Via R�pida

música . espectáculos . anti-critica .



Contactos

�lvaro costa
elvis sandokan
jorge manuel lopes
la peste, rep�rter internacional
miguel quint�o
paulo garcia
ricardo salazar
rui malheiro



Outras Vias

anabela duarte
blind zero
blitz
cody chesnutt
f�rum m�sica
f�rum sons
gregory palast
legendary tiger man
mondo bizarre
new musical express
nirvana
rock's backpages
terceiro anel
xutos


Blogues

a pensar morreu um burro
�gua t�nica e ginger ale
ampola faz pop
anteestreia
automatic stop
aviz
blogacha maria
canal maldito
cinema paraiso
cr�tica lusa
cr�nicas da terra
epiderme
ginjinha
hang the dj
harmonia do barulho
horas perdidas
mar salgado
meliante
music is math
nave dos suspiros
pautas desafinadas
pirilampo m�gico project
ponte sonora
rio ave fc
roda livre
santa ignor�ncia
serendipitous cacophonies
sof� verde
sol da meia noite
trompa
vidro azul
vilacondense
vila do conde quasi di�rio
xway

 


Arquivos

06/01/2003 - 07/01/2003
07/01/2003 - 08/01/2003
08/01/2003 - 09/01/2003
09/01/2003 - 10/01/2003
10/01/2003 - 11/01/2003
11/01/2003 - 12/01/2003
12/01/2003 - 01/01/2004
01/01/2004 - 02/01/2004
02/01/2004 - 03/01/2004
03/01/2004 - 04/01/2004
04/01/2004 - 05/01/2004
05/01/2004 - 06/01/2004
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005




leitor(es) on-line








�ltimas Actualiza��es








Design: Blogfrocks
Suporte: Blogger
Fotografia: Troy Paiva
Coment�rios:HaloScan

 


segunda-feira, junho 28, 2004

 

TRICK DRIVERS BIG HELPER: cowboys e cowgirls: i am out. And about. Pensacola,e depois nao faco ideia:Mississipi, Alabama. Nao sei. Decidirei no momento. Na fronteira. Recordam.se de uma cancao dos Stones ,19th nervous breakdown? no meio falava.se de uma mother s little helper.Ha muito que sei como alguns camionistas americanos aguentam 2 e 3 dias na estrada.E nao, nao se trata de nada ilegal.Apenas um cocktail.Que da resultado , pelo menos comigo .Por isso, mais 24 horas a viver na estrada, para entao sim regressar ao abrigo pirata de Key West.Onde os fantasmas se podem apaixonar por mortais.Como eu. Que desejam regressar. Mais vezes. Ou pelo menos , esses fantasmas ao servico da junta de turismo das terras dos Piratas das Caraibas ,fazem com que voltemos. Muitas vezes.La estarei quarta/feira.Entre hoje e amanha, no FUCKING idea. Mas e o que me vicia na estrada> Nao saber onde vou parar. Pelo menos nesta America, sem turistas.Ou pelo menos com um : um gajo do Porto, afinal o que voltei a dizer ao pirilampo que me atacava na estrada para Monticello , enquanto despejava os conteudos das varias garrafas de agua avidamente consumidas desde as 13 da tarde de domingo...

BANDA SONORA: STAYING ALIVE. Com os Bee Gees. Na Radio Schack de Clark, uma das mais importantes bases areas do Air Force dos USA




escrito por alvaro �s 6:05 da tarde
|




 

UMA NOITE EM GAINESVILLE: Mais uma violenta paixao cine: Rachel McAdams em The Notebook,que vai ter muito sucesso entre nos.Vi o filme no Stadium 16, leram bem Stadium 16, megaplexo de Gainesville,a cidade dos Lynyrd Skynyrd a quem desejei prestar homenagem, ao percorrer as suas ruas amplas e comuns,a America dos grandes espacos .E ainda por cima, bandos , autenticos bandos de peles de pessego, Southern Belles, sumarentas a procura de romance, pelo menos no grande Ecran. E nao faltaram risinhos e comentarios femeos a algumas das cenas de um filme estilo classico, que vai tambem apresentar ao grande publico o talentoso e potencialmente enorme Ryan Gosling.

BANDA VISUAL: o megaplexo cinematografico Stadium 16. Enorme, gigantesco. Sulista.




escrito por alvaro �s 5:56 da tarde
|




 

SHARON S SOUL KITCHEN, EM PLENA MEXICO BEACH, COSTA ESQUECIDA. FLORIDA: Nao sera um risco serio mas e pelo menos,devem evitar os contacto oculares directos com os locais.Em especial os rednecks que abundam por estas areas do Noroeste da Florida. .Aviso feito, se por acaso estiveram na Costa Esquecida,o que nao sera muito habitual perderem o vosso tempo de ferias com a Florida petro quimica, industrial e militar,devem parar num daqueles cafes de estrada, onde se fazem ,omeletas gigantescas de ovos reais ,verdadeira soul food :por 5 dolares, nao preciso de mais nenhuma refeicao solida ao longo das muitas milhas que ainda tenho para percorrer , nesta America tao real que fere pela sua autenticidade. E ao estilo Tom Cruise de cozinha,empregadas grandes como camioes Mack, dancam ao som de James Brown,Chuck Berry ou Aretha Franklin , em movimentos de recorte Blues Brothers, tao perfeitos que a panqueca cai no sitio certo, os ovos tornam.se omeletas no momento preciso e os hamburguers grelham.se sem macula. Musica folclorica, isto e folk, local, delas e deles, deste ponto do planeta.Perfeita. Em Mexico Beach, na Costa Esquecida pelos turistas. Eu era o unico, mas escondido debaixo de um cap sulista.California? nao , Mam. Europa.Portugal. A negra, bonita e curiosa, esquece.se do pedido. Quer chegar a Savannah. Georgia. A 300 kms.Um outro dia. I am on the road....para o Mississipi. Ou Alabama. Ou para lado algum. Nunca como agora, oercebi que se pode viver na estrada. Nesta America.

BANDA SONORA:Sweet Home Alabama. Lynyrd Skynyrd




escrito por alvaro �s 5:29 da tarde
|




 

DE DADE CITY A MONTICELLO, FIM DA ROAD NA CIDADEZINHA QUE MUDOU O NOSSO MUNDO: Dade City, deserta ao final da tarde de um domingo de tempestade .Ao entrar na cidade, linhas rectas, geometria de bloco e , visual de western, imaginei/me a chegar depois de mais uma corrida ao outro. No Saloon, Brenda, Margaret e Joanna, prontas para a festarola.Ao lado, Mad Dog Bannister e os outros batoteiros.:MONTICELLO, absolutamente ninguem ,na historica cidadezinha , palco de importantes momentos da Historia da America e uma das favoritas do sulista Ted Turner.Eram 5 horas da manha.Para tras,os pirilampos, os ruidos de animais desconhecidos para mim e as luzes intermitentes do Dodge, que criavam um efeito ao estilo Stephen King, na pequena estrada que da I 10 Norte, nos leva ate a praca onde fantasmas , ainda combatem pela liberdade do estilo de vida do Sul Confederado.Para depois chegar a captal estadual Tallahassee, em sono profundo: uma main street American style, esconde edificios estaduais tipicamente sulistas. Vagueando ate ao romper da aurora, nao pude deixar de pensar na forma como uma cidade tao pequena , pode alterar a historia do Mundo. Sem Jeb Bush, e algumas leis bizarras e os votos eleitorais do estado do Sol Eterno, nao creio que a oligarquia Dallas style, estive na Casa Branca.Sortilegios da America.Onde uma cidade tao indiferente como Tallahassee pode de facto definir o Mundo em que vivemos...

BANDA SONORA: o meu obrigado as estacoes countru, de rock classico e de pregadores religiosos que me ajudaram a manter acordado toda a noite, driving como a cancao dos Everything But The Girl, que por acaso escutei numa estacao qualquer ...




escrito por alvaro �s 5:08 da tarde
|




 

FREEWAY OF LOVE NOT IN MY PINK CADDILAC MAS NO MEU DODGE NEON: Vivo no meu meu carro, desde domingo de manha.Sao mais de 1000 milhas, entre cafes de estrada, gasolineiras rurais,edge towns, isto e , gigantescos centros comerciais, com algumas casas a volta ,e dormidas furtivas em zonas de descanso, com direito a seguranca, comida e cagarotas e mijarotas( mais uma homenagem ao espirito bileiro) dignas de qualquer Sheraton. Resumindo, pode e deve.se viver na America das estradas de manteiga, onde os carros como dizia Baudrillard se fundem com a paisagem e a repeticao de sinais, signos e avenidas principais , criam um efeito hipnotico, que permite fazer os tais mil e tais quilometros por dia, que me levaram neste preciso momento a fronteira com o Alabama...

BANDA SONORA> Freeway of Love, de Aretha Franklin , no radio deste novissimo Radio Schack , acoplado a um mega Wallmart de estrada a pouco mais de 100 kms de Pensacola




escrito por alvaro �s 4:58 da tarde
|

 



domingo, junho 27, 2004

 

RADIO KINKO S : Gostava de me por a andar: mas a chuva , violentamente quente e grossa nao me deixa. E pelo que ja vi e conheco em mais de 35 mil quilometros feitos pela America real, e melhor nao deixar a frescura deste gigantesco Kinko s.....

BANDA SONORA: doobie brothers, hall and oates, a chuva inclemente e ainda the cars. Estilo Radio Kinko s .




escrito por alvaro �s 10:36 da tarde
|




 

BANHISTAS : JESUS LOVES U: Antes da Siesta, a ideia que tambem estive em Jupiper e Juno, duas praias de areias castanha , mar mais atlantico, possivelmente numa linha recta em frente as barracas do Sr Baltazar, eterno banheiro da Praia dos Banhistas, das pequena , mais pobre e mais ventosa West Palm portuguesa, a velha Vila do Conde, desses mesmos: os banhistas que vinham d elonge, muito longe,Lisboa, para jogarem as cartas, fumarem cachimbo,jogarem canastra e crapeaux, e claro cumprir mais uma saison, olhando os nativos com aquela superioridade de quem sabe que em terra de zarolhos , ate os cegos como eles , sao importantes.Perceberam o trocadilho meio biblico? ate porque Jesus loves u, diz me o empregado do bar de praia de Jupiter, com ar de rocker new wave,mas e neste sul tao profundo e lindo que ate doi, nao esquecendo a sua missao terrena.Faith based, uma expressao profundamente americana que pode ser usada para explicar o mais inexplicavel. I love u too, disse.lhe, numa variedade mais ou menos adventista ,do have a nice day, que acreditem ate comeco a gostar, esteja no Kinko s no Big Olafs ( a comer o melhor gelado do mundo, feita na hora e servido por vikings de ambos os sexos na praia Siesta), num bar de bebedas , ou e simplesmente, no Panera, uma ideia vagamente europeia , de um gigantesco cafe, no meio de nada, ou melhor de um mega centro comercial ao ar livre, encruzilhado entre a 75 e a ....ja nao me lembro, cheio de novos franchises novinhas em folha, com nomes europeus, sanduiches sem carbos( o novo diabo da america alimentar)
e sob trovoadas psicadelicas.A musica classica uma especie de homenagem a Toscania aumenta o grau de bizarria ,que vou encontrando , neste lado da Florida, isto e do semi tropical e mais anglo Golfo do Mexico..
BANDA SONORA> as trovoadas, violentas, electricas, coloridas, poderosas....




escrito por alvaro �s 10:24 da tarde
|




 

IN DA HOOD: vanderbillt , passa/me a cesta das frutas, diz o Von Diddy: Chegar a Siesta Beach foi uma experiencia semelhante a conduzir sob trovoadas coloridas e chuvadas quentes que surgem do nada , e desaparecem ainda mais rapidamente:estilo miragem, como as das estradas secundarias, que percorri sob tal calor que ate a velhota Seminola que me vendeu pecas da sua tribo, me dizia quase imovel que estava muito calor, num ingles pele vermelha , tao perceptivel como o do celebre comandante bileiro que o Six deve conhecer muito bem.Por falar em miragens e antes de chegarmos a Siesta Beach( nao estou a brincar, foi onde estive recolhido as ultimas 24 horas), passei, isto e olhei, guiei , obervei sem parar, ( ate porque e mesmo proibido) pelo que se chama West Palm Beach, onde ninguem com menos de 10 milhoes de dolares do banco , entra.Ou pelo menos entrava.Agora entre os Vanderbillts, Schragers, Fields, la passam uns Diddies, uns Castel Pretos exacto o das joias , que se estivesse em Hollywood ja tinha dado um filme e seria fotografado com o George Hamilton e com um Kennedy, daqueles que davam estrondos, em especial no bairro, isto e , in da Hood de West Palm Beach, quando nao existia saison se um Kennedy nao arranjasse sarilho ou roubasse uma peca de lingerie do modesto Saks Fifth Avenue da downtown mais cara do mundo.Twilight Zone anyone?

BANDA SONORA: as cancoes estilo rck FM 70, deste Kinko s , a gigantesca cadeira de artigos e servicos electronicos, aberta 24 horas em qualquer cruzamento, numa auto estrada perto de si....isto e, de mim e dos que se encontram agora a Norte de Tampa Bay.




escrito por alvaro �s 10:14 da tarde
|

 



sábado, junho 26, 2004

 

ROCK AND ROLL: nao sei onde estou< vou bazar< conduzo ha mais de 12 horas

rock and roll




escrito por alvaro �s 1:53 da tarde
|




 

SIGA PARA O BAILE: Nada facil , deixar as Keys, em especial a West. O voodoo existe mesmo e ha quem diga que existem fantasmas que se apaixonam pelos vivos que deambulam entre o Mallory Market, a Avenida Duval e a Whitehead.Agora, a estrada e as aventuras de uma noite sem dormir, mas marcada pelas chuvas tropicais, tempestades, agentes zelosos da Highway Patrol e ainda as cenas vividas na Holiday Island, algures entre a Ilha da Fantasia , apresentada pelo Dr Moreau, interpretado por Marlon Brando e nao pelo anao da Galia,Herve Villechaise.Enre americanas bezanas, domadores de crocodilos, veraneantes em pose phreaking( isto e aquela danca sexual, que os cowboys re.interpretam em versao sanduiche de Gator, com doses industriais de Mojitos e Pina Coladas, e claro linhas de Conha mutantes), a que se juntou uma banda estilo juke box,amadores a sul do Dixie, chamada The Photons, que interpretou toda a escola 70s( aerosmith, ted nugent, van halen, eagles, doobie brothers , zz top etc) e que daria baile aos Iniciadores e a rapazes mais serios e pretensiosos, que aind anao perceberam que aprender classicos foi e sera sempre a grande escola rock and roll. Visualmente, entre hells angels e wrestler, os Photons , enlouqueceram a gaiola de malukas. No Texas, teriam de tocar protegidos por uma rede> no sul da Florida e no meio do mar, protegeram.se das mamudas bebedas..

BANDA VISUAL> barbudos e zz Top




escrito por alvaro �s 1:42 da tarde
|

 



sexta-feira, junho 25, 2004

 

CONCH REPUBLIC, LEIA/SE KONK: acordei na casa barco, chamada Caribbean Village com Jimmy Buffet,e termites .Nada de especial: qualquer um destes animais faz parte do design desta regiao dos Estados Unidos.O primeiro, o Presidente do sindicato dos Parrot Heads, prega a sua Margaritaville e o seu cheeseburger no Paraiso, ainda eu nao era nascido.Culto de estilo satanico, dirigido a velhinhas, nova iorquinos cheios de frio e aos que ainda choram a morte dos Dead Heads e dos Phish Heads.Passei ainda hoje pelo centro do culto, na irresistivel Avenida Duval, onde me re.encontro agora, a espera do tour dos locais assombrados e dos fantasmas da cidade velha.Acordei, salvo seja com Buffett,hoje de manha na NBC ao vivo na Rockfeller Plaza, live TV de 5 estrelas.As termites, formigas gordas e grandes , essas deixaram/me em paz ao estilo Disney seculo XX:alimentam/se e e bem das madeiras que servem de base a moteis barco , como aquele onde fiquei esta noite, mas deixam os humanos em paz. Tambem lhe disse que era um gajo do Porto, o que parece resultar para todas as situacoes, menos para o Porto, que na area mediocratica, passa a fase , o ultimo a sair que feche a porta!Ja agora, Quarto 1, com vista para a estrada a incomparavel US 1, no Caribbean Village a 50 dolares.

BANDA SONORA:as vendedeiras no Bolhao ca do sitio....




escrito por alvaro �s 5:14 da tarde
|




 

FRONTEIRA, FAR SOUTH, YANKEEXOTICO: Da Little White House de Harry S Truman, para a residencia de Hemingway e um passo bem menor do que a importancia extrema que as poucas centenas de metros representam para a humanidade.Pelo meio, uma visita ao alucinado e muito Tim Burton , cemiterio , amplifica a ideia de edge, de fonteira que este ponto remoto dos Estados Unidos representa, Nao admira que os carros circulam com as iniciais KW coladas no porta bagagens.Uma certa ideia de far south , de fim e principio de tudo, pode ser bem definida por um dos muitos bares, ainda por cima bem perto da residencia do enorme escritor : o primeiro e ultimo dos Estados Unidos

BANDA SONORA: sons do Caribe entre aromas yankeexoticos....




escrito por alvaro �s 5:14 da tarde
|




 

VOODOO: Fica na Lonely Street. Chama.se Heartbreak Hotel , um verdadeiro templo existencial. E mais um sinal que os furacoes, a humidade e o voodoo ,dao mesmo a volta a cabeca dos mais incautos na zona velha da cidade.

BANDA SONORA:Heartbreak Hotel, Elvis.The King.




escrito por alvaro �s 5:14 da tarde
|




 

PIRATAS DAS KEYS: alguem falou em aventura pela America. Exacto.Se quiserem recolha de elementos para um futuro livro.Literatura de viagem rock and roll.Estou agora numa antiga plantacao de cafe, a entrada da Aldeia Bahamas, deste inacreditavel e alucinadamente pirata Key West. A Conch Republic,cuja independencia foi declarada em 1982, quando as autoridades federais decidiram criar bloqueios de estrada.Armas: pao duro cubano e o delirio de uma cidade no fim do mundo, no meio do mar , espiritualmente entre as Bahamas,Cuba e Haiti, com um sabor a mojito ou pina colada yankee.se quiserem ver de onde blogo,e xactamente neste momento, www,coffeeplantation.com
BANDA SONORA: batidas hip hop, jimmy buffet,ben harper, reggae,tito puente, e discussoes em patois jamaicano e bahamense..




escrito por alvaro �s 5:14 da tarde
|

 



quinta-feira, junho 24, 2004

 

OBRIGADO: ATE AQUI , SE SENTIU EM BIG PINE KEYS...CELEBREI SOZINHO AO SOL .
OBRIGADO AMIGOS PELAS MENSAGENS

EM FRENTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!




escrito por alvaro �s 10:49 da tarde
|




 

PENALTIES: VAMOS PORTUGAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!




escrito por alvaro �s 10:17 da tarde
|




 

BIBA POSTIGA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!: Adorei a ultima edicao da Entertainment Weekly e uym pedaco de puro jornalismo pop:a proposito das cenas recentes da Tia Spears, diz/se que afinal a lesao do joelho nao seria impeditiva de nada> a cantora poderia fazer playblack de ela propria backstage e contratar uma sosia para apresentar as suas dancas, que o publico nao seria capaz de perceber a diferenca. Numa linha, resume.se o @ drama@ da imprensa nacional que perdeu horas para explicar o que afinal seria tao simples> e ja agora, acham que mesmo os concertos @ reais@ nao usam back ups e live overdubs ? a questao nao e essa, mas sim situar o que a Onyx Hotel Tour , realmente vale, e nao o pseudo e moralista escandalo do playback...

BANDA SONORA: ainda por cima, a gerente deste cyber de Big Pine Key , e brit....mas va la que sabe bem ouvir Santana do perido classico, 1969-1971: provando que a atmosfera, o ambiente, o landscape tem enorme influencia na forma como a mesma cancao pode ser recebida ...




escrito por alvaro �s 9:16 da tarde
|




 

94 MINUTOS. GOLO DE NUNO GOMES....: Big Pine Keys...paragem estrategica, no meio de nada, isto e literalmente no meio do mar, numa das muitas ilhotas que fazem parte das inacreditaveis Florida Keys.Espero por msgs de Lx:sei que o tempo se escoa e que ao que parece vamos ter que aturar os ingleses mais uma semana a vaguear pelos bares e pracas. Ainda acredito, tal como acredito que Ponce de Leon ainda esta vivo, descobriu mesmo a fonte da juventude e que agora se chama Jimmy Buffett ,e vive na Margarittaville de Key WEST , para onde eu e o Dodge Neon se dirigem, sob um efeito de trip de acido, infinita e sem efeitos colaterais.....

BANDA SONORA: o novo e ainda por editar ,RADIO 4: sei que vai ser uma bomba, mas nao consegui escuta.lo todo na US 1, a auto/estrada das auto estradas, ainda por cima a caminho do Sul mais remoto que possam imaginar...




escrito por alvaro �s 9:08 da tarde
|




 

CUBA: -3( CIDADAOS) USA: +3 ( CIDADAOS): Estava alucinado como sempre, e pode passar despercebido, mas era Stephen Baldwin quem descia a Lincoln Road, meio aos esses e com o cabelo de surfer queimado pelo sol tropical. Mas quem nao podia passar despercebido era a Hummer Limousine de mais de 8 portas, parecia mesmo uma lagarta, que transportava o jogador de origem cubana Jose Contreras e que estava estacionada frente ao super luxuoso Lowe s Hotel, onde um acampamento de media, aguardava a sua saida e da familia, que deixou Cuba, ilegalmente, de barco, na ultima segunda feira.Contreras joga pelos Yankees de Nova Iorque e nao estava em Miami a tratar de uma transferencia, com um Abramovich latino.Mas sim a tratar dos papeis e a acomodar os seus familiares:a mulher e dois filhos do atleta ,faziam parte de um grupo de cidadaos daquele pais que chegou a Big Pine Key, a 108 milhas de Miami, encontrados pela Guarda Costeira dos Estados Unidos...

BANDA SONORA: as primeiras imagens e sons , da biopic dedicada a Cole Porter. Morrissete, Costello e Sheryl Crow sao alguns dos nomes actuais que surgem no filme que tem em Kevin Kline o actor principal




escrito por alvaro �s 3:52 da manhã
|




 

NITE ON FIRE! MAIS UMA...: Setting the nite on fire, diz o fantasma de Morrison, ele mesmo um Floridiano, e uma vitima da atmosfera , carregada de humidade e tensao racial e politica da sua epoca. La fora, estao sempre 92 graus. Nao, o termometro do Delano Hotel, nao esta avariado.Nem se esquece de captar a temperatura e a humidade. E mesmo assim , o Verao do Sul da Florida, entre tempestades tropicais, chuva quente e explosoes de cor e aromas.Por isso mesmo, a noite arde com o enesimo solo de Krieger, que escuto uma vez mais na esquina da Avenida Washington e da super recomendavel Lincoln Road. E , parece novo este solo.Como se e por ser a primeira vez que o escuto na Florida do Sul, criasse um efeito especial. I would be a liar, if i was not to say to u that we cant get much higher.Falo por mim: nao me importo de incendiar a noite de Miami Beach. Uma vez mais, como ontem no classico Marlin, cujos fantasmas devem ter dado voltas , com a festa concurso hip hop a que assisti ontem. E se outras razoes nao existissem a atmosfera de frigo industrial seria uma boa razao,alias um dos prazeres desta cidade: sentir o gelo perfumado que nos envolve quando a humidade nao se aguenta mais, a shirt , ja foi colocada no saco , apesar do relogio marar 4 da manha....

BANDA SONORA: classic radio, neste estabelecimento desenhado para cubanos, colombianos e ja agora portugueses e portuenses, estabeleceram as suas comunicacoes...




escrito por alvaro �s 3:10 da manhã
|




 

LINDSAY LOHAN. NAO CONHECEM? EM BREVE IRAO VER PELO MENOS AS CURVAS RUIVAS...: um post dedicado ao meu homeboy, Cesar Nobrega.Ainda e presumo na Radio Nova do Porto, onde passei 2 anos magnificos.E se por isso mesmo, olho para essa estacao de uma forma muito carinhosa, espanta.me que um radiojornalista como o Cesar, ainda nao tenha sido transferido para uma estacao nacional ou de maior dimensao. Sinal evidente que a Radio como industria deve estar cheia de talentos e artistas de dimensao superior.Pois.... Respondo assim a questao privada, que ele me colocou sobre os filmes que tenho visto : supersize me, um must , pelos motivos que ja expliquei;mean girls , uma variacao na habitual cena liceal e teen , com duas novas estrelas em movimento:a muito atraente Rachel McAdams e a nova bad girl de Hollywwod Lindsay Lohan, com 4 filmes a estrear em 2005, que a vao tornar na proxima grande estrela , e ainda por cima e neste caso num filme que consegue dar a volta ao genero,ate por saber usar os cliches e os tornar bem mais dark do que seria de esperar. Ainda , a delirante comedia de Ben Stiller sobre o mundo dos desportos bizarros , um Dodgeball muito inteligente e corrosivo.Ainda a nova versao das Stepford Wives, com mais baixos do que altos , e algures a norte de um filme sci/fi e a sul de uma comedia dramatica e a leste do comentario social, generos que Frank Oz procura fundir sem conseguir um cozinhado consistente, apesar de gente como Nicole Kidman , Matthew Broderick ou Christopher Walken.Ainda sinal mais para a rubrica de entretenimento , twenty, produzida por varios exibidores, uma verdadeiro programa de televisao em cinema ;para os comerciais e para os trailers, que ja se exibem os filmes do outono inverno e ate para 2005 , como terei oportunidade de revelar num outro post...

BANDA SONORA: Que delicia escutar a estacao de classic rock de Miami, Magic 201, nesta joint de sul americanos, scarfaces, nerds de chat rooms e familias centro americanas....agora com Benny and The Jets dos Scissors Sisters, desculpem do maior critico de rock que conheco: Elton John




escrito por alvaro �s 3:05 da manhã
|

 



segunda-feira, junho 21, 2004

 

UMA CASA DE MIAMI, CONCERTEZA: CAVIAR E DOM PERIGNON SOBRE A MESA: Ser rico em Miami, e mesmo ser muito rico;mas nao me importo de me sentir pobrinho por estas bandas.As bandas em si, ajudam a esquecer que olhar a Star Island, onde o barco cor de pistachio de Kravitz, compete com as mansoes de J Lo ou dos Estefan, a partir de um barco, e apenas um filme technicolor que se esvanece com a humida e quente noite da cidade.Isto e , com a realidade que e esse nivel de riqueza , so esta ao alcance de meia duzia de eleitos.Por isso , e por vezes, me divertem os pindericos e importantes lusos que vemos em alguns locais das nossas cidades com o ar mais importante do mundo. A alguns desses, recomendo um passeio de barco pela Miami Bay ...

BANDA VISUAL: A modelo ( sei la do que) croata e a micro saia, mais os sapatos cor de rosa style Monroe.Nao, nao estou a olhar, mas esta mesmo a minha frente...




escrito por alvaro �s 8:09 da tarde
|




 

SHAME ON U MR BUSH: a estreia do novo de Michael Moore, e a conversa mais quente do momento.E a historia pode ser demasiado complexa para caber num mero exercicio de bloguismo tropical: mas o facto de nada nem ninguem ter impedido o filme de se estrear num momento tao delicado e pre eleitoral, significa que a militancia da sociedade civil americana e um facto, e que este grande pais, dispoe de formas de permitir a exibicao de conteudos que ficariam nas maiores gavetas governamentais que pudessem ser criadas para o efeito: e se a Disney cria dificuldades, a Miramax da a volta, refinancia tudo e coloca o filme no circuito comercial mainstream.Uma comissao de especialistas em factos vasculhou o filme , permitindo com as suas conclusoes ,aumentar a confianca do realizador e da produtora na veracidade , ou e pelo menos na confirmacao daqs graves acusacoes que sao dirigidas a G W BushAguarda.se pelo que vai acontecer este fim de semana...

BANDA SONORA: Os Snow Patrol na MTV 2




escrito por alvaro �s 7:43 da tarde
|




 

MOSQUITOS, A NO NIMOS E IN BEJAS: nunca percebi o masoquismo deste tipo de anonimos, In Bejas e outros makakos do mesmo zoo, que anda pelos blogs a debitar os seus problemas sexuais .A este tipo de artistas o que posso dizer, e que e como disse aos mosquitos dos pantanos da Florida, sou um gajo do Porto.Ou que abram blogs sobre o mesmo masoquismo, para usarem melhor o seu tempo , que pelos vistas desperdicam com alguns dos mais insectais comentarios que conheco: os anonimos, in beja osos, e com menos cerebro que os mosquitos do pantano de Flamingo City.AMEN

Do Gainete do Presidente( sera que alguns destes mosquitos vai levar esta assinatura a serio?) nao me admirava< pelos menos os mosquitos das everglades conseguiram viajar de graca no carro,mostrando uma rara inteligencia para a especie.
Gracias

P.S. ja o disse uma vez> comentarios ao nivel mosquital, sao bem vindos e ate se juntam ao circo< agora , e nao foi o caso das patacoadas que referi como exemplo desta doenca bloguista, que nao passam disso mesmo, patacoadas,como se devem recordar, durante algum tempo os comentarios foram suspensos.Voltarao a se/lo se do nivel mosquital passarmos para o nivel larval....insectos a parte, bloguem com a graca de Deus.




escrito por alvaro �s 7:09 da tarde
|




 

Aljubarrota Now!: "...E subimos o rio � procura do capit�o Kurt mas apenas encontramos o sargent�o Scolari - as altas patentes estavam assombradas com as suas t�cticas de guerrilha at� ent�o. O embate com os Gregos fora uma trag�dia. Com os Russos uma perestroika. Para os espanh�is pedia-se uma nova restaura��o".

Hoje chove nesta cidade e continuamos a ser "comprados" pela disciplina econ�mica espanhola atrav�s das suas empresas que v�o tomando o nosso pa�s de assalto. Mas ontem a "F�ria" foi portuguesa e o "Fado" triste espanhol.

Jog�mos, encantamos e ganhamos o direito de cantar o hino sem melindres de nacionalismo bacoco ou tristezas de vit�rias morais. Este povo vive na infelicidade de acreditar na esperan�a. Vive a sua vida a cada noventa minutos. Constr�i os seus her�is novos mas sente no peito quando recorda "egr�gios av�s".

Podem dizer que � s� futebol, mas eu gosto...

Ainda � cedo para se ouvir o "The End" pois o rio ainda � longo e desagua em Lisboa.






escrito por Ricardo Salazar �s 11:51 da manhã
|




 

WES, LEMBRAS.TE DO COSTINHA?: o KINA em questao sou eu;a tee shirt pendurada na sala exclusiva do ristorante da avenida Washington da Gabs e visualmente a que a minha filhinha kiki kota usou ontem durante o aljubarrotico Portugal Castela.O guiao inclui , um bar irlandes, um argentino encerrado , 20 dolares para ver o jogo, estudantes de medicina dentaria da Universidade de Fort Lauderdale, um casal de brasileiros com ar de actores da Telemundo ou da Globo, um americano , ex internacional sub 16 pelo seu Pais e promotor de noites tematicas em Miami e uma entourage digna da do Snoop Dogg que entrou pela sala dentro no preciso momento em que Strachan, Lineker e Schmeichel iniciavam os comentarios e se tocava a Portuguesa.Inicialmente pensamos , eu e a Gabs , que se tratavam de rappers norte/americanos.Mas rapidamente percebi que os conhecimentos de soccer , nao eram vulgares.E quando ,reagiram ruidosamente as cavalgadas de Cristiano Ronaldo, percebi que se tratava dos defesas do Manchester United, Wes Brown e da estrela suspensa desde ha 8 meses, Rio Ferdinand.Desde o primeeiro momento que torceram pela seleccao nacional portuguesa,aplaudindo, gritando e incentivando desde Miami Beach, em especial quando o menino da Madeira( que percebi estar nas boas gracas do plantel do Man United), decidia partir a defesa espanhola , e quase que abria o marcador, momento recebido por toda a sala com intensidade maxima. La fora o luxuoso e alugado Hummvee de Brown, aguardava a entourage para o que foi de certeza uma noite longa para as estrelas do Man UNITED, que apurei estarem de ferias por estas bandas, tal como e por exemplo Benny McCarthy fez no ano passado, confirmando que esta area, e destino de eleicao das maiores estrelas de futebol do mundo...
BANDA VISUAL> O relogio, onda 50 Cent que Rio, usava no pulso esquerd0....




escrito por alvaro �s 6:06 da manhã
|




 

FERDINAND SEM FRANZ;WES COM BROWN: Por um motivo qualquer faz ainda mais calor a noite, do que durante o dia.isto e , a torre do Delano, mostra que a temperatura nao desce dos 88, quase 35, desde que aqui cheguei.Maior apenas , as mamas de cujo campo visual nao me pude desviar na noite passado no muito Miami Vice, Prive, algures entre um harem privado do P Diddy( habitual frequentador dos 8 ou mais clubes, incluindo o Opium Garden, que ao estilo do clube do filme Zoolander se espalham pelo Palacio de recorte marroquino),e um episodio do imaginario Miami Vice agora com Joaquim de Almeida e Pharrel Williams como herdeiros dos fatos Versace que estao outra vez na moda.Voltarei ao Prive e ao crash mamario que tive.Mas por agora, a vossa atencao para o post seguinte: como um Kina, no Sports Cafe de Washington Avenue, descobriu que ao lado estavam Rio Ferdinand e Wes Brown, a torcer pela nossa seleccao...

BANDA VISUAL: Beavis and Butthead, mais actuais do que nunca na MTV 2




escrito por alvaro �s 5:50 da manhã
|

 



domingo, junho 20, 2004

 

DESCI O CANAL FLAMINGO E VOLTEI...COM MENOS CEREBRO MAS VOLTEI: vou bazar, ainda crashado pela inacreditavel shakira da avenida collins e pelas damas de honor que entraram aqui no D Vino, onde acabaram de me oferecer queijo e vinho, sei la pk....deve ser do bronze, e do meu sorriso de macho europeu .Antes, o delirio que foi a acida e caleidoscopica trip ao fim do mundo, vulgo Flamingo City, que e naturalmente nao tem flamingos, mas tem um canal cheio de crocodilos, por onde desci durante 1 hora, guiado por um comandante onda Apocalypse Now, e um guia que mais parecia um comediante , stand up,um comunicador fora de serie que daria 156 a 0 a maioria dos seus colegas lusos e 155 a 0 , alguns luso comunicadores , da Lusitania Lusa. E ainda por cima, onda freak de woodstock , que explicava que apenas foragidos, alucinados ou foras da lei , tinham escolhido semelhante area do Parque Nacional Everglades para viver.Pelo meio eu e a Gabs Carrilho estivemos na Africa Ocidental, no Caribe anglo, chamado Florida City, sob tempestades tropicais, arco/iris duplos, nuvens alucinadas que despejavam chuva aqui, para nao o fazerem 1 km }a frente, tudo isto sobe um ceu opressivo de cores expressionistas, rasgado por trovoadas proprias da epoca de furacoes qie se vive por aqui desde o primeiro de Junho.E sim vimos crocodilos, passaros estranhos, coelhos que mais pareciam esquilos e insectos dementes que teimavam em querer viajar a borla como se fossemos Greyhounds humanos.E nao, nao fumei nada, nao ando a ler Alice no Pais das Maravilhas e sim fomos de Miami Beach a Flamingo e voltamos.E os 18 dolares da viagem de barco foram devolvidos porque uma tempestade tropical obrigou.nos a regressar ao embarcadeiro e enfrentar umas velhotas equipadas de mosquiteiros ambulantes que as faziam parecer aliens , estilo personagem interpretada pelo Tom Hanks no filme Terminal que pude ver, no conforto gelado do complexo de cinemas Regal 18.Confusos? possivelmente , mas se fizessem tudo isto me menos de 10 horas, a que se juntam os posts anteriores, a chuva quente , a bater no barco em estilo Hearts of Darkness, a base escrita por Joseph Conrad, para Coppola adaptar na sua outra descida aos infernos e as lesoes nos joelhos da Britney Spears e os repelentes de mosquitos e o facto de os ter ameacado , gritando em plena selva da Florida que era um gajo do Porto e nao um turista niponico, e que avisassem os outros mosquitos que estavam perante um portuense marado e f... com os abusos dos bichos , da para perceber que devo mesmo descer a avenida collins, regressar a ocean drive e nadar nas piscinas do condo que alberga este vosso jovem amigo..

BANDA SONORA: Britney Spear em estilo disko sound MIAMI bEACH




escrito por alvaro �s 7:14 da manhã
|




 

DEULADEU, NUNO ALVARES PEREIRA, D.AFONSO HENRIQUES E MIAMI BEACH: fala/se do Portugal Espanha por aqui. Apetece/me dizer a Deuladeu para ressuscitar e atirar azeite a ferver la do alto do seu castelo de Moncao.Por vezes e por muito que goste de Espanha, nao tenho paciencia para os complexos de Edipo dos castelhanos.Eu e a Gabs Carrilho vamos ver o jogo no bar argentino de Washington Avenue, de cachecois e t shorts, exacto era erro, mas acaba por estar certo, t shorts, t shirts , vai dar tudo ao mesmo.Alias, quando ando aqui de t shirt e calcoes sinto/me demasiado vestido face ao calor que desconhecia existir sobre a face deste planeta.Agora falam de Zidane, Croatia e Euro 04.Tem sido divertido?aqui vi o telejornal em real audio por uma vez.Ainda percebo portugues, gracias, thank u.Apesar de estar emigrado aqui vai para uma semana, e o cerebro estar um pouco frito, ainda entendo.Mais girls, quase despidas , quando sao 2 da manha.Dude: quem estava muito a frente, era mesmo o Ponce de Leon, o Oliver Stone,o Lenny Kravitz, e o Versace.Todos por razoes diferentes, mas validas.Estou mesmo a gostar desta cena e nao me importava de virar um beach bum profissional....

BANDA SONORA> dance music , aqui na cena onde estou...




escrito por alvaro �s 7:01 da manhã
|




 

REBUCADOS PARA O NARIZ DAS MIAMENSES: wow...que Shakira era esta? e ainda por cima pelo olhar matador, nao era gayzola.Bou mesmo ficar por aqui e ja nem bou de volta para o Internacional aeroporto do Porto;e vou ficar acampado, especialmente nesta zona da Avenida Collins, onda poetrasto romantico a morrer de amores , bebendo absinto non stop.Sao 2 da manha, ainda nao descemos dos 28 graus e daqui a pouco vou nadar para a piscina do Condo e fazer um jacuzzi ao ar livre. Olha para mim, todo vaidoso e armante e nao sei que...quero la saber.Estou mais interessado na piscina e na linda, melhor, celestial Shakira da Avenida Collins do que pensam ou nao pensam, ou continuam a pensar. Vou para a piscina la para as 4 da manha e quem nao gostar que se queixe.Quem nao se parece queixar mt , sao as narinas das meninas e meninos que vi ainda ontem a celebrar a brujeria do Draco Rosa. Ou estava alucinado, influenciado por Tony Montana e pelo filme Blow, ou as picadas dos mosquitos gigantes das Everglades finalmente estao a fazer efeito, ou os gestos repetidos e quase comuns que fui observando, nao eram propriamente para curar a constipacao , ate porque ninguem se constipa no sul da Florida.Nao era mesmo, pensando bem, era nose candy, uma especie de guloseima muito disponivel, por estas bandas. Volta Tony Montana, estas perdoado! e , nao me chame alvaro e nao seja um caxineiro portuense de recorte transmontano, s enao hei/de voltar a ver a Shakira da Avenida Collins

BANDA SONORA:os olhares do rapaz da frente. Sera que ainda nao percebeu que nao estou , por agora, virado para esse lado?




escrito por alvaro �s 6:46 da manhã
|




 

MARRY ME! NOW: vi mesmo agora, the most beautiful girl i have ever seen....MY GOD!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
WHAT IS THIS? que anjo desceu a terra, melhor a este paraiso abencoado por Ponce de Leon?estava com o namorado , este meio zombie ou entao demasiado habituado. GOD BLESS MIAMI, AMERICA, OU O PAIS DE ONDE ESTA CRIATURA TENHA VINDO. e agradeco aos pais e a linha genetica que a caracteriza. Fui como que atropelado por um camiao Mack ou por um alligator dos canais da cidade de Flamingo, no fim do mundo, ou no fim da Florida, o que vai dar ao mesmo.Mas que se fodam os crocodilos e os mosquitos dos pantanos.MY GOD!!!!!!a serio: casava/me ja e nem sequer troquei uma palavra.Mas um olharzinho muito bonito. E o perfume......am i on acid, miami acid?

BANDA SONORA: sei la..estou crashado< ko< alucinado.Mean it Folks: so por este momento valeu a pena vir aqui....




escrito por alvaro �s 6:36 da manhã
|




 

SHAKIRAS LESBICAS E J LOS DE SEGUNDA: sotaques argentinos, cubanos, venezuelanos e espanol anglo, decoram o ar pefumado desta minha noite em Miami Beach.Noite que desaguou no muito selecto 1501 Barton G Club , o que resta das experiencias live da Billboard, e o local onde ontem a rainha de Miami J LO THE FIRST, surgiu para validar o showcase do novo sr Lopez, Marc Anthony de seu nome. A cena hoje era um pouco diferente, mas nao muito: a brujeria de Robi Draco Rosa, foi recebida com o delirio que se poderia aguardar de uma audiencia rendida ao ritual , ainda mais esquizo e mega frenico que Rosa veio apresentar no sitio certo.E que audiencia, ladies and gentlemen: sub J Los, Shakiras lesbicas, aos pares e activas,confirmando a extrema gayzolice da cidade, Vin Diesels virtuais, seguidores de Tony Montana e rockers e rockettes e aqui o vosso amigo,participaram no ritual sob uma temperatura geladamente estupida( do suor humido do exterior, passei para um estado de semi criogenada e pre conservacao na geladeira) , mas muito agradavel que faz qualquer clube portugues em Dezembro, uma verdadeira South Beach.Mais duro e rock do que em Madrid , Draco confirmou a multi dimensao artistica que o torna uma criatura interessante, mesmo se a audiencia latina na sua esmagadora maioria, nem sempre tenha levado pacificamente, com as rajadas de alice in chains, cult e the cure com que a banda disparava em todas as direccoes...

BANDA SONORA: o dark e muito voodoo, Brujeria, e os incoerente e imprevisiveis comicios do artista....




escrito por alvaro �s 6:20 da manhã
|




 

MIAMI, 1.12 AM: 1.12 am. Miami Beach, multifrenica de sons: beat boxes, boom boxes, rap latino, hispanico, gangster, bandas sonoras do delirio que se chama saturday nite cruising nas avenidas collins, washington e na eterna ocean drive.E os 30 graus que nao descem< a humidade tropical que se cola e os corpos de todos os tamanHos e feitios que se bamboleiam pela cidade .Saturday nite in Miami, folks

BANDA SONORA: o som dos Gators e dos crocodilos americanos nas everglades/




escrito por alvaro �s 6:11 da manhã
|

 



sexta-feira, junho 18, 2004

 

SCARFACE E VARIEDADES: Nao se trata do santo padroeiro, mas poderia ser . Por todo o lado, nas mais imprevisiveis circunstancias,la surge a sua cara.Sao Pacino, Al Pacino, ou melhor Scarface.Icon de Miami , do gangsterismo, da neve de Peru e da cidade que ficticiamente o abrigou e a quem devolveu glamour e fashion perdidas entre os varios cemiterios elefantes que a definiam nos 70.Em 2004, so falta erguer o busto,numa praca da cidade um pouco ao jeito dos minhotos ,amigos e familiares de Antonio Variacoes.

BANDA VISUAL: uma shakira toda doida , aqui mesmo ao lado.Agora entendo o fascinio dos G rappers( quase todos a chegar para o week/end) por este balneario art deco




escrito por alvaro �s 8:54 da tarde
|




 

SUPERSIZE YOU: too hot....e mesmo com a parada topless, o mar azul esverdeado e morno, nao era possivel resistir.E resistir sera o termo certo aos que conseguirem ver SuperSize Me , o hilariante,rigoroso e divertido docufilme: durante 30 dias,sob uma dieta all macdonald s,seguimos as aventuras do autor/realizador....possivelmente, deixarei de ter vontade e de uma vez por todas de saborearem um big mac.Mas a historia nao acaba aqui, e se nao e possivel fazer a ligacao directa entre a exibicao do filme na ultima edicao da Sundance e a mudanca de design e menus da mascdonald s america, como por ex o fim dos tais supersize menus, o facto e que as ondas de choqe levantadas pelo docufilme sao enormes:nao creio que exista uma distribuidora interessada, mas a importancia do documentario , pode ser classificada de total: para os que gostam , para os que nao gostam e acima de tudo para quem esta interessado em olhar o mundo real.Na onda dos documentarios de Michael Moore, Supersize Me, diverte, informa, cria polemica e finalmente : cinema em estado puro,,,,

BANDA SONORA> o uso de Pusher Man de Curtis Mayfield , durante o filme , e um momento sublime




escrito por alvaro �s 8:39 da tarde
|




 

Portogolo!!!!: A cidade do Porto est� bel�ssima!

Suecos e italianos na Pra�a da Liberdade, alem�es e croatas na Cordoaria, holandeses em Santa Catarina, dinamarqueses no "Piolho", espanh�is em Sampaio Bruno... Todos na Ribeira e uma ressaca que me durou quinta-feira todo o dia.

Agora resta a Portugal ganhar mais quatro jogos, porque a mais importante competi��o, a de bem receber, est� j� ganha!




escrito por Ricardo Salazar �s 4:04 da tarde
|

 



quinta-feira, junho 17, 2004

 

SMOOTHIES DE MANGA< BANDOS DE RAPARIGAS BEM NUTRIDAS: SCARFACE E DOMADORES DE ALLIGATORS: super fresco e alimenticio o smoothie de manga, que paga o uso de net de alta velocidade, que utilizo para blogar deste ponto do planeta. I am out of here, boys and girl. A tarde de Miami Beach espera.me. Sao 4 da tarde e o o cocktail de cores, mais parece uma trip de acido, daquele que deveria ter existido nos anos 60.Wow!!!!Far Out. E viva Portugal!!!!

BANDA SONORA: o grande QUIM Barreiros na Intermete




escrito por alvaro �s 8:47 da tarde
|




 

GELO SECO , NEONS, ART DECO E SHAKIRA AX: shakira , versao dance, style armani AX, entre o rigoroso ar condicionado, que no exterior e enviado para os transeuntes em fomato gelo seco, uma experiencia south beach, algo acida e bizarra.Mas a humidade, natural , e o calor possivelmente excessivo para os neofitos justifica essa benesse dos restaurantes e cafes de ocean drive, alguns abertos 24 horas, amplificando a sensacao de set de filme, cenario fora de tempo, 50s style olhado a partir do seculo XXI....

BANDA SONORA: SHAKIRA DE BARRANQUILLA, COLOMBIA.E POR FAVOR, NAO A COMPAREM PREGUICOSAMENTE COM ANASTACIA .OK...E ainda a estacao de 12 polegadas de dance music, que escuto desde que me encontro neste D Vino cyber lounge




escrito por alvaro �s 8:16 da tarde
|




 

CABARET DARK,OU HAVANA BY THE 19TH AND COLLINS: o conceptualista pop Robi Draco Rosa esta na cidade: sitio ideal para o seu cabaret dark e brujo.No proximo sabado, num clube da Collins Avenue, alias a avenida para o rock and roll, neste caso o Rok e o Mynt, os dois clubes situados lado a lado, num bloco art deco de rigor maximo, ja a caminho da downtown, onde com ( pouca) imaginacao , podemos imaginar que Batista e Castro , ainda se cruzam ao volante de um Oldsmobile de 1952n

BANDA SONORA: a chuva tropical de ontem e a respectiva danca, tal como Draco a efectou em Madrid na noite do milagre de Old Trafford




escrito por alvaro �s 7:50 da tarde
|




 

BIDEOS, OUBIDEOS E CONDOMINIOS: nao foi facil desligar dos 400 canais de TV, que enfeitam a vida dos moradores do condo de Miami Beach onde estou acampado : se juntar as duas piscinas, o health club tao bem equipado como alguns nacionais que cobram mais de 100 euros por mes, e ainda o jacuzzi e a seguranca privada,fica claro que summertime se torna easy na terra do verao eterno.Mas, mais do que as centenas de canais ( e o espaco digital chega aos 900) a cena que me interessa revelar , e a divisao da MTV e da VH1 em canais tematicos, que para os fans dos respectivos estilos escolhidos se tornam hipnoticos.MTV JAMZ, MTV HITS E MTV 2, cruzam.se com os neofitos VH1 CLASSIC, VH1 COUNTRY , VH1 MEGAHITS e ainda VH1 SOUL.Restam os canais maternos e paternos, afinal o que com as variantes locais, recebemos no sistema de cabo nacional.Esta realidade , desconhecida da maioria dos espectadores, explica o espaco dado ao lifestyle, e reality shows, a dieta essencial do que se poderia chamar MTV 1 e VH1.Por isso, ambas as estacoes nao passam mais de 10 videos por dia, e se transformaram em canais de estilo de vida, em baby generalistas, ou se quiseremos nas generalistas do futuro.Em Portugal, a MTV local tera de se adaptar a esta realidade e o seu publico, pedir ou exigir espaco para os canais alternativos, onde e tal como no concorrente FUSE, a video musica ainda nao atrapalha...

BANDA SONORA: OUTKAST E CEE.LO NO VH1 SOUL




escrito por alvaro �s 6:58 da tarde
|

 



quarta-feira, junho 16, 2004

 

RIO E TEJO OU BELAS VISTAS E PARQUES: E para que conste o doutor do rock and roll nao tomou de assalto este bloguistao: faz parte do team: tem total liberdade de escrever o que achar conveniente: nao sou policia e tenho total confianca na sua seriedade e rigor.Muito do que escreveu sobre os festivais , assino por baixo.Estive nos 2 e tive oportunidade, ao estilo dos bons /rapazes de dizer o que penso.Na emissao da 3, voltei fazer o mesmo.E resumindo nao gosto de partidos unicos;nem de regimes totalitarios, embora e ha que dize.lo se a MC conseguiu esse pleno , e porque tb fez por isso, aproveitou faltas de comparencia de outros,enfim adquiriu direitos legitimos. Como sera legitimo criticar, observar sem os fantasmas de listas mais ou menos negras ou de receios desse poder , real ou imaginario criado por uma especie de linha de estilo japones , keiretsu, que modela a industria automovel niponica e por exemplo no ocidente, uma empresa como a Clear Channel.Na guerra RioV Tejo,e fazendo um resumo do que li e ouvi, o Rio ganhou em espaco , conforto, design e servicos. Perdeu no cartaz. O Tejo ganhou no cartaz e perdeu no resto.Mas salvou/se a honra nacional, do Festival nacional dizia um dos cronistas muito aceso pelos Pixies.Que afinal nao vieram vender nostalgia ou memoria como outros malditos que o fazem regularmente.Nao. Os Pixies vieram para arrasar e arrasaram o que foi arrasado.Uma parte dos tais 70.000 mil.Uma parte repito, um porcao, nem toda arrasada .Incluindo os jornalistas arrasados antes do concerto comecar.Tal como o Tony Hadley arrasa no casino;os Duran Duran nas arenas;os Doors XXI nos festivais e o Wayne Newton em Las Vegas e claro o Clemente em New Jersey.Mas hiperboles predefinidas a partida, o essencial era mesmo que se percebessem duas coisas:1. que de facto o Rock in Rio e um festival mundial; que tem outros orcamentos e apoios( nao sei nem me interessa se as portas estavam abertas ou nao estavam aos estrangeiros); que trouxe angulos de marketing e comunicao especificos; e que o mayor da capital e o ministro rock and roll estiveram na Bela Vista, mas e a aparentemente nao estiveram em Loures.Os analistas desta cena que facam os comentarios ou extrapolem como acharem conveniente.Possivelmente os croquetes e os rissois da Bela Vista eram mais tropicais e o chopinho mais gelado.Que e agora 2. os festivais nacionais nao tem as mesma armas ,nao sao macdonalds dos concertos, ate sao o FCP dos mesmos( trabalho e rigor) mas aguentam.se com cartazes.Nao sao evangelistas nem excessivos, e ate conseguem 70.000 com menos custos,menos grades de seguranca,menos barraquinhas de comes e bebes,menos ecrans de video decentes,menos torres de som complementares e ausencia de design de centro comercial rock and roll. E ate menos funcionarios e apoios politico sociais .Pois:as alineas a e b estao validas para os dois; apenas que e no caso do segundo , gostaria de saber se nao e possivel fazer melhor, e equipar os recintos com algo mais do que os ecrans de video que realmente la estavam , entre outros pedidos que e de facto o Rock in Rio, veio colocar na mesa das realidades e nao da critica sem sentido, e parcial.Nibguem no sue juizo perfeito pode comparar orcamentos e dimensoes, mas pedir que( e trata.se de algo que escrevo, digo e comunico ha muito) se melhorem condicoes e se evolua nos conceitos, nao me parece demais. E aqui sim , o feito de partido unico pode ser considerado, no que cristaliza conceitos que funcionam por e muitas vezes tambem nao existirem outros.E saber se a organizacao do SBSR VERSAO 04 fosse outra, alguns dos herois do bar que escreveram as cronicas , teriam sido tao suaves e compreensivos com falhas , que possivelmente sem os servicos do Rock in Rio, passariam despercebidas. E outra nota; ja se viram outras marcas , outros servicos mesmo no SBSR. Nao sera altura desses cientistas do marketing dos chocolates, alimentacao e servicos perceberem que podem e devem participar em eventos que em meados de 90 eram considerados de risco, para malucos perigosos e de low market....

BANDA SONORA: Lenny Kravitz , junto da barraquinha da cidade de Loures....




escrito por alvaro �s 8:21 da tarde
|




 

QUE VIVA GABS CARRILHO: Poderia ser um detalhe:mas estou apenas a 4 blocos dos escritorios para a America Latina da Universal, liderados por uma portuguesa chamada Gabriela Carrilho.Outra das razoes e esta bem importante, porque me encontros neste preciso local do nosso belo planeta.Jative oportunidade de expressar o que sinto por a ver numa posicao estilo Luis Figo da industria discografica ou e pelo menos de achar que apesar de tudo, por vezes, embora poucas, o merito ainda tem algum merito na paroquia dos bips dos festivais de musica,pata quem o que atrapalha sera mesmo a musica, trocada por doses cavalares de rissois e croquetes e estupidez a um nivel tao de.mente como os jornais nacionais da 8.O problema nao sera precisamente este: o problema e que a musica , atrapalha os profissionais da mesma, em especial os que decidem, e lideram ,com ou sem justica, os departamentos respectivos e presumem que nesta area, existem horarios e fins de semana e relogios de ponto mentais, que e apesar da crise (real) ,explicam mais e melhor , porque e por exemplo aos domingo, nao se vislumbram as caras da industria ou la o que e( e aqui coloco todas as areas), nos locais onde acontecem eventos.E que por exemplo alguem me tenha confidenciado que nao havia jornalistas disponiveis para uma entrevista rara com um artista que recentemente nos visitou, ja que esse encontro apenas se poderis efectuar a um domingo. Ainda ontem, e embora nao possa por todas as razoes revelar as conversas e as bandas que foram citadas, pude ver in loco , no seu gabinete da avenida Collins, a nossa Gabs funcionar em pleno.UM delirio completo ver como uma portuguesa( e estas merdas nao estao na testa, tipo tattoo, embora existam inteligentes a pensar assim) , a vencer as limitacoes que a sua nacionalidade costuma impor a quem tem horizontes mais vastos.Em especial , no rectangulo de origem onde em certas areas ser bom e competente e profissional, pode ser uma sentenca de morte artistica e criativa.

BANDA SONORA: uma amazing versao de AMAZING , de George Michael




escrito por alvaro �s 8:02 da tarde
|




 

MY AMY: De cemiterio de elefantes, a cidade mais do que in e fashion, apesar de conservar o ser caracter de violento hedonismo e excesso , que pessoalmente me diverte, foi um passo de gigante iniciado por Scarface , amplificado por Miami Vice, redefinido por Versace a agora confirmado pela astronomica quantidade de nomes do show biz que fazem desta area a sua residencia base.Nao admira que o verdadeiro e primeiro clube de Rock , chamado Rok, tenha aberto ha poucas semanas e que a maioria dos concertos se passem fora do perimetro urbano , na zona de Pompano Beach onde esta semana era possivel ver Thrice e Dashboard Confessional e em breve um festival indie./darko com os Cure e Interpol como cabeca de cartaz.Mas , a posicao central no universo hispanico ou latino e as razoes que levam Kravitz, P Diddy, e ouyros a ter a sua bese em Miami Beach, estao a transformar o cemiterio de sol e mar , numa nova versao ainda a uma escala reduzida , de Los Angeles para o mundo do hip hop e latino, com os premios MTV e Grammy Latinos como pontas do icebergue dessa realidade, afinal um dos objectivos profissionais , leram bem profissionais,pois....que me trouxeram a estas bandas,,,,,
BANDA SONORA: marc anthony , sr J Lo, um dos representantes da ala sensivel e artistica da comunidade hispanica, e uma das formas que a empresaria actrriz , encontrou para se humanizar,,,




escrito por alvaro �s 7:41 da tarde
|




 

VIVA VERSACE: Perguntam.me se abandonei o meu proprio Blogustao: claro que nao; mas e simplesmente nao me apeteceu escrever.Ou e mais simplesmente a mesma forma de blogar que me leva a desaparecer de vez em quando: ou ainda ego trip , para ver se sentem a minha falta.UM bocado de tudo isso, possivelmente.O sol brilha esplendoroso quando sao 2.30 pm aqui, neste cyber caribe.A praia chama e se calhar mais uma observacao do Palazzo Versace, um dos novos e morbidos pontos de passagem da incomparavel Ocean Drive.O circuito torna.se simples: news cafe de manha, e o seu wc de recorte hollywodesco: nao e todos os dias que temos a companhia fotografica de stars da Hollywood dos anos 30, enquanto despejamos o conteudo da fresquissima pina colada ingerida 10 minutos antes.Os passos que seriam curtos do designer italiano( alias muito homeneageado, numa cidade com o seu recorte visual) e eis o palazzo , um pedaco de toscania entre os tons pastel e electricos da Drive.Mas rapidamente a visita de romagem, algures entre a Limousine funeraria de Los Angeles e o primeiro de novembro luso, se perde na imensidao das aguas esverdeadas da praia, logo ali ao lado.E na verdade, que se dane o Portugal Russia. Sao 2.30 e possivelmente sera o telemovel a dizer.me se vamos beber uma vodka geladinha ali na Segunda Circular. Ou acham que o futebol consegue competir com as areias da praia de Miami....

BANDA SONORA: O delicioso espanhol da cubana do bar de sumos




escrito por alvaro �s 7:25 da tarde
|




 

Welcome to America, mr Kosta: Collins Avenue. Miami Beach:sejamos rigorosos, ate porque Cascais nao fica em Lisboa.E de um bar de sumos, smoothies e outras iguarias semi tropicais, entre sons de uma America Latina, Cubomatic,hispaniola e profundamente despida, regresso do mundo dos zombies da bloglandia, para daqui a pouco, procurar o sports bar onde posso ver o jogo, ou regresssar a Ocean Drive, ou a praia, ou mesmo continuar a fazer o tracking dos clubes fashion deste enclave: o cro bar, o rok ou o prive, todos situados nesta avenida,Art Deco, a poucos minutos do longinquo Portugal, Russia.Outside, esta de novo a America.Mas esta ,evoca Ponce de Leon, e exploradores da sensualidade que a jovem vestida de saia folhada e top , expressa da cabeca aos pes. Claro que ela disse gracias em vez de thank u, E o argentino manager ,de sotaque porteno carregado, responde na mesma moeda a uma especie de sosia dos bad guys latinos dos filmes, virtualmente membro de um gang cholo,que se despede sonoramente do argentino. E desta avenida de lojas Versace, Armani, Kenneth Cole e de hoteis dec(o)dentes, e que olho da esquina com a rua 11, as cores amplificam o efeito de trip de acido, que me afecta desde que aterrei aqui, numa noite de humidade tropical, tao violenta e intensa,como as cores das t shirts de selo Armani Exchange que ( ainda) hesito em comprar,convencido que so fazem sentido entre a rua 6 e a 14 , deste bantustao de delirios que se chama Miami Beach.Welcomo to America, once again Mr Costa, saudo.me a mim proprio

BANDA SONORA: As bombasticas boomboxes ambulantes que sobem e descem avenidas de Miami Beach




escrito por alvaro �s 7:06 da tarde
|




 

Debaser: Car�ssimos, sobre os coment�rios recebidos, esclare�a-se:


1. n�o estou a especular;

2. felizmente, n�o houve qualquer problema s�rio - porque se tal tivesse sucedido, pelas raz�es j� do dom�nio p�blico, muito dificilmente haveria capacidade de resposta;

3. A M�sica no Cora��o responde por uma quest�o de legitimidade processual - a organiza��o � da sua responsabilidade ( tal como foram os lucros e proveitos do evento);

4. Por uma quest�o de "aquele que, com dolo ou mera culpa, violar ilicitamente o direito de outrem ou qualquer disposi��o legal destinada a proteger interesses alheios fica obrigado a indemnizar o lesado pelos danos resultantes da viola��o" - art. 483� n � 1 do C�d. Civil.

5. Pelo facto de que no verso do vosso bilhete dizer: "O possuidor deste bilhete perder� os seus direitos ao sair do recinto" - que direitos s�o estes ?

Face ao que actualemnte estamos habituados ser�o:

a ) de poder visionar um espet�culo musical de forma plena ( a express�o inglesa "pixies" pode ser traduzida como pequenos e n�o "microsc�picos" duendes;

b ) de poder ser servido com respeito e qualidade m�nima ( caso de comidas/bebidas );

c ) de ter acesso a infraestruturas ( casas de banho, por exp.) dignas dos padr�es ditos "normais" no ano de 2004;

Por estas raz�es, e muitas outras que tamb�m voc�s podem apontar, estas coisas n�o se podem repetir.

A t�tulo de exemplo, recordem a �ltima edi��o de Woodstock ( 1998, se n�o estou em erro ) e lembrem-se dos motins, dos feridos, das viola��es, etc que ocorreram, quando a gan�ncia de uma organiza��o sobrep�s-se ao bom senso...

A t�tulo de conclus�o, eu n�o tenho, naturalmente, nada contra a M�sica no Cora��o. S�o uma empresa monopolista e que domina o mercado, mas isso toda a gente sabe.

M�rito tiveram de trazer um cartaz magn�fico, muito melhor do que o Rock in Rio. Mas n�o, n�o gostar de monop�lios n�o significa que se seja "anti-nacional".

Sobre o investimento nos festivais. "Panen et circenses", meus amigos...




escrito por Ricardo Salazar �s 3:37 da tarde
|

 



terça-feira, junho 15, 2004

 

Wave of Mutilation: Como � que se est� � espera de algum respeito quando o mesmo n�o � rec�proco? Passo a explicar:

- Como � que a M�sica no Cora��o - empresa monopolista promotora de espet�culos - ao tratar os seus consumidores em est�dios comparativos a "gado em transporte com excesso de carga", espera que os seus empreendimentos sejam dignos de algum louvor?

A ponderar:

1 ) Porque � que quando o Rock In Rio anunciou que vinha a Portugal recebeu tantos apoios e cobertura?

2 ) Porque � que o Super Bock / Super Rock n�o tem mais apoios?

3 ) Porque � que o Super Bock/ Super Bock, ao longo de dez anos j� teve tantos formatos, desde ser no Porto e em Lisboa, em lisboa e Madrid, etc?

4 ) Como � que se permite que estejam mais pessoas num recinto de espet�culos do que as que s�o humanamente suport�veis?

5 ) Quais as consequ�ncias quando tal n�o � respeitado?

6 ) O que n�o permite que:

a ) se veja convenientemente os espet�culos;
b ) se possa beber os produtos do patrocinador oficial ( � rid�culo que num festival patrocinado por uma marca de cervejas esta n�o tenha stands em n�mero suficiente para o p�blico );

7 ) E quando se quer comer algo, temos filas onde se espera duas horas para pr�-pagamento e mais duas horas para receber o que se encomendou??????

8 ) Para al�m de n�o haver transportes bem organizados...

� claro que nenhum jornalista vai falar sobre isto porque- hora de equa��o matem�tica, pessoal:

- Jornalista: borlas - zona vip - tudo porreiro;
- consumidor normal - paga pre�os cada vez mais elevados - paga tudo que precisa pois n�o pode levar nada para dentro do recinto ( se n�o n�o se pode explorar com o pre�o da cerveja l� dentro ).

Se os jornais abrem muito a boca, deixam de receber borlas...

Se calhar � tempo de uma ac��o popular, para que isto n�o se repita...




escrito por Ricardo Salazar �s 1:16 da tarde
|




 

Back on the Chain Gang: Ora viva! C� estamos de volta, depois de Odeceixe, Lagos e Lisboa, numa semana retemperadora. Tivemos praia, Aretha Franklin, Pixies, Nick Cave, Beach Boys, Serge Gainsbourg, epis�dios v�rios do Southpark, acabamos o "Sangue Romano" de Steven Saylor, entre muita banda-desenhada.

E, chegado ao Porto, estranho o marasmo deste blog.




escrito por Ricardo Salazar �s 1:10 da tarde
|

 



quarta-feira, junho 02, 2004

 

Let�s Have a Party!!!! : .

Los Bewlay Brothers aka Ziggy Edu e Iggy Salazar

Presentam:

Nueva * Fiesta * Forever * All * Night * Long *

- 12 de Junho, pelas 23 h 00 -

Caf� na Pra�a @ Cl�rigos.


Entrada Livre

Anunciai, passai palavra, tragam um amigo tamb�m!!!!

For Rockers, Lovers and Dancers.




escrito por Ricardo Salazar �s 5:48 da tarde
|

 



terça-feira, junho 01, 2004

 

Muito Prazer! : "Paradoxalmente, � essa infelicidade, essa agud�ssima consci�ncia da imperfei��o, que lhe d� a certeza de pertencer a uma categoria � parte do comum dos mortais"

in 11. A demanda do Graal S�nico p�g. 25 em A Pior Banda do Mundo Apresenta: "A Grande Enciclop�dia do Conhecimento Absoleto" de Jos� Carlos Fernandes.


� demasiado bom para eu estar aqui a levar o caro leitor ao t�dio com as minhas palavras de elogio desenfreado.

A saber:

- foi editado pela devir;

- � o quarto volume da maior saga portuguesa neste s�culo de tenra idade, possuindo uma d�vida de gratid�o para com os volumes que a antecederam e grande responsabilidade pelos que lhe h�o de seguir; e

- Combina intelig�ncia, humor e originalidade - o que, por vezes, � raro.

Ah...Jos� Carlos Fernandes demonstra que � um prazer visual s�lido...




escrito por Ricardo Salazar �s 5:52 da tarde
|




 

"Ai se ele cai": Em tempos, passados 20 anos - o eterno retornado - ontem como hoje:

"Ligo o piloto autom�tico no programa esquecer" in Piloto Autom�tico

"Unmade beds "the Talking Heads" and always someone at the door" in I don�t feel Funky ( anymore )

"quem faz linha no espelho e snifa por bics" in Absurdina

"Um faz de ladr�o e outro de advogado" in Desnorteado

"adorme�o de costas espero que me cubras" in Mau Pastor

"Negros Cabelos Hero�na dos meus pesadelos" in Mu�ulmania

"� que se ele cai n�o mais h� ningu�m para meter num caix�o" in Pershing�polis


Sentimos medo e dan�amos. Sentimos medo das bombas e da "Bomba".

Sentimos medo e dan�amos com Whisky puro, sangria,Vinho maduro, xerez d�andaluzia ( vodka vodka ), bagaceira, gin v�mito, seco madeira...

Porque:

"A noite � longa
e o prazer curto
a pista � curta
n�o cabe nem mais um
a pista � louca
s� cabe mais um"



G.N.R. - Defeitos Especiais (Ed. Vinil only )

1984 - Rui Reininho; Alexandre Soares; T�li e Jorge Rom�o.




escrito por Ricardo Salazar �s 4:33 da tarde
|

 






    Webset Copyright © Blogfrocks