perante a passagem da caravana, dificultar - mas n�o impedir, refira-se - a livre, consciente e digna troca de opini�es neste blog. A esse animal, o meu fardo de palha.




escrito por Ricardo Salazar �s 5:38 da tarde
|

 



domingo, fevereiro 08, 2004

 

RTP '77: Sexta feira passada, n�o pude deixar de me surpreender com a op��o "punk" da RTP 1. Sex Pistols no ser�o das fam�lias portuguesas... Hmmm... Gostei... Imagens coloridas, imagens descoloridas, improp�rios sem "bip p�dico" por cima, tradu��o � letra (pouparam-nos do "vai bugiar!"), drogas, sexo enfim... programa��o sem tabus...
Ser� que somos o primeiro pa�s na europa a ter um Ministro da TV que j� foi punk?




escrito por Elvis �s 10:57 da tarde
|




 

I AM LOVING IT: Ainda a proposito de Timberlake: uma das caracteristicas de certa imprensa cultural, � olhar para o artista X e comparar consciente ou inconscientemente com o Y.Ou ent�o o Timbaland que trabalha com o Beck torna este genial; e o mesmo Timbaland que trabalha com Justin � apenas um mercenario.Ou ent�o quando se descobre que o tema base de Anjos de Charlie , foi escrito por Beck, o caso muda de figura e afinal a rainha trash , at� vai l� chegar um dia.Claro que Timberlake nao � Rufus nem Beck. E digo, ainda bem.Mas o que se deve olhar � para a carreira a solo de outros posters semelhantes, para as dificuldades de transi��o de um idolo teen para uma area mais adulta e claro escutar o album em especial os momentos em que se notam futuras e excitantes direc��es, como o single extra ( i am loving it) o demonstra claramente Disse e repito, escutar o album que � algo que nem todos fazem, partindo de pr�-conceitos que o idolo Michael, George j� tinha pelo menos lan�ado desde Londres em 1990.I am loving it, nao tenham duvidas...

BANDA VISUAL: momentos de Live , o novo DVD de Justin Timberlake




escrito por alvaro �s 4:53 da tarde
|




 

BOLAS DE CRISTAL E MAGIA BRANCA: Em rela��o ao post antecipativo das actua��es de Abrunhosa, no local onde e recordo se , se apresentou por 4 vezes,em Dezembro de 1994, basta comprarem o JN de hoje e lerem a cronica de Rui Branco, que presumo , � ainda o editor de cultura do diario portuense, ainda portuense, ou classicamente portuense. Pelo menos por agora.O essencial � que Branco confirma tudo o que antecipei. A diferen�a � que o escrevi um dia antes , o editor do JN se deslocou ao local e viu o que eu tinha " visto" e antecipei sem receios.E como ele , lamento que o talento seja esmagado pela corte, pelos que dizem que sim a tudo e pela tend�ncia para o cinemascope, quando as" cores sao mais brilhantes", isto � quando os momentos sao razoaveis e logo a lucidz dos tempos mais austeros se perde imediatamente. Ali�s passei uma boa parte da tarde de ontem com alguem mais ou menos ligado ao evento . O que isto significa � que nada do que � emitido neste espa�o � baseado em delirios, inven��es ou meros exercicios de retorica editorial.Mais : , a conversa que mantive num aprazivel local do Grande Porto, nao se reflecte no post anterior nem neste.E poderia faz�lo e como a proposito do inquerito parlamentar britanico, "apimentar" tudo e fazermos um filme giro e divertido. Mas nao � necessario. Como nao � necessario re-lembrar que j� em 1994 o Brasil era ali ao lado e que as varias digress�es ,fossem elas pela internet, dvd , ou mesmo algures entre Cangonhas e o Internacional do Rio, e pelo menos as que me eram enviadas por carta e mais tarde por e-mail, tinham servido para alguma coisa. Parece que 10 anos depois � que �: h� quem conhe�a muito bem aquele mercado; tenha at� responsabilidades e influ�ncias que � boa( leia-se m� maneira portuguesa) foram ignoradas ou esquecidas no processo , e que me diga que n�o � desta , nem ser� em nenhuma. Talvez se cantar em ingl�s.Como h� 10 anos, os programas que foram enviados pelos meus produtores brit�nicos, foram recusados porque nao os entendiam na minha e vossa lingua natal.Mas na terrinha entendemos as Lukas e os Leonardos todos que aqui aparecem.Ora bolas: ser� por isso que destacada figura da industria discografica que domina perfeitamente o portugu�s classico, at� usa o ingl�s para se fazer compreender em terras de Lenine?

BANDA VISUAL : Timberlake live in London.Espectaculo que prova todo o potencial do artista em 2003. Um ano depois � evidente o salto e o aumento exponencial de confian�a. Quo Vadis, Justin de Memphis?




escrito por alvaro �s 4:36 da tarde
|




 

COMUNICADO: Ainda esta tarde, o enorme MQ 3, me referia um dos nossos momentos de comunica��o mais " eternos": a visita alucinada de Dave Grohl , live e sem rede aos estudios da Antena 3 , para se tornar numa especie de Quarto Duque.Uma das cenas base, foi a resposta � febre internautica da epoca: que a net poderia ser uma especie de WC dos indigentes mentais, papel onde toda a merda ,melhor ou pior cheirosa, era atirada � parede, para depois alguem ter que a limpar.Tudo isto vem a proposito de uma decisao que tomamos hoje: e regresso a um comment anterior , em que alguem dizia entender, perceber e nao ter duvidas que este espa�o foi criado pelo seu autor e equipa por diversao, e desejo de comunicar e partilhar historinhas, experiencias e peda�os de comunica��o/ informa��o que nao cabem noutros media que alguns dos profissionais deste blog utilizam nas suas vidas, estas sim profissionais. O impacto que este blog tem tido, � para n�s e para mim em particular uma surpresa. Os numeros consistentes e o numero 1 diario na sua categoria, ainda mais.O que nao quer dizer que os principios base, se alterem. O comment do " leitor" ia nesse sentido: a participa��o em massa era um bonus , uma forma simpatica de abrir horizontes , de inclusao e nada mais. O viarapida.blogspot.com, nao foi feito para opinioes positivas ou negativas; guerras ou guerrinhas; pensamentos mais ou menos felizes, mais ou menos inteligentes.Uma grande parte dos seus autores sao guerreiros de muitas batalhas mediaticas: nao se iludem com elogios; nao tremem com criticas.E muito menos perdem um segundo que seja com qualquer tolo ,que viesse aqui , debitar a sua bilis, frustra��es , ou problemas sexuais. Para isso existem especialistas da materia.Nao foi o comentario de um tal de Morgado,( que entre outras makakadas me chamou de presun�oso de meia tigela e nao sei que mais...man: j� me chamaram bem pior... )que me levaria a dignificar, com uma resposta que seja, o adiantado mental do seu autor. Alias nao conhe�o melhor indignidade ,do que nem sequer perder um segundo com alarvidade ou respostas a quem merece o total e absoluto silencio.O que se tornou a gota que fez transbordar um copo j� cheio,foi o aparentemente inocente comentario de um outro sujeito sobre um assunto pessoal, perfeitamente inoquo resolvido , explicado e contextualizado varias vezes , ao proprio, que alias conhe�o h� mais de 15 anos,mas que deixado circular e sem controle � nascen�a se torna num inc�ndio sem p�s na cabe�a ,neste admiravel mundo novo.Nem vou comentar o" bom gosto "de um assunto normalissimo ser colocado neste contexto O que tinha a dizer a essa pessoa , j� lhe foi dito e imediatamente.Sem margem para duvidas. E vou ter a eleg�ncia de nem voltar mais, a um assunto que nao me merece mais do que a reac��o imediata que tive ,e pelos canais certos e proprios.O que posso dizer � que em caso algum iriamos tolerar fosse o que fosse que pudesse indiciar o que eu e o proprio MQ e o RM antecipavamos: a total e completa confusao de valores, a inexist�ncia de fronteiras entre a opini�o , e a expressao ou a pura e absoluta e cobarde utiliza�ao de um espa�o publico e responsavel ,para o que quer que seja que algum tarado decida achar por bem e " exigir" respostas publicas a quaisquer delirios que possam ser,atirados para o ar, para o lado, para cima ou para baixo.Tal como Grohl, temos tambem uma rela�ao love-hate, nao com o media em si, mas com a utiliza�ao que lhe � dada. Mas na nossa -"casa" blogue mandamos n�s. E mandamos mais ainda no WC seja mental, "blogal" ou pessoal ..E isso , nao � comprado bem vendido. E muito menos passa por page views, maior ou menor trafego, aumento ou diminui��o de audi�ncias .Passa apenas pela consci�ncia dos nomes que vao continuar o seu trabalho at� ao dia em que esta ou outras aventuras profissionais sejam encerradas. At� l�, custe o que custar e a quem custar, cabe a este team e ao seu fundador, definir as regras, agradem ou nao a quem quer que seja que venha por bem ou por mal.

Por isso e a partir de agora � criado um e mail , para o qual devem enviar os comments, como numa revista ou jornal.Como � obvio e evidente a publica��o nao tem a ver com os elogios ou criticas, opinioes positivas ou negativas sejam l� qual forem, r desde que consideradas por n�s legitimas.Noutros casos poder� haver respostas individuais ao cargo de cada um dos membros do nucleo duro.Entramos assim numa nova fase, mais directa e objectiva rumo a uma ideia e modelo de business que esperamos se concretize.Lamentamos o filtro, mas nao existe outra via: mais lenta, mas mais justa e honesta para todos.

Alvaro Costa e bloguistas unidos .




escrito por alvaro �s 3:11 da manhã
|

 



sábado, fevereiro 07, 2004

 

Assim como quem chega de mansinho...: As r�dios portuguesas t�m sido tema de excitantes debates, ou intens�es de debate, que normalmente resultam em cad�veres prolixos e inconsequentes. Estes debates s�o, normalmente, sempre compostos pelo mesmo quadro de opinadores (ao melhor estilo dos programas de talk show televisivo, em que as figuras populares giram de programa em programam: "eu vou ao teu programa e depois vens ao meu...) e tendem mais a abordar a cota percentual (time costs money, therefore radio's time's money...) do que pelas caracter�sticas genu�nas e audi�filas dos seus...realizadores (?)... animadores (?).

Nesta primeira participa��o na Via R�pida, decidi escrever para a r�dio. E n�o queria deixar de evocar o excelente, e merit�rio trabalho das r�dios n�o percentuais. Aquelas que trabalham porque os seus colaboradores escutam a m�sica que passam, gostam da m�sica que passam e escolhem a m�sica que passam. Deste universo FM, cada vez mais microc�smico, gostar�a de destacar as R�dios Universit�rias, sem esquecer todas as outras. Dos projectos de R�dios Universit�rias existentes, gostaria de dirigir uma palavra particular de reconhecimento RUC R�dio Universidade de Coimbra , RUM - R�dio Universit�ria do Minho e RUBI - R�dio Universit�ria da Beira Interior. Nestas r�dios, aundi�filos, como n�s, dedicam o seu tempo a difundir m�sica sem (de)press�es nem percentagens, sem play nem replay lists. Programas como o "Santos da Casa" da RUC (falo desta porque � a que conhe�o mais de perto...), em que Fausto Silva e Nuno �vila, continuam a miss�o, com mais de 10 anos, de divulgar a m�sica feita em Portugal (foram os organizadores das primeiras mostras de m?sica moderna portuguesa que assisti, nos finais dos anos 80 e que, em larga medida, s�o respons�veis pela paix�o que faz com que eu mesmo e muitos m�sicos de Coimbra,com quem trabalho, continuem na m�sica) a par do esfor�o e dedica��o de outros elementos lend�rios, como o Jos� Braga, o Hugo Ferreira, o Avelino Am�rico e muitos outros. O mesmo tem sucedido nas outras R�dios Universit�rias, tal como na RUM, pelo Jos� Alves ou pelo Vitor Pinto; ou na RUBI pela empenhada L�cia Nunes. E por todos os outros, de quem que n�o conhe�o o nome, mas conhe�o o trabalho not�vel que desenvolvem... E conseguem faz�-lo, gostando de o fazer... Talvez os pain�is de debate devessem ser alargados para estes agentes... Aqui fica a minha sincera homenagem �s r�dios n�o percentuais, que na pessoa dos nomes que referi, se estende a todos os outros.

Uma �ltima palavra para o homem da r�dio que me convidou para a Via R�pida, o meu caro �lvaro Coast 2 Costa, um verdadeiro rocker do �ter.

Espero que a o tamanho do texto tenha o perd�o que um caloiro merece. No pr�ximo, serei mais e melhor contido.

Love&Rock




escrito por Elvis �s 10:47 da tarde
|




 

HIPER MERCADO APRESENTA O TOP DOS CHOURI�OS, PRESUNTOS E DISCOS: Antes de bazar para o "escritorio" secundario com assento em Matosinhos Sul, uma experiencia interessante: passei ontem num desses hipermercados com discos.Procura habitual dos mid prices e tangas similares. Num canto reparei numa espeie de tope, onde estavam entre outros os Air, Black Eyed Peas, o antigo frequentador do Caf� Corcel Rui Veloso e a menina Eva Nescense.Mas o mais interessante, nao era de facto a ecletica lista. fosse esta ou outra qualquer.Mais tarde, e j� depois de ter levado com a gritaria, esta feminina e em brasil�s da minha profe , ali�s simpatica....de spin bike, resolvi olhar o Publico. � sexta, gosto do humor do Y...melhor e desculpem, do suplemento das Produ��es Ficticias, ainda por cima com o selo do meu querido amigo Daniel Deusdado.Na pagina de media ,por onde habitualmente come�o, l� encontrei uma tabela dos mais vendidos. Resta dizer quantos e o que significa no top nacional estar em quarto ou quinto, mas adiante. E nao � que a lista oficial ,era praticamente a mesma do referido Hiper? a quest�o coloca-se: � o top dos hiper? ou o manager do mesmo , sabia de antem�o a lista semanal e profissionalmente, entre os chouri�os, e os iogurtes , l� colocou a tabela? ou e juntando as duas partes, nao ser� que a partir de agora devem ir aos hiper-mercados para terem acesso ao tope luso , realmente e infelizmente, pouca coisa, de tal modo os numeros sao modestos, para nao dizer algo lexicamente mais nutrido.....

ANDA SONORA: vai ser o primeiro album dos New Order que comprei a 6 euros., at� Matosinhos City Sul




escrito por alvaro �s 9:47 da manhã
|




 

INHA E PAULO BISMARCK: REMEDIO SANTO: A proposito desta mini tour portuense de Abrunhosa , uma vez mais real�ar o super competente_ raro entre n�s_ trabalho da Inha e do Paulo Bismarck da Remedio Santo. Como sempre uma capacidade organiza��o, controle e rigor que gostaria de tornar uma vez mais publica. E h� quem saiba que at� pode existir um antes RS e depois RS, no contexto do rigor e seguran�a que um evento mediatizado pela companhia , geralmente produz. Levo mais de 10 anos bem medidos de comunica��o com a agencia e posso dizer-vos que nunca em caso algum falharam no que quer que fosse.Para que conste e ainda os agradecimentos por , e sei-o perfeitamente, se lembrarem de mim e de outros colegas, nao fazendo disso uma esmola ou uma manifesta��o de desprezo pelo direito de informar; mas tambem sabendo separar o trigo do joio, isto � a
" a cromalhada" dos convites, um desporto nacional que por vezes explica que os oculos mentais de alguns estejam embaciados ou melhor, cheios de cera, nao v� o diabo tec�-las e l� se vao os convites para as namoradas , namorados e restantes familiares....

BANDA VISUAL : os amores dos Black Eyed Peas, ou como uma can��o faz um disco, esteja onde estiver o Amor




escrito por alvaro �s 9:32 da manhã
|




 

NAO, NAO FUI.: Antes que come�em a perguntar, nao fui, nao desejo e nem tencionava assistir a qualquer um dos espectaculos portuenses de Abrunhosa. Prefiro ficar com as memorias do verdadeiro momento , que ali se deu em finais de 1994.Mas acima de tudo, porque como j� tive oportunidade de dizer , o momento actual do artista me aborre�e profundamente. Nao
ser� politicamente correcto e com os poucos nomes acima da media que realmente temos, esta posi��o nao ser� a mais equilibrada? � possivel, mas tamb�m nao � por isso que existe este cantinho, para ser politicamente correcto ou abrir um pouco mais, o espa�o de comunica��o e at� respeito profissional inerentes � radio e televis�o, onde os codigos sao diferentes e o encaixe superior, no que diz respeito � divulga��o por exemplo de um novo album , o que noc aso de Momento devo ter sido um dos primeiros, ainda na Radio Nova. E sem fazer a minima ideia do conteudo, somente a possibilidade de ter que levar com 26 quero ouvir, 32 discursos sobre a musica portuguesa , mais o comicio de encerramento da tour mundial que dura desde 1995, e finalmente o anuncio que o artista vai e de novo desaparecer, � demasiado para quem acompanhou em momentos precisos , fases que permitiam sonhar com outra dimens�o, 10 anos depois do espantoso bienio 94-95, embora o final deste ultimo j� indicasse as tend�ncias base que o Tempo provou absolutamente. Ainda hoje recordo a reac�ao dos " rapazes" o trio de musicos dos Bandemonio da epoca, meus convidados � antes estreia de Batman e Robin nos falecidos Cinemas Lumiere, � personagem do Joker entao interpretado por Jim Carrey...

BANDA SONORA: um daqueles momentos tipicamente video-80s: Crowded House a preto e branco , sepia e a eleg�ncia videoclipica da epoca.




escrito por alvaro �s 9:25 da manhã
|

 



sexta-feira, fevereiro 06, 2004

 

� BEIRA FOZ CRASHADO: Disse-o a um promotor sem quaiquer duvidas:e j� o fiz , antes do que se pode considerar como o segundo efeito MTV Portugal( o primeiro, as novas energias que se criaram � volta dos Blind Zero): a exposi��o constante do hip -hop mais central ou mainstream, aposta global da esta��o londrina.Ou seja: quem trouxer contextualmente alguns dos nomes que por exemplo escutei ontem � beira Foz marado, ganha.Haja quem o entenda...

BANDA SONORA: o novo de Musiq, que me chegou via US Postal




escrito por alvaro �s 7:46 da tarde
|




 

CHOCOLATE CITY: Por falar em sugest�es made in Porto, o gang Madail descobriu uma noite algures entre o Bronx de Nova Iorque ,o South Central de Los Angeles , sem AK47s e Uzis, uma imaginaria Guna City cruzada com canela e jasmim, tudo apurado por uma play list rara entre n�s. Dura at� ao dia seguinte e o conselho � mesmo irem o mais tarde possivel, assim pelas 4 da matina, altura em que � possivel encontrar um peda�o de espa�o onde possam abanar ao som de Chingy, Snoop ,50 Cent e mais uma serie de gangsters de sof�, internet ou de rua...

BANDA VISUAL: as jovens de todas as cores e feitios que reagem � intensidade das batidas made in Chocolate City




escrito por alvaro �s 7:37 da tarde
|




 

BAZAR E BAZARES: Uma sugest�o quando se deslocarem ao Porto: o bazar Bazaaar, uma versao Massarelos da celebre Collette de Paris. Fica junto ao cais e permite varias actividades ao mesmo tempo e re-criar cenas que existem h� muitos anos em Amesterdao ou Londres. Nao sendo " novo" � pelo menos diferente e quem a idealizou, nao abriu um bar para " jornalistas, modelos e artistas" e francamente nao sabia que existiam tantos jornalistas,modelos e artistas para encher todos os bares que abrem na cidade e nao investiu em mais uma loja de design. A outra vantagem � que devolve a cidade ao rio, o que por si s� j� � mais do que louvavel...


BANDA SONORA: os boots dos Zeppelin entre 1975 e 1980, para construir a segunda parte do trabalho a publicar em seriado nas proximas edi��es do Blitz...




escrito por alvaro �s 7:19 da tarde
|




 

Last Stop Texaco: Retroparadise.: Caros Amigos,

Falo-vos desta cidade do Porto que � atravessada pelos primeiros raios de sol de 2 004. Hoje, pe�o a Vossa boa vontade e paci�ncia para o relato de um dos meus locais de elei��o: a Retroparadise.

Quem vem e atravessa o polu�do rio, ao se dirigir � velha Rua do Almada, por entre lojas de ferragens e material el�ctrico, encontra um edif�cio azul onde est� instalada a Retroparadise.

Esse estabelecimento comercial de excelsa refer�ncia para todos os Gentis homens deste burgo de onde Vos escrevo ( a par das jornadas no est�dio do drag�o e dos almo�os na D. Virg�nia ao Bolh�o durante a esta��o primaveril ) dedica-se ao com�rcio nas �reas da roupa de segunda m�o, adere�os para teatro, c�meras e filmes em anci�o super 8 e � o que nos traz aqui hoje � discos em bonito vinilo.

Ao chegarem ao local, perguntem pelo requintado propriet�rio desse estabelecimento, o Exm�. Sr. Andr� Cepeda, anfitri�o cujo bom gosto e cuidado na arte de bem receber Vos agradar� sobremaneira.

Para que se possam �sentir� - como ali�s se pedia em coment�rio num �ltimo post � na championship vinil ( um dos filmes da minha vida, a par da Clockwork Orange, Royal Tennenbauns e a Secret�ria ), partilho a lista de compras da minha �ltima visita:

- Stevie Wonder � Musical Aquarium;
- O.S.T. � Saturday Night Fever;
- Staple Singers � I�ll Take You There � single
- Gene Kelly � Singin�in the Rain � single
- Heino ( n�o me recordo do t�tulo; � diab�lico � entre o Andy Warhol e o Marco Paulo em alem�o � a Jello Biafra favourite )
- Liberace ( idem � genial o elvis do piano cl�ssico � seria �pai� do elton john se os homossexuais engravidassem )
- Chic � C�est Chic;
- Jeff Beck � Beck-Ola;
- 13 Floor Elevathors � Psychadelic Sounds of ....
- Adam Ant � Kings Of Wild Frontier;
- O.M.D. � Architecture & Morality;
- Billy Idol � Rebel Yell
- Linda de Suza � Un Portugais � single
- Samantha Fox � Touch me � single
- Plastic Bertrand � �a Plane Pour Moi � single
- Nancy Sinatra � These Boots Are made for walking.

E � tudo por hoje. Despe�o-me com a mais alta considera��o, De V. Ex�s.,

Um Homem na Cidade




escrito por Ricardo Salazar �s 12:58 da tarde
|

 



quinta-feira, fevereiro 05, 2004

 

O album �Elephant� dos withe stripes continua a liderar a manada... mesmo em unawatuna! : Apos varios toddy�s, bebida de baixo teor �cocofonico� mas extremamente alcoolica, despertei para mais um mergulho , e consequente ca�ada, ao som de seven nation army!!! Gala(=Rock em Sinhala e tamil=pedra em tugu�s)
O site especializado do net tasco mais proximo correu at� mim e disse:
� Preciso de uma pausa com o Elefante, estamos fartos de tocar sempre as mesmas musicas!gajo preciso de inspira�ao outra vez... e tu como vais???Vou para casa descansar e escrever hits...aparece!�

Respondi: �Jack estou a seguir a manada no Sri Lanka...acidentalmente senti a tua presen�a...mas ja chega de elefantes vou para Cabo Verde !�


Patrocinio: supermercados dumbo

Reporter internacional aka La Peste




escrito por alvaro �s 1:46 da tarde
|

 



quarta-feira, fevereiro 04, 2004

 

BLOGUEMO-NOS: Pedido: bloguem-se e multiplicai-vos. Os limites/ fronteiras ali�s largos est�o estabelecidos e francamente nao desejamos " partizar" de partizan politico, discuss�es, nem tornar estas cenas numa especie de UHF Sport Clube, 3 - Unidos aos Delfins, 2.O que quer dizer e agora em post que se for necessario, marcar penalty � estilo Martins dos Santos, get it u all?
Talvez pela febre ninguem ainda comentou do servi�o de audio-blog apresentado em forma experimental. Nao sei se somos os primeiros chez nous a faz�-lo, mas seja como for, o essencial � mais uma oferta do vosso blogue favorito, e o significado/significante da aposta.Precisamos de saber o que acham, se clickam no sampler , as condi��es de recep��o. Bloguem-se.

BANDA VISUAL: os rabos das gajas do spin-bike. Sim vou spinnar agora e aguardo a entrada da minha equipa.Como o Quint�o sugeriu: fodam-se puritanos de todos os planetas!!!!!




escrito por alvaro �s 8:43 da tarde
|




 

olhaaa a maminha : a america ficou em estado de choque com a maminha de janet jackson que apareceu no final da actua�ao de janet e justin timberlake num segmento musical no intervalo do superbowl
tal provocou uma onda de protestos por parte de algum publico e das inumeras associa�oes dos bons costumes e afins, revoltados pela maneira ignobil como o seio apareceu quando ninguem o esperava (o seio de janet tinha uma estrelinha a tapar o mamilo)
agora a cbs pede desculpa, a nfl pede desculpa , justin timberlake pede desculpa, janet jackson pede desculpa e assume a responsabilidade do acto ilibanbo por assim dizer a mtv que produziu o segmento musical do intervalo do superbowl para a cbs que por sua vez fazia a transmissao do jogo organizado pela nfl
no meio de todos estes pedidos de desculpas surge o da mtv que pede desculpa por ferir susceptibilidades
pois eu acho que era o que devia estar a fazer um colosso como a mtv, devia estar a ferir susceptibilidades e deveria estar a faze-lo de uma maneira frontal e verdadeira porque e isso que a musica e os musicos fazem, para alem de nos entreter, de nos levar para locais distantes e de nos transmitirem sensa�oes tambem confrontam a sociedade e poem em causa os diversos sistemas politicos e economicos e mais importante que isso as maneiras de estar e de agir
com este pedido de desculpas, fica me a sensa�ao que a mtv tem nos dias de hoje uma postura adequada aos seus conteudos
uma postura quadrada quando os aparelhos de tv ja deixaram de ter essa forma

ps: do sonho americano faz parte um bom par de mamas, alias
foram eles que inventaram as mamas grandes

banda visual : a maminha da janet jackson... eu sei ... sou um pecador




escrito por miguel �s 7:20 da tarde
|




 

JANEIRO, O MEU M�S BIOLAY: 'N�gatif' � o meu disco perdido de 2003. Esquecido na prateleira p�s-f�rias de Ver�o 2003, s� com a alvorada de 2004 entrou em rota��o. E ainda permanece - pois �, sem sombra de d�vidas, um dos melhores discos que ouvi nos �ltimos tempos. Benjamin Biolay, artista franc�s da 'nouvelle vague', apesar da visibilidade cor-de-rosa, fruto do seu casamento com Chiara (Deneuve) Mastroianni, parece preferir o preto e branco. E � isso que nos oferece, em formato can��o, vagueando pela 'chanson' gainsbourgueana dos 60's, cruzando-a com o folk (Billy Bob a raison, N�gative Folk Song), com a pop ou o cabar� fumarento e triste de la vanit�, tudo isto suportado pelo toque moderno dado por subtis peda�os de electr�nica, extravasados em Chaise � Tokyo. Tudo isto at� chegarmos ao fim do disco 1 e mergulharmos em 'N�gatif', tema-t�tulo e a p�rola mais brilhante deste bel�ssimo trabalho.

AUDIO BLOG TESTE#2: Benjamin Biolay | Billy Bob a raison + Benjamin Biolay | N�gatif [N�gatif - Emi/Virgin - 2003]




escrito por rui �s 10:35 da manhã
|




 

COMUNICADO DO DJ PASTELEIRA CITY: N�o quero menosprezar a audi�ncia deste canal, mas fiquei com uma duvida, ap�s leitura de um dos 122 comments: creio que ficou j� , e h� muito ,claro que o DJ Pasteleira City � um alter-ego deste rapaz.Nao sei a que proposito apareceu o Kitten numa das historinhas. O Pasteleira vive num armario; sai de l� de vez em quando: vive out e about , tipo ziggy stardust , e desaparece consumido pelo seu proprio ego.Nao se preocupa com paroquias , sejam elas da Boavista, Foz ou Bairro Alto. Ali�s nao se preocupa com nada, a nao ser comprar discos.O que os colegas de sindicato,fazem ou nao , passam ou nao, dizem ou nao est� para alem de marrakech, para a renomada figura ....por isso � que nao fez a primeira parte dos colegas quintao-amaral reis, conhecidos amigos do ventriloquo que lhe d� exist�ncia, mas nao do boneco em si, que tamb�m nao existe separadamente do seu criador. Confusos? � provavel, mas se levarem com os labios da Scarlett e com as cuequinhas cor de rosa, que a actriz usa constantemente em Lost in Translation ,nao ficavam muito melhor da tola...

BANDA SONORA: umas cenas novas e muito dan�aveis dos Rapture.

AUDIO BLOG TESTE#1: Rapture | Infatuation [Echoes - Strummer/Universal - 2003]




escrito por alvaro �s 3:50 da manhã
|




 

FILMES E JUVENTUDE JOVEM: Inacreditavel , o filme que se gerou � volta da actua��o conjunta de Jackson-Timberlake. Nada mais interessante para os artistas em quest�o, em especial para Jackson, com novo album para muito breve.Nao � dificil adivinhar que tudo estava previsto, at� porque o momento em quest�o coincide com a letra da can��o. O que � doentio, � a forma como uma maminha, ainda cria ( artificiais ou nao) cenas da mais pura hipocrisia.Veremos como os futuros canais para jovens e os seus mais "jovens lideres "vao lidar com tamanha afronta.Proponho ali�s para um deles um uniforme: cal�a vermelha, camisa �s riscas e j� agora, pullover aos ombros.Nao existe nada mais jovem do que este design estilo Y3, Linha City. E claro esperar pela resposta do Grande Lider do proletariado radical. 2004 vai ser um ano muito jovem, nao tenham duvidas....

BANDA SONORA: Jovem Coro de Santo Amaro de Queluz




escrito por alvaro �s 3:40 da manhã
|




 

VIDEOS E MAIS OUBIDEOS: J� vi o clipe que vai embrulhar uma das can��es do Jorge Cruz. � de longe o melhor trabalho da equipa do Gon�alo Madail. Tudo se passa num teatro decadente onde uma " selecta" audi�ncia vai reagindo ao " fado de interven��o" do guitarrista.Tive a oportunidade de falar com o artista e recordar-lhe o que tinha dito em meados de 90 e que recuperei neste estabelecimento. Sem pormenores sobre a edi��o do disco, mas e pelo menos com um feeling muito positivo sobre o concept e ideologia sonora que o rodeia, � tambem uma especie de " lan�amento" desta rapaziada amiga. Em breve , com a CAVE FM l� para as bandas dos Olivais a funcionar, contamos inaugurar um verdadeiro audio-blog...

BANDA SONORA: no pc, ainda l� est�o ghosts in the machine...




escrito por alvaro �s 3:14 da manhã
|




 

EL HOMBRE TIGRE: Recebi hoje uma chamada de sua Emin�ncia Felina, El Tiger Hombre himself. Tambem lhe proporcionei a " honra " de atender, eu que sinto demasiado calor nos ouvidos quando uso aquela geringon�a, sem a qual j� nao podemos passar. Prefiro e-mails,aos quais respondo logo que possivel ou imediatamente como alguns j� devem saber. Mas mais importante � dizer-vos que desde Calvin Johnson, � apresenta��o do novo Wray Gunn, passando pelo agora mais mediatico festival de Blues, Coimbra vai ter mais encanto na hora da chegada....


BANDA SONORA: chegou mais rapidamente do outro lado do Atl�ntico , como infelizmente j� � habitual. Refiro-me `a estreia de Fefe Dobson. "Escutado" pela primeira vez no viarapida.blogspot, Fevereiro 2004.




escrito por alvaro �s 2:55 da manhã
|




 

121 COMMENTS: 121 Comentarios. Ser� record mundial? seja l� o que for, e apesar de algumas guerritas dispensaveis, o que isto significa � vitalidade e energia. E: que fique claro: caso seja ou venha a ser necessario, fecha-se a torneira. Palavra de caxineiro que me orgulho de ser. E claro que " assisti" atento, a roda esta torrente apaixonada. Mas , e ainda combalido pelo choque visual e alguns dos momentos que se" perdem na interpreta��o" do Hyatt Park Hotel de Toquio, nao posso deixar que muitos dos problemas "sexuais" que discutimos � volta da musica portuguesa, passam tambem e por exemplo pela incapacidade de resposta pronta e atempada a simples e-mails que se enviam a agentes e managers muito ocupados, para sequer terem a dignididade profissional de responderem.Ser� que aqueles dos comicios, dos manifestos e das grandes teorias da conspira��o, tambem estarao assim tao ocupados , para nao questionarem quem gere as suas carreiras
sobre a respectiva performance? deve ser por isso que at� ao momento, nenhum e -mail enviado para o Reino Unido e os Esatdos Unidos ficou sem resposta fosse ela qual fosse. Poderia contar aqui pelas dezenas os que demoram mais tempo, ou nunca chegam de Lisboa ou do Porto...

BANDA SONORA: a que sofia coppola escolheu para desenhar em som , as vidas numa encruzilhada de neon de Charlotte e Bob.




escrito por alvaro �s 2:48 da manhã
|

 






    Webset Copyright © Blogfrocks