Via R�pida

música . espectáculos . anti-critica .



Contactos

�lvaro costa
elvis sandokan
jorge manuel lopes
la peste, rep�rter internacional
miguel quint�o
paulo garcia
ricardo salazar
rui malheiro



Outras Vias

anabela duarte
blind zero
blitz
cody chesnutt
f�rum m�sica
f�rum sons
gregory palast
legendary tiger man
mondo bizarre
new musical express
nirvana
rock's backpages
terceiro anel
xutos


Blogues

a pensar morreu um burro
�gua t�nica e ginger ale
ampola faz pop
anteestreia
automatic stop
aviz
blogacha maria
canal maldito
cinema paraiso
cr�tica lusa
cr�nicas da terra
epiderme
ginjinha
hang the dj
harmonia do barulho
horas perdidas
mar salgado
meliante
music is math
nave dos suspiros
pautas desafinadas
pirilampo m�gico project
ponte sonora
rio ave fc
roda livre
santa ignor�ncia
serendipitous cacophonies
sof� verde
sol da meia noite
trompa
vidro azul
vilacondense
vila do conde quasi di�rio
xway

 


Arquivos

06/01/2003 - 07/01/2003
07/01/2003 - 08/01/2003
08/01/2003 - 09/01/2003
09/01/2003 - 10/01/2003
10/01/2003 - 11/01/2003
11/01/2003 - 12/01/2003
12/01/2003 - 01/01/2004
01/01/2004 - 02/01/2004
02/01/2004 - 03/01/2004
03/01/2004 - 04/01/2004
04/01/2004 - 05/01/2004
05/01/2004 - 06/01/2004
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005




leitor(es) on-line








�ltimas Actualiza��es








Design: Blogfrocks
Suporte: Blogger
Fotografia: Troy Paiva
Coment�rios:HaloScan

 


sexta-feira, dezembro 31, 2004

 

RADIO QUINTAO: Passei um belo principio de tarde, no "escritorio" esta semana. Por l� apareceu o MQ 3, talvez o radio man, mais intenso e focado no media -mae.Como alguns sabem, se me tratam por radialista( orgulho nisso sem duvida) � porque por vezes estao desatentos a outras areas por onda ziguezagueio.O Miguel � o homem de radio per si.Por excel�ncia.Idiossincratico.Por vezes brutalmente honesto.H� quem diga , que � o " pior inimigo de si proprio".Timidez, ou por vezes , pose RADIALISTA, isto � interior, radio-ascetica e por isso facilmente des.interpretada.Nunca lhe disse isto, mas por vezes ele recordo-me a conversa que tive com o meu idolo, Jim Ladd.Uma tarde em midtown.Los Angeles.A mesma " drive".Por vezes " aus�ncia" .Leia-se " dificil".Nada mais injusto.E se me lembro dele agora, tem algo a ver com uma cena desta noite � luz da Praia. Na Foz.Um casal de jovens.Mesmo.Ela muito Joss Stone. Foz and Roll.Ele, cabelo comprido, possivelmente designer.Estudante.E como acontece com estes casais de teens, mais contido.As meninas portuguesas estao de facto mais coloridas.Mas o essencial � que estavam em frente.Atentos aos delirios do Pasteleira Sinatra: de bandas sonoras de series de TV; a discursos de Robert Kennedy.De Howlin Wolf a Chuck E Weiss.De Elmore James a Nicolas Cage em Wild at Heart.Passado algum tempo , ela veio ter comigo.Timida mas relax.Pergunta-me sobre os Bloc Party.E refere os Bons Rapazes.Expressa um sincera e profunda liga��o ao programa.E manda um abra�o ao Quintao.Volta a sentar-se.Diverte-se como todos n�s, com o " Tigre de Coimbra".E ao sair , perto das 3 horas da manha, expressamente vou ter com o casalinho e saudo a onda; o feeling; a aten��o e respeito tranquilo que mostraram.E apeteceu-me dizer-lhes que pena, que o radio man, nao tenha mais espa�o.Diario , como merecia.E sem nunca o referir, sei que justamente deseja.Mais do que eu.Que tenho uma rela��o boa, mas muito mais casual e por vezes tranquila com a mae-radio.O cowboy nao.VIVE a radio.Toda.E Lembrei-me desta historia recente, porque se h� alguma coisa que desejo PARA 05 � que o Quintao, tenha esse espa�o .Se a RADIO, nao encontra entre n�s ,esse espa�o, por mais modesto que seja, � porque e de facto ( ainda ) est� muito doente...

BANDA SONORA: a proxima edi��o da Rapaziada.E uma serie de propostas/ aposta minhas para 05...




escrito por alvaro �s 6:29 da manhã
|




 

BANDEMONIO 94: NAO � BEM O QUE ESTAO A PENSAR: Good Music will prevail.Mantra? possivelmente, mas e muito mais simplesmente a forma como a Filter se apresenta.E acredita .Como colocar Bright Eyes na capa e dizer: vejam o mundo atraves de olhos brilhantes.Os de Conner Oberst.Alias semi-cerrados.Ironia, de uma publica��o que acredita.E faz men��o disso.E coloca na capa, Pogues, De La Soul, The Killers, Modest Mouse e Matt Dillon.E explica porque atribui percentagem aos discos que critica.Alias e apenas uma pequena por��o,escolhida .Por isso., percentagens altas, para Lennon acustico( 93%); Joseph Arthur, (83%);Unkle,(80%) , ou ...And You Will Know( 92%).Mais baixa para o novo R.E.M( 53%).O que quer dizer que a revista apenas aborda o que gosta; decide; escolhe.Uma op��o certa.Recomendavel.

BANDA SONORA: espreitei a MTV P: o neo realismo Toranja.Mas acho que o pais pop precisa de uma cena semelhante ao Bandemonio 94: glam; conteudo; delirio e jogo.Sacudir esta merda toda.Hit (US!!!!)Precisa mesmo...




escrito por alvaro �s 6:12 da manhã
|




 

DE CAMPANHA AO ROSSIO: A proposito do Tiger, nao esque�am a Station to Station Tour, uma ideia interessante e conceptualmente � prova de bala( basta o titulo da tour) que junta o gospeladelic ( inventei agora) som dos Wray Gunn e a atitude electrurbanic ( o que quer que isto queira dizer) dos X-Wife 05.Tour de ag�ncia, inteligente e realista.Numa esta��o central, daquelas portuguesas, que ainda existem na vossa cidade...

BANDA VISUAL: ainda o novo Sammy Davies Jr: P Diddy




escrito por alvaro �s 6:05 da manhã
|




 

ADIOS 04: Noite fabulosa a que partilhamos � Luz da Praia.Estreia( saiu do armario; tornou-se " perigoso") feliz do alter ego Pasteleira Sinatra.Espero abrir a porta , mais vezes.E um Tiger enraivecido.Com os " calos" de mais uma boa tour por Fran�a.Uma das noites mais selvagens do renomado artista que terei visto.E j� sao mais de 10.E mais publico.E de onda maritima.Antecipamos 2005 de uma forma que pessoalmente nao fiz no ano passado.Sai esgotado do ano passado.Embora a minha kid( 5 aninhos feitos ontem) me diga que 2002 foi melhor.Nao " havia tantas coisas" na televisao.Isto � tragedias e delirios e pressao electrica no ar.Mas sinto boas vibes para 05, prestes a come�ar...

BANDA SONORA: a historia da Bad Boy Records em DVD...e the rapper, pelo menos para mim:B.I.G.




escrito por alvaro �s 5:39 da manhã
|

 



quinta-feira, dezembro 30, 2004

 

LISTAS.i PODE-SE?: A minha opiniao sobre a edi��o especial do Blitz � francamente positiva.E se a lista final, nao pode ser vista como " definitiva", mas e como explico esta noite na Antena 1, como um ponto de partida , para se come�ar a olhar estes jogos " ipodianos" como um belissimo instrumento de trabalho.Como por exemplo, notar que a maioria dos votantes, tem uma " carreira" de algumas decadas(o que nao quer dizer " velhos", mas sim com uma postura geracional),nao sao propriamente teen-agers e reflectem alguma condi��o de "insiders" da industria discografica portuguesa.E notar ainda que ( e justamente) a maioria dos discos representados, sao de 70 e especialmente de 80.E que os actuais incluidos na lista de 50, sao os que e na minha opiniao sao mais passiveis de discussao.Mas hoje no Porto sem Abrigo, abro uma caixita de Pandora....

BANDA SONORA: ando a arrumar a mala 007 correspondente ao Pasteleira Sinatra que hoje se estreia na Praia da Luz.E para alem de ter finalmente percebido a contribui��o de Phil Manzanera para uma serie de coisas, re.escutei sob o prisma do seu trabalho a fantasmagorica versao de The End da Deusa Germanica chamada Nico




escrito por alvaro �s 5:12 da tarde
|




 

SOCIOLOGIA POP 2: Outro momento de pop-sociologia.Olhar para a forma de expressao exagerada; por vezes para alem da no��o de gosto, bom ou mau;pura e simplesmente ostentatoria de alguns rappers/ empresarios/ visionarios.Onda Jay Z, P Diddy e mais recentemente Nelly, o rei de St Louis.Estaria aqui algumas linhas, mas nem � preciso citar Nelson George ou uma serie de outros negroc�ntricos autores.Se olharmos para tudo isso, como a nova versao do Rat Pack( Las Vegas , inicios de 60, Sinatra, Martin,Davis Jr e Co,) encontramos uma resposta simples e barata...

BANDA SONORA: levei com os delirios dos Amon Duul II em 1960.Agoa o sempre perturbador exercicio Sonorous Invokations on Brian Jones Vol1.




escrito por alvaro �s 4:58 da tarde
|




 

NOITE DOS DESESPERADOS: Sociologia Pop ou "clipagem" de ideias, manifestos, teorias e frases soltas.Como por exemplo a analise do fascinio global( embora a empalidecer em alguns pontos de globo) pelo realismo televisivo, pelo jogo celebretico, pelo momento que as " sonias", " sandras","z�s", "maneis", castles e frotas", sem aspas ,burros falantes, e porcas com nome de gente, e finalmente "celebridades" chorosas e lacrimejantes ap�s os 20 .000 euros depositados no banco da esquina e ainda jornalistas queixosos e muito " tristes" com a sua sina, ou o que 10 anos na pra�a publica dever� fazer �s suas cabe�as, nos trazem numa bandeja dourada.E juntaria as agencias da celebridade , os 500 euros para estar na diskoteka e os Guiness estupidos.E a lista poderia continuar.O que quero dizer com isto? que esta obsessao nao � muito diferente das maratonas de dan�as e delirios que se verificaram em finais do anos 20, na Grande Depressao do Seculo XX.Se deslocarem os dan�arinos de They Shoot Horses, Dont They ,filme de Sidney Pollack, ( Noites dos Desesperados de Horace McCoy) para este contexto, encontramos o mesmo fio condutor, o mesmo desespero, a mesma perplexidade perante um mundo que nos parece , fugir de qualquer controle, e ao qual nos queremos agarrar, mesmo que a partir de maratonas de dan�as, crueis e violentas....

BANDA SONORA: XTC em Dub...




escrito por alvaro �s 4:24 da tarde
|




 

ADVENTURES IN LUZ: Hoje � noite encerramos o primeiro ciclo da 1002 noites.E logo com uma prenda enorme.E s� possivel devido � boa vontade do Jose Cardoso e do proprio Tiger, que mais do que naturalmente nao vao ficar " ricos" com o recital de hoje � noite.E a ideia de tocar.De flexibilizar os musculos.Leia-se " chops" tal como os musicos americanos ( e eles que sao exemplo de como se deve e pode tocar sem parar e por vezes nas condi��es mais estranhas que possam imaginar), costumam dizer, quando participam em jams improvisadas ou em pequenos concertos como os de hoje � noite � Praia da Luz.Obrigado aos deux, por o entenderem e praticarem.Ao Pedro Mesquita, veterano de 1002 guerras e ao staff do "escritorio".Possivelmente, recome�amos em Fevereiro.Mas nao depende s� de mim.Isto �, a minha vida profissional pode dar voltas, piruetas, zags e zigs.Who knows, who cares! Viva 2005


BANDA SONORA: aventuras em Dub � volta de Nusrat, Killing Joke, Public Image




escrito por alvaro �s 4:17 da tarde
|

 



segunda-feira, dezembro 27, 2004

 

J� sei namorar!!!!: A pedio de alguns interessados aka lesados, venho informar V. Ex�s. de uma Decis�o hist�rica:

a ) Dos Factos:

- Em 19 de Setembro de 2003, a Loja Worten de Santa catarian ( Via Catarina ) estava a vender o compact disc "Os Tribalistas" abaixo do pre�o de custo, qualquer coisa como ? 12, 96 + IVa + lucro da Editora para o lojista Vs. ? 12, 95 da Worten para o Consumidor final;

- Em seguida, fui mandatado por um grupo de lojistas de todo o Pa�s para apresentar uma den�ncia, o que efectivamente sucedeu;

- Note-se que muitos, de estar t�o habituados a situa��es semelhantes, n�o tinham qualquer esperan�a;

b ) Da Decis�o

- No dia 23 de Dezembro de 2004, a Autoridade da Concorr�ncia notifica-me para informar que "a arguida Worten - Equipamentos para o Lar, S.A. veio requerer o pagamento volunt�rio da coima e respectivas custas".

- Tal ficou na import�ncia de ? 2.494, 00 a t�tulo de coima e ? 100, 00 a t�tulo de custas;

c ) Dos Efeitos

Acredito que esta decis�o � pioneira - n�o tenho conhecimento que tenha anteriormente existido algo parecido - levando a acreditar que um mercado em que existem regras de concorr�ncia semelhantes �s da selva africana ( em que s� sobrevive o mais forte ) pode ser regulado.

No entanto, todos os dias continuam a acontecer atropelos � livre concorr�ncia. Vide caixa dos Xutos, caixa da Transformadores e outros exemplos de exclusividades dadas a uma determinada ou a determinadas lojas.

� absurdo ver editoras que se querem "independentes" a servir um s� senhor... Ser� que gira sempre tudo � volta de dinheiro e n�meros???

d ) O Futuro

Para Janeiro vamos fazer esfor�os para acabar com um grave erro legislativo portugu�s: a necessidade de selos nos DVD�s. Fiquem a aguardar. Gostava de contar com o Vosso apoio, enquanto music lovers, perguntando o que acham que est� mal a n�vel de legisla��o e que solu��es se poderiam apresentar. Umas, como IVA e pirataria, s�o conhecidas... Gostava era de saber as outras.




escrito por Ricardo Salazar �s 7:26 da tarde
|




 

HMV goes digital: A HMV, prepara-se para lan�ar, em parceria com a Microsoft, a sua primeira loja de m�sica virtual. Dentro em breve come�ar�o a vender packs de software que incluir�o uma jukebox customizada, � semelhan�a do iTunes da Apple.
As m�sicas ser�o, assim, descarregadas de uma loja virtual, num formato compat�vel com a maioria dos reprodutores digitais do mercado.
A companhia espera, dentro em breve, comercializar tamb�m reprodutores de m�sica digitais nas suas lojas.
A ideia ser� a de modernizar a oferta e aproveitar o potencial da brand HMV.

...This song is now ready to be downloaded...

Nuno Vargas




escrito por alvaro �s 6:07 da tarde
|

 



sexta-feira, dezembro 24, 2004

 

GERA��ES DO VINIL: Finalmente, a noite de festa da Gera��o Vinil no Industria.Sou amigo do Jorge Bessa, aka Chibanga desde os muito idos anos 80.Come�amos juntos na Radio Porto.E nao me esque�o, e como o poderia fazer, das noites Bat� da epoca.Com o Miguel Bacelar, a rela��o � mais recente, o que nao quer dizer, " recente".Conhecemo-nos em 1994, se nao estou em erro, no velho Radical Foz, ali ao Palacete, onde e por exemplo foram filmadas algumas das cenas mais importantes do Leao da Estrela.Bem me falava o MQ3 nesta personagem, como se no Porto nos conhecessemos todos.Mas e com toda a razao, quem nao conhecer o Sr. Bacelar , � mesmo de Marte.Mas na altura as minhas passagens pelo Porto eram mais do que esporadicas.O Jonas MP, � dos 3 GV, o que conhe�o menos bem.E pelo que vi, e s� pude captar as " vibes" dos Guerreiros num habitat diferente , a coisa foi divertida e quente.Como disse a algumas pessoas fui " ao beija mao".Justo alias.E � sempre um prazer ver a dupla em ac��o.Espero que o Mario CC e staff da Industria abram as portas ao Quintao e ao Ze Pedro de uma forma regular.Nao tem sido facil encontrar, no Porto, o espa�o certo para a dimensao da dupla, bem mais ampla do que por exemplo a do "primo" Pasteleira...

BANDA VISUAL: PROMESSA! nao falo mais do DVD da Joss Stone.Mas o melhor � mesmo o diario audio visual.Podemos ver a menina a trabalhar duramente e a esfor�ar-se para conquistar uma audiencia de Festival.Viagens pela America.Os meet and greet.At� o JR do Dallas...e ainda uma actua��o no House of Blues da bizarra e excitante New Orleans




escrito por alvaro �s 11:40 da manhã
|




 

NATAL 05: Nao pude ver os Houseanbass como desejava.Mas e como lhes disse do ponto de vista media, foi um passo importante.O projecto tem onda e � original.E cria uma especie de ponto comum entre o mundo dos pratos e dos instrumentos.Neste caso o Dj toca mesmo com o baixista, com quem conversei um pouco.E tentei explicar que a Joss que se via no ecran era a " real" e nao a que e provavelmente a editora " criou" , ou tentou criar para o segundo disco.Que insisto, devem escutar como o outro dizia sem " pr�-conceitos".Etapa 2, no Bazaar.Onde vou estar a 26 para a primeira apresenta��o , ainda em estilo , espreitem a cena que acho fizemos bem.Pela reac��o do Dario Oliveira, um dos incluidos( que nao tinha ainda visto nada; nem lido; nem mirado o que quer que fosse) vamos surpreender e muito.Para j� uma especie de Nataladiskoparty, "responsabilidade" que aceitei e que pelo menos durou at� �s 4.30.E estava l� a minha musa,a mais platonica das Musas .Ela que vive em Barcelona.S� por isso valeu a pena, uma parte muito intensa de uma noite que ainda nao acabou, e possivelmente s� acaba amanha, com a minha rock star de Kiki Kota a pedir as prendas do Natal de 05.Tipo por antecipa��o...

BANDA VISUAL: menti; ainda tenho em fundo o tal canal.Isto � o tal DVD.E os risinhos da Diva.A dizer que afinal � humana . E muito




escrito por alvaro �s 11:27 da manhã
|




 

BE THERE OR BE MESMO " CARETA"!: Fim de noite; ou talvez mais justamente , manh� seguinte.Cumpri as voltas e ainda estava numa de "black and decker", mas o juizo que resta , foi mais forte.Ponto de partida foi mesmo a Praia da Luz.Creio que o projecto vai prossseguir em 05, possivelmente a parte de Fevereiro.Os resultados sao positivos.Trata-se de um trabalho de medio prazo, j� a pensar no Verao 05.Mas se em algumas sessoes o publico nao foi farto e se o apoio de imprensa nao faltou( comercio/ blitz/publico...), nao verifiquei , ainda, e in loco, a materializa��o dessa curiosidade.Possivelmente a sessao de 30, a ultima e numa quinta aparentemente menos intensa, vai merecer essa honra.E fa�o e para j� apenas uma pergunta: onde poderao ver um nome como o do Legendary Tiger Man, aka, Paulo Furtado, recem chegada da tour gaulesa, num local como aquele, de BORLA?!!!!!!isto � , com o consumo normal numa noite de bar.Uma "oferta", uma prenda p�s natalicia, minha, do Pedro Mesquita e da propria Praia da Luz.Be there or be really square...

BANDA VISUAL: ok...vou mudar de DVD....




escrito por alvaro �s 11:18 da manhã
|

 



quinta-feira, dezembro 23, 2004

 

Fairytale of Porto: Gente de Bem, os meus desejos de Boas Festas e um grande Natal!

As prendas ficam para depois de 31 de Dezembro. Estamos a terminar a fase experimental de "Radio", o poiso nocturno para Nighthawks durienses. Acredita-se que este ser� o verdadeiro regresso de Reis, no primeiro Natal sem Senhor dos An�is a estrear....

Pasteleira, Sinatra e outros her�is de tripas e cora��o, directamente da Rua de Miragaia, by the River.

"I met a man who believed in a faraway Radioland..."

2005 will rule ok! Abra�os a quem � de Abra�os, Beijos a quem � de Beijos.

Do Vosso,

Ricardo Salazar




escrito por Ricardo Salazar �s 6:42 da tarde
|




 

NA��ES UNIDAS � VOLTA DO ..BLOG: Estava agora a analisar numeros e contas do dia blog de hoje.E de repente notei que das ultimas 10 visitias , 4 tinham tido origem nos Estados Unidos, Malasia, Brasil e Taiwan.Sei que a Gabriela Carrilho � uma das mais frequentes a partir dos escritorios da Universal em Miami Beach mas como ela nao se encontra nos USA, alias o terceiro pais da nossa lista de visitantes , resta-me " imaginar" quem seja.Just joking.Whoever u are.Apenas para refor�ar este milagre de comunica��o.Nunca � demais

BANDA VISUAL: descal�a; jeans, top vermelho....




escrito por alvaro �s 6:42 da tarde
|




 

CINE ROCK: O programa do cine-rock Passos 05, come�a a ficar pronto.E com o sr Dario O como curador e a colabora��o de nomes como os do Carlao( cada vez mais proximo do Porto.E ainda bem para ele .E para os fans do man PAC), Joao Vieira e entre outros eu proprio, cada um com os seus filmes para " tomar conta", confirma-se que uma ideia marada que tive e apresentei com a Porto Eventos em finais de 2001, no vetusto e gotico S� da Bandeira, estava apenas e simplesmente deslocada mais no tempo do que no local.O tempo � o grande juiz.Mais uma vez.

BANDA SONORA: j� sabem, tambem � visual.Dei-me a mim mesmo esta prendita.E insisto: sou fan e acredito no potencial da artista.Bonita e freak? yes.Muito menina, mas a crescer live? yes, tambem.Mas nada a ver.Ou melhor algo a ver.Mas em percentagem saudavel




escrito por alvaro �s 6:32 da tarde
|




 

ESPANTA ESPIRITOS: Nao percam hoje o Porto sem Abrigo da Antena 1.Uma emisao natalicia, isto � com mais som do que � habitual.E tranquila.O que a torna interessante � que fui buscar um album perdido nas brumas, e que nem sei se ainda est� disponivel.Chama.-se Espanta Espiritos, produzido pela Manuel Faria, e que nada tem a ver( como ali�s � explicados nas notas do cd) com o entao homonimo programa da Ana Cristina Ferrao na XFM.Uma ideia nova � altura: duetos, colabora��es; re.interpreta��es e uma especie de espelho reflexo da pop nacional, melhor classe de 95.E para a alem da " finura" de expressao do Carlao/ PACman a presen�a da Andreia Criner, hoje ligada � Musica no Cora��o, e entao � procura de um espa�o.A Andreia que surge com o Tim , � mesmo ela, como pude confirmar.Como nota de rodap�, a ideia que a maioria das can��es que ali estao interligadas, ainda soam frescas e talvez precisam de uma " shampoo digital", para serem reeditadas.Quem sabe no Natal de 2005, altura em que o projecto far� 10 anos...

BANDA VISUAL: nao consigo tirar o DVD da Joss Stone do ecran.E sinto-me " vingado" , porque o disc, indica o que revelei em Novembro a partir de Londres.E confirma que nao estamos perante uma barbie de fabrica. E quem ainda tiver duvidas espreite este projecto, totalmente live, sem rede, muito semelhante ao que vi em Brixton , incluindo o sempre dificil mas divertido arranque de Choking Kind, onde por momentos os 17 anos da jovem se transformam em 71 de emo��es e alma...




escrito por alvaro �s 6:15 da tarde
|




 

HOT! DONT DROP IT; : Com esta pe�a do Arena, confirma-se o estatuto iconografico de Mourinho no Reino Unido. E desse ponto , para todo o mundo anglo saxonico.Antes da 4 paginas que lhe sao dedicadas encontramos Script Doctor dedicado ao Donnie Darko de 04, Zach Braff.A seguir uma pe�a sobre o G Spot masculino.Come�a-se por dizer que como treinador do FCPorto , ganhou 5 trofeus.E assinala-se que o maestro tactico portugu�s, trouxe com ele uma mistura unica de arrog�ncia, " bocas" provocadoras e barba de 3 dias cuidadosamente tratada( metafora para a calculismo pop do manager).Algumas coisas novas no artigo assinado por Simon Burnton( nao � uma entrevista , mas sim um report psicosocial) como por exemplo o cuidado com a selec��o portuguesa face a uma serie de historinhas que lhe foram contadas e que incluiriam jogadores do Porto;a forma directa como criticou a atitude da equipa aquando do primeiro treino da epoca 03/04, referindo-se aos novos carros, roupas design e atitude global com que regressaram de ferias;e a ideia que , e as apostas de 200/1 , indicam-no, como a sua " antiga equipa" se fragilizou imediatamente ap�s a sua saida e como jogadores como e cita Maniche directamente , sao hoje sombras do que eram num passado recente.E a ideia que Mourinho � um artista na arte da manipula��o, entenda-se sedu��o e que a Psicologia � um dos seus hobbies , raros indica o jornalista, fora dos relvados.Se e em grande parte, a pe�a � um puzzle terminado e composto por pe�as retiradas de todos os lados, incluindo alguma pesquisa lusitana, a realidade � que estamos a falar da Arena,e de um publico alvo, design, urbano, sofisticado.Pop cultura em suma.De recorte "Saville Row, seculo XXI".Raro, para qualquer icon futebolistico, muito menos de um pais perif�rico e nada (re) conhecido pela sua pop cultura ; ou vanguarda; ou criatividade.Por isso, ainda mais importante.E justo.

BANDA VISUAL: a persona Snoop; que o proprio diz , ser apenas uma mascara.O verdadeiro � agora treinador de softball; e filantropo; e critico, violento, do show biz em geral, como pude ver na entrevista concedida � Launch.




escrito por alvaro �s 2:48 da manhã
|




 

MOURINHO GOES HOLLYWOOD: Fui um dos votantes para os melhores albuns nacionais de sempre que uma das proximas edi��es do Blitz, vai revelar.Nao vou quebrar nenhum segredo de estado se disser que uma das minhas escolhas( Maio Maduro Maio de Jose Afonso), � um desses discos.Nada mais justo.O que � injusto � que esse periodo, nao seja escutado sem pr�-conceitos.1974 estava � porta .Mas catalogar ou emprateleirar um album como este , num armario " politico", leia.se partidocrata, ou de " protesto" � uma redu��o grosseira.Talvez as novas gera��es descubram, esse periodo dourado de pop e rock e folk portuguesas.Como vou dizer no texto justificativo, se Dylan fosse luso, este seria mais ou menos o seu Planet Waves.

BANDA VISUAL: olho para a sensualissima capa da edi��o Janeiro 05 da Arena.Bastaria a fgura de Michelle Ryan para justificar uma olhadela.Mas , quando se anuncia na capa e mesmo ao lado: Jose Mourinho exclusive, logo seguido de anuncios de primeira pagina de Battlestar Galactica , ou se promete uma viagem aos bastidores de The League of Gentlemen, percebemos definitivamente o que o VR tinha anunciado: Mourinho goes , mesmo, Hollywood




escrito por alvaro �s 1:55 da manhã
|

 



quarta-feira, dezembro 22, 2004

 

YOKOTOKIO: Estava a ler cenas do Martin Scorcese se nao estou em erro na Time ou na Newsweek.A forma como precisa de caf�, e apenas quando se senta( o que motivou um raspanete ao assistente) indica que o lado magalomano, bem descrito no influente livro de Peter Biskind , continua a corresponder com a careta.Mas para alem da visao pessoal sobre o incomparavelmente bizarro Howard Hughes ( forte candidato aos oscars), revela-se algo mais: que um dos seus trabalhos de cora��o, leia-se projectos pessoais, tem a ver com as aventuras dos jesuitas portugueses no Jap�o.O que me faz recordar uma conversa de fim de tarde na Antena 2 sobre a lig��o da nossa cultura ao Pais do Sol Nascente; a troca hibrida de palavras; o facto do portugu�s ser a segunda lingua estrangeira mais falada .E recordar a memoria do Grande Venceslau de Moraes,cuja liga��o ao Japao , � mais importante do que se calcula ou foi algum dia revelado.Melhores noticias do que a assustadora ideia de que o dolar fraco , � uma armadilha "esperta", que pode conduzir a Europa a um beco ao pior estilo anos 70, e a inclusao nesta noticia de paises como a Grecia e Portugal, que a Time diz, estao e cito , com enormes dificuldades para crescer e manter as suas contas controladas.E que a possibilidade de um deles " rebentar" , est� a causar preocupa��es , j� que deixaram de existir mecanismos para proteger os paises membros da zona euro.Muitas " propriedades " e felicidades para todos( recupera��o ao estilo clipe de um must de Natal .As mensagens do Ultramar. Nao sei se a RTP M, esta a recuperar as mesmas, mas acredito que seria um documento audio visual e cultural espantoso...)

BANDA VISUAL: a coragem de seguir um telejornal( neste caso o da SIC , que � o unico que sintonizo) neste final de 2004....




escrito por alvaro �s 9:14 da tarde
|




 

CINE TEATRO ROCK: Janeiro 05, j� mexe.Est� a chegar um festival cine-rock muito interessante .No Passos Manuel .E com a presen�a de uma serie de nomes do rock and roll, para apresentar , conversar e contextualizar os filmes escolhidos.Que serao embrulhados com set e musica.Eu sou um deles e o filme que me coube em maos, chama-se School of Rock.

BANDA VISUAL: os primeiros tons 05 das revistas que habitualmente consulto e levo para o "escritorio".




escrito por alvaro �s 9:08 da tarde
|




 

WAKE UP PORTO!: Acontecem muitas coisas esta quinta-feira no Porto.Estou envolvido em 3, embora a ultima cena seja mais de " beija -mao" � Gera��o Vinil, refor�ada pelos Zig Zag Warriors.Bom sinal e indicativo que nesse aspecto 2005, vai ser bem mais interessante, ou pelo menos um digno sucessor da forma como a sociedade " civil" tem reagido � crise; � paralisia mental; ao autismo pseudo germanofilo da criatura que a cidade efectivamente colocou no cadeir�o, e que estou certo saber� dar a resposta certa, agora que a conhe�e.Infelizmente nao voto no Porto.Estaria disponivel para dar o meu voto , ao Pato Donald; ao Rato Mickey. At� ao Sr. Emplastro.Seja a quem for, que contribua para melhorar a qualidade do ar e " des-empregue" esse conjunto de tocadores de bombo mental, liderado pelo numero 2;aos atrasos , de obras, inaugura��es, defini��es.Ao crescente feeling de periferia da periferia , que por vezes, quem vive por estas bandas sente( em especial e j� o disse varias vezes, no que diz respeito a oportunidades profisisonais, nas areas em que este blogue se movimenta).Pelo que sei , vao abrir novos espa�os e alguns classicos, vao proseeguir esta ideia de incluirem eventos, e permitirem a cria��o de um circuito alternativo, inimaginavel h� pouco tempo...

BANDA VISUAL: Uma quinta-feira, num lugar chamado Vertigo




escrito por alvaro �s 3:50 da manhã
|




 

ESNOOP: Alguem disse que Snoop, parece uma especie de convidade delux, no seu proprio disco: o man, anda ocupado com milhares de coisas( filmes, makakadas, processos, seguran�a, a Chuuch e respectivas produ��es,as caridades e filantropias) , mas nao creio que seja a leitura correcta.Tive a oportunidade de ver Starsky and Hutch nos Estados Unidos.Nada de especial se nao fosse a forma super calorosa , como o publico americano( pro-activo , ruidoso e participativo durante as sessoes de cinema,, e neste caso bem longe do " publico alvo " do artista, a que ela chama de Snoop persona) respondeu � presen�a do rapper no ecran.Foi o meu tipping point em rela��o ,�s duvidas que porventura existissem , sobre o status pop de Calvin Broadus.O proximo single Lets Get Blown, volta a incluir Pharrel e corresponde ao lado R( isto � Rhythm do disco).Video freakomatic, onde nao faltam o afro de Snoop, as " Gajolas" e os ingredientes habituais do genero G and R , o que quer que isso queira realmente dizer.Para j� e na Europa, ainda temos de nos contentar com Drop It Like Its Hot, mais uma pe�a de bizarria Neptuniana para mostrar na sala de trofeus dos rapazes de Virginia Beach.

BANDA SONORA: um disco mais do que novo; saida prevista para Fevereiro 05 .




escrito por alvaro �s 3:16 da manhã
|

 



terça-feira, dezembro 21, 2004

 

"Can I Play With Madness?": parafraseando os s�bios Iron Maiden, deixo a quest�o de um bili�o de euros:

Qual o momento mais rock n�roll de 2004, quer em Portugal, quer mundialmente, quer na europa?

A t�tulo de sugest�o:

A Queda de Santana;
A reelei��o de Bush;
Jos� Castelo Branco explicado �s crian�as;
O Apito dourado;
O Salgueiros na terceira e Linhares barricado;
O suicid�rio Rui Rio;
Um drag�o de Ouro � frente do Benfica;
As ta�as: Europeia, o campeonato e a intercontinental;
O Inimigo P�blico;
Meio Gato Fedorento;
A mala suspeita no avi�o da tap quando santana ia ao Porto condecorar ocampe�o mundial
A estranheza de Mada�l no facto de o europeu ter dado lucro
Aquelas imagens em que animais fazem disparates em v�deo amador
Casa Pia
A Joana dada aos porcos ou A Joana levada para Inglaterra ou A Joana e a l�stima de algum jornalismo portugu�s


outros




escrito por Ricardo Salazar �s 7:38 da tarde
|




 

highway revisited: "aquele tipo da antena 3 esteve aqui e tamb�m levou um....".

Ontem, pelas 23 h 00, depois de uma francesinha no aviz e de um regresso a p� para casa por ceuta, jos� falc�o e m�rtires da liberdade, vi o meu presente de natal: "Chronicles - Volume 1 " do Bobby D. Dormi mais depressa que o habitual para passar na Brit�nica cedo e o sapatinho aguentou ainda com

"one nation under a groove: Motown and American Culture" - Gerald Early
"the story of rock: Smash Hits and Superstars" - Alain Dister
"Da Capo - Best Music Writting 2004" - Mickey Hart ( Guest Editor )

Banda sonora: Depois de Magnetic Fields, Morrissey e Scott Walker via Divine Comedy:

"Maple Leaves" (E.P.); You Are The Light"( E.P.) e "When I Said I Wanted To Be Your Dog" de Jens Lekman




escrito por Ricardo Salazar �s 7:20 da tarde
|

 



segunda-feira, dezembro 20, 2004

 

ECOS DE UMA CAVE: Ainda ecos da noite Esmoriz City.O Albatroz foi um dos bares visitados pelo Conego Canibal e respectivos ac�litos.Posters de tours como a muito bem desenhada , Station to Station, abundam.Um ecran de recorte digital e artifactos rock and roll, indicam milit�ncia.Como tambem se notou boa vontade e consci�ncia do espa�o que ocupam.Fizeram-me sentir em casa e acho que tambem fiz por isso.A velha maxima de chegar cedo, " deixar um bom cadaver" e partir de consciencia tranquila.Possivelmente, ser� l criada uma versao mais rock e electrica das 1002 noites.Com a ajuda de um dos meus parceiros para a cena made in Foz, que recordo prossegue esta quinta com os Houseanbass.Afinal esse era um objectivo: moldar o conceito.Sei que existem outros locais , se calhar mais glam, at� espa�osos e mediaticos.Mas fiquei fan.E quando isso acontece, chega-me para desejar fazer mais coisas.

BANDA VISUAL: vou ao bar das vitaminas do Health Club da Foz; nao pensem que � uma cena muito wow: existem melhores; mais sofisticados. Mas gosto do sitio.E de vaguear por aqui.Em cima est� o Canal Zero.E perto a BP da Cat�lica.E m fundo os N.E.R.D.




escrito por alvaro �s 7:25 da tarde
|




 

26 DE DEZEMBRO:BAZAAR.MASSARELOS.PORTO: A primeira festa de apresenta��o da Agenda Bazaar acontece na proximo domingo.Especie de ponto de partida de um projecto que vai ter em Janeiro 05, outra etapa, esta mais ampla e definitiva.Graficamente, e pelo que j� vi, vai ser uma pe�a muito atraente de pop cultura.As escolhas parecem-me � prova de " cromismo" ou lobbyismo bacoco;os objectivos sao evidentes: celebrar a criatividade, ajudar uma institui��o como a Abra�o e definir a " noite" do seculo XXI como um espa�o de arte e expressao.

BANDA VISUAL: estou no meu health para uma dupla sessao de Spin Bike, onda maratona rock and fucking roll.Ao longe uma raparigas dan�am hip-hop.Bonito de ver




escrito por alvaro �s 7:13 da tarde
|

 



domingo, dezembro 19, 2004

 

DIAS MISSISSIPI: J� me tinha ocorrido a lenda ainda viva que se chama Richard Pryor, para situar o ritmo, o flow, a cad�ncia rythm and blues de Chapelle.E como nunca vi um episodio completo na Radical( mudem o raio do nome, p�!) ou na Comedia, ainda nao sei se o design de introdu��o do DVD( o loop constituido por 2 blues men, a " hollarem"/ de holler, a expressao sonora do lamento/) faz parte do que � transmitido entre n�s.Pormenor importante , e que tal como algum do "nevoeiro" de Snoop Dogg, indica raizes a Sul, no Mississipi, nas igrejas baptistas.Mas mais do que isso, a participa��o de Paul Mooney/ onda old skool,autor chefe da iconoclasta e ainda hoje radicalissima versao de comedia, sintetizada por Pryor, o Rick James do genero, indica passagem de testemunho.Mas tambem aten��o e respekt de Chapelle e ben��o da velha guarda....

BANDA SONORA: por momentos, tive saudade da US1.e dos meus dias mississipi ...




escrito por alvaro �s 6:13 da tarde
|




 

ALBATROZ, ESMORIZ ROCK CITY: Sinto-me bem em locais como Esmoriz.O meu lado " vareiro" expressao mais correcta para a area piscatoria( ou o que resta dela) a sul do Porto, do que para a area a norte, onde de facto vivi.Visualmente entre uma praia da Flandres ou do Norte da Alemanha com o toque sul atlantico que nos caracteriza, senti essa vibe rock and roll, que me levou mesmo a levar a bandeira dos Estados Unidos Morrison, que raramento retiro do seu local de " descanso".O loal em si, fez-me lembrar bares de Amsterdam; em regime maritimo, estilo Bateau de Le�a, ainda mais alternativo, " batido" e com uma historia que segundo me contaram, cruza varias gera��es, estilos e ondas , " alterosas".My kinda of Place....rsssss

BANDA VISUAL: em fundo Chapelle.Tudo o que existe em DVD , prenda natalicia made in Chicago.Sao as versoes livres, mesmo para a habitualmente aberta( e menos sujeita ao controle a FCC americana , cujo raio de ac��o nao chega ao cabo e ao satelite, o que explica como a tv americana pode ser tao radical e conservadora, leia-se tradicional, ao mesmo tempo) Comedy Central.Chapelle � uam versao mais consistente e naturalmente mais profissionalmente comedy do style Snoop Televizzle....




escrito por alvaro �s 5:22 da tarde
|




 

VOTO SHADY PARA PRESIDENTE: Acordei h� pouco de uma noite de zig zags mentais; de esmoriz city via rio tinto, para onde transportei Slimmy, como muitos portugueses na " estranja" e de volta ao rect�ngulo, para o bacalhau com batatas e j� com algumas historias para contar; uma passagem pela sempre imprevisivel BP da Cat�lica e as imagens homoeroticas do Argel e do Trapatutto os jornais desportivos, tao fresquinhos como os donuts da manh� domingueira.Live, via telefone, para a Covilh� onde os Warriors prosseguem a tour que nunca mais acaba.E a ironia de estarmos entre o Atlantico e a Serra,a divertir quem nos queira ver e ouvir, e como a pouco e pouco, o vamos conseguindo sem grandes " filmes", o que volta a acontecer na proxima quinta, agora no Porto, entre o Praia da Luz, o Bazaar e a natalicia e tipo guest starring na noite da Gera��o Vinil, dos Warriors.Por essa altura, estarei mais interessado na " caturreira" e nas girls .Mas l� estarei e para dizer , tal como a muito interessante campanha da MTV( e aqui, come�a a existir escolha criteriosa da espantosa " biblioteca " audio visual da Network) o indica: Christmas is Not Dead

BANDA VISUAL : liguei a TV, tipo embrulho audio-visual e assustei-me logo com o " Natal" da RTP; mas como ao lado estao mais 56 canais, num segundo percebe-se que vivemos em varios planetas audio-visuais ao mesmo tempo.Mas e como j� perceberam que tenho a MTV on antes de ir ver o DVD do Chapelle com todos os episodios, confirmo que a dura��o, conceito, repeti��o , e loop por vezes e at� nas mixes nem sempre muito feliz, da rubrica Hit List Portugal, se torna aborrecida e com um " timing" que nada tem a ver com a irrepreensivel estetica dos rapazes da televisao musical( adapta��o livre de uma letra do tio Jorge Miguel)




escrito por alvaro �s 4:47 da tarde
|

 



sexta-feira, dezembro 17, 2004

 

CAN U GO?: Apare�am logo � beira Foz.Sei que � uma noite cheia de op��es.Excelente sinal, alias comprovativo de varios posts lan�ados avulso pelo VR ao longo de 04.Toranja no S� da B.Com Abrunhosa de regresso de Canelohama, ou de onde quer que ele venhaE neste caso qalquer planeta da via lactea � carne para canh�o.Rouse acustico e que pena que como no filme de Lynch nao haja banda.E tantas outras coisas, que podem consultar nas agendas de fim de semana.L� para as bandas das 1002 noites, um delirio franco-portugais da oquestrada , 123 por centi acustica, sem mike , sem nada a nao ser a natureza acustica do som.Mais puro.Vai ser e pelo menos divertido...

BANDA SONORA: ando a reescutar no p�p� Kosta , os delirios dos alemanos CAN.





escrito por alvaro �s 3:36 da tarde
|




 

PEDRO EMANUEL: Uma cena poetica: a avenida Brasil, � Foz.O relato emocionalmente violento do Fernando Eurico( por razoes pessoais e nao clubistas; ele que at� e socio efectivo do Arsenal de Londres); os minutos de conversa transatl�ntica; os claxons de alivio avenida a baixo; avenida a cima: espa�o fisico que quase se confunde com a minha vida mais pessoal.Era isto .e no momento preciso em que o matador, torero, gunslinger, killer Pedro Emanuel olhava o bruxo Henao, que rebobinava no meu computador cerebralE mentalmente dizia que nao tinha medo de ser feliz.E foi.Justamente.Cosmicamente.Merecidamente.Foi o que lhe disse durante um almo�o "patrocinado" pelo Lito Soprano e ao qual e por total acaso se juntou um dos nomeados da Agenda Bazaar a apresentar brevemente.Ou como em poucos segundos, distancias, memorias, emo��es, turbilh�es existenciais se cruzam.Como no aleph de Borges.Reduzidos a um micro.espa�o tao pequenino , tao insignificante, mas cheio de ram, espa�o para que l� caibam , momentos como este.Da conversa, da qual e em breve, saira uma versao media , que mais nao representa do que a afirma��o de uma nova gera��o de artistas do futebol, conscientes que � preciso algo mais pelo espectaculo em si.Possivelmente , Pedro Emanuel nao vai anda ,ser actor desse novo palco em que acredito , e na proxima decada, o futebol se vai movimentar.Mas poder conversar ,e a uma boa mesa , de tantas coisas interessantes( uma boa parte, fica bem enterrada e auto-deetroi-se em 5 segundos) com o que muitos olham como " um jogador da bola", prova. nao a mim, que h� muito circulo se bem que por fora, nesses "balnearios laterais", mas a a quem precisar, que o melhor deste jogo inacreditavel, ainda sao e apesar das pressoes, por vezes repressoes ,os seus artistas...

BANDA VISUAL: como a bola de Toquio a deslizar sobre o gelo, o olhar ladino, preciso, " "matador" ,a segundos apenas da Gloria, captado em Yokohama do Pedro Emanuel, e como tive ocasiao de lhe dizer e agradecer num momento tao dificil para n�s portistas, vai ficar na historia da competi��o, e do desporto e do jogo que � o futebol.Nada mais justo para um atleta que tem sabido estar; com uma classe e intelig�ncia acima da media, por vezes artificialmente criada ....




escrito por alvaro �s 3:19 da tarde
|




 

50.000 SOCIOS: Estamos quase nas 50.000 pageviews.Mas nao creio que possamos ultrapassar essa meta.Nem fa�o ideia se � muito ou pouco, apesar da consistente pole position nos blogs "cronometrados" pelo sistema onde estamos colocados.O que isto quer dizer � que entre outros desafios bem mais importantes, um deles � este: ultrapassar em 2005, as tais 50.000 visitas.E voltar a insistir que poderiamos fazer bem mais e muito melhor se quem decide patrocinios e outras cenas estivesse um pouco mais atento.Verdade seja dita: ainda nem sequer apontei a bussola nesse sentido.O mais provavel � que saia daqui uma especie de spin off, isto � uma publica��ozita assente em algumas das filosofias baratas que nos norteiam....

BANDA VISUAL: os dvd ainda por desembrulhar de Chapelle e o best off do Papa da coemdia alternativa: Bill Hicks. Chegaram via aeroporto O Hare, Chicago , Illinois




escrito por alvaro �s 3:11 da tarde
|




 

Lip - Sync Nation! Foste um bom Robot hoje?: Os shows da Britney tinham pre recorded vocals e o Rock virou rio de lagrimas das das teens babosas que perduravam ao longo do Tejo.
Nunca tinha falado sobre o assunto pois achava demasiado bo�al perder tempo a discutir o harmonizer dos anjos... sim... que a menina de tanto rural pode ser considerada um anjo.
No ano de 1990 os Milli Vanilli revelavam ao mundo o seu universo Carlos Paiao in playback e mais ainda...lip sync. Na altura a industria da musica conhecia o cavalo de troia e escondia a cabecita no primeiro buraco de avestruz. Muitos buracos foram preenchidos ate a data e novas estrelas saltaram para o primeiro plano horizontal.
In Rolling Stone de 25 de Novembro 2004 :

? Ashlee Simpson foi apanhada a cantar lip syncing no Saturday Night Live, vergonhoso para a artista e show.?

?...Larry Rudolph, Britney?s manager, revelou no inicio do ano, que a figura angelical ocasionalmente faz lip sync enquanto dan�a??

? Algumas das partes vocais da Madonna eram pre gravadas para numeros de dan�a complexos.?

Alguem acredita no mito da segunda banda de cave da U2 tour?Aquela que safa os amiguinhos em alturas dificeis? Eu sim...e muitos mais tambem. Se a excelencia permite mais recursos humanos e desenvolvimento economico interno porque nao duplicar as varias tracks do album? Nao foi o que as pessoas compraram...

Reporter internacional AKA la peste
Patrocinio: Universidade de Letras do Porto e Murais de Comunica�ao.




escrito por alvaro �s 2:04 da tarde
|

 



quarta-feira, dezembro 15, 2004

 

PAI TIGER: Os novos flyers das 1002 j� chegaram.Sao ainda mais orientais no seu contexto design.Mas o essencial sao as proximas 3 noites, que contadas , permitem ainda mais 996, para encerrarmos esta humilde e modesta versao da Never Ending Tour de Bob Dylan.Consultem este sitio:http://www.oquestrada.com/Sao os proximos.Logo a seguir e a 23, quinta-feira , os deliciosos Houseanbass e para terminar este " good year": um " favor", de final de ano, que nos � concedido pelo homem do voodoo, TigerMan .De momento por terras de Fran�a e por isso impossibilitado de participar no Natal dos Hospitais 04.No dia 30.Sempre � Praia da Luz.

BANDA SONORA: um pecado audio_visual: Gwen como Alice no pa�s das malucas.O clip � mais extenso e um dia gostaria de fazer um programa s� com ou intros e "outros", dos clipes que necessariamente nao podem ser vistos nos alinhamentos das televisoes de musica.Mas que enriquecem e por vezes ajudam a explicar uma serie de aparentes incongru�ncias das vers�es tele-list ...





escrito por alvaro �s 5:02 da tarde
|




 

ANTENA VIA RAPIDA: o Via Rapida, confirma que existe material ; demos; e opinioes sobre o que posso chamar ,e � falta de melhor, Ban 05.Nao se confirma que seja uma especie de rock-opera, intitulada Bessa City XXI, estilo futurismo a la JG Ballard.Mas confirmo que , e as palavras sao mais ou menos estas: " se for para levara serio e existir mesmo uma ( boa ) vontade e mais do que isso algum tempo do Lider JL, a versao Ban 05 � mesmo para se concretizar...

BANDA SONORA: escuto regularmente a Antena 2.E gostaria que fosse menos " wagneriana", "brandeburguesa" ou mais simplesmente, menos en( cerrada).Todos ganhariamos com isso




escrito por alvaro �s 4:52 da tarde
|




 

QUE SAO VITOR NOS D� MUSICA: Mais do que analisar, " tecnicamente" o Blue Spot, ser� mais consistente, olhar o evento na sua vertente de aposta : num novo local; num novo conceito e como prova da capacidade efectiva da Ritmos e dos seus associados em gerar mercado na cidade do Porto.O que nao quer dizer que nao seja necesssario , arriscar ou melhor estudar como melhorar a acustica de saloes que nao foram pensados para receber este tipo de " mercadoria electrica".Criadas essas condi��es nao tenho duvidas que est� encontrado um espa�o amovivel, tipo Lego sonoro, para todo o tipo de cenas e musicas....

BANDA VISUAL:as doggices do Snoop em mais uma alucina��o dos Neptunes.Bombo do Snoop Jr incluido.Embora o 2/2 da dentadura, tenha j� um discipulo , um artista de grande nivel na minha classe de Spinning, capaz dos mais complexos ritmos e tempos




escrito por alvaro �s 2:50 da manhã
|

 



terça-feira, dezembro 14, 2004

 

1988: Invas�o sp�mica de 1 colaborador bissexto: al�m dos trabalhos com esta magn�fica banda, tenho agora 1 blog-projecto a solo em http://milnovecentoseoitentaeoito.blogspot.com.

Aberto ao p�blico 24/7.

Bom passeio!




escrito por Jorge Lopes �s 7:14 da tarde
|




 

PORTO 2005: Est� quase pronta a agenda 2005 Bazaar.Conseguiu-se num tempo record, terminar o essencial e lan�ar as sementes de um projecto peculiar e curioso.Em breve , revelo os 12 nomes, mais o sentido e contexto em que esta iniciativa, de que sou o responsavel editorial, surge.Bem embrulhado e melhor fotografado,vai certamente agitar algumas aguas paradas e abrir uma brecha de auto-estima numa cidade a precisar de doses elevadas dessa " droga ".Nao � um projecto bacocamente biba o Porto e " cromatico". Bem pelo contrario: exibe o que de mais " universal" e nacional , a cidade tem, dentro e fora da suas fronteiras fernandinas.At� porque alguns dos 12, expressam-se profisisonalmente em varios sitios do planeta.Festa a 26.Estejam atentos � contagem decrescente..

BANDA VISUAL: que algumas figuretas de opera bufa e de revista de TV pateta ,olhem, e por exemplo, para a espantosa pose profissional/ pessoal da Sra Gwyneth Paltrow Martin, no TRL de hoje.




escrito por alvaro �s 5:21 da tarde
|




 

BAI TRAVALHAR MALANDRO, TONITROAVA Z� B�, COLEGA FILOSOFO BILACONDENSE: Prossegue a fase experimental das 1002 noites na sexta que vem.Logo a seguir estou em Esmoriz , no Albatroz Bar ,para o Pasteleirizar, sem apelo nem agravo.E quando digo experimental, quero dizer afina��o de modelo e forma, apesar dos resultados at� ao momento serem muito positivos e superiores ao que poderia esperar.E olhar no palco , montado num dos cantos do elegante Praia da Luz, nomes como os do Jorge Coelho e do Joao Pedro Coimbra e na semana anterior o do Pedro Saraiva, d�-me um gozo especial, at� porque este � um concept que j� tinha na cabe�a h� muito tempo mas que que nao tinha podido concretizar, porque e simplesmente o momento ainda nao tinha chegado.E a compreensao do que se pretende com este tipo de " clubs" era pouco mais que inexistente.O que quer dizer que saber nunca devemo chover em molhado e como dizia o filosofo vilacondense Z� B�, " se � de vinte entra; se � de 1o fica � porta.."

BANDA VISUAL: os soulwax a olharem episodios de Seinfeld em DVD no backstage do Blue Spot




escrito por alvaro �s 5:10 da tarde
|




 

FIESTA!: Magnificos dias atl�nticos; semi californianos.E mais largos do que 100 anos.A fiesta come�ou na sexta e creio que acabou h� pouco, quando percebi , ja nem me lembrava , que tinha de gravar mais uma sessao com os rapazes de Lisboa e a rapariga do Porto.Pelo meio: 1002 noites;30 mais 1; Vibes na Industria; Tudo azul no Spot; e ainda a habitual sessao black and decker no Mar� Alta e depois uma correria para o Bar Condicionado para ver o que restava do FCPorto-Once Caldas do novo Higuita , mais p�s moderno., Henao rocker.E nao brinquemos j� que o meu mano aidna h� tempos consegui arranjar maneira de se deslocar a Medellin( o que faz varias vezes ao ano) para ver jogar o Tio Higuita pelo National da cidade do Sao Pablo E .Ainda: uma louca correria pela Avenida Brasil a escutar o jet alagado e emocionalmente arrepiante relato do Fernando Eurico, j� que nao consegui mesmo ver , as penalidades e respectivo circo emocional.E depois uma cena numa expo de design e mais uma passagem domingueira pelo Bazaar ,e ....

BANDA VISUAL: a conversa muito backstage e irrepreensivelmente Guitar World entre o Ze Pedro e o Joao Vieira, a liderar um projecto em que " j� se sacode a anca", isto � , shake hips, metafora para dizer que as novas can��es t�m mais groove, swing ou rock and fucking roll




escrito por alvaro �s 4:57 da tarde
|

 



sexta-feira, dezembro 10, 2004

 

Quem deve ser o Bono vinte anos mais tarde? O Bono vinte anos mais velho.: A grande questao: quem deve cantarolar a famosa frase, ? tonight thank God it?s them, instead of you?, na Band Aid 20?
Foram varios os bitaites proferidos pelos 60w de luminosidade das seguintes personagens:

Tim Clark, IE Music ? Nick cave, pois so ele sabe dar significado a uma linha metaforica como esta...sim pois isto de ser pobre tem muito que se lhe diga...e porque tambem ja esta velhote?

Pat Sharp, century FM ? Eu abria a via para o Bob Geldof! Tambem e velhote...melhor... juntava o Bono,Nick e o Bob e tinhamos os tres velhotes.?

Joe Black, Universal UK ? O Brad Pitt pois gosto do desempenho no filme de natal: Joe Black! Eheheh que piadao ne...humor black britanico...tas a ver nigger!!! Agora a serio como real joe propunha o Shane McGowan. Claro que se tivesse os representantes do idolos portugueses fazia o coro de santo amaro de olheiras. Ah juri do canastro ! ?

Jose Mourinho, Chelsea FC ? Comigo pia tudo baixinho! Nao percebo nada de musica mas garanto que amanha as duas da tarde terei o curso de historia da Musica juntamente com um mestrado em Literatura Britanica . Maniche ja fiz tudo por ti e posso voltar a fazer... Cantas tu vestido de bono.?



Reporter internacional Aka la peste
Patrocinio: Music week




escrito por alvaro �s 2:27 da tarde
|

 



quinta-feira, dezembro 09, 2004

 

BEAU! �S UM GAJO COM MUITA SORTE: Estava agora a espreitar o video de Right to be Wrong e a confirmar os posts londrinos.E a confirmar ainda uma escolha de single bem mais acertada e representativa da alian�a Stax-Joplin de que falei anteriormente, e que representa bem mais a alma do que o "corpo " do disco que U Had Me representava.E ainda desejar ao Beau Dozier, boa sorte e dizer-lhe que � um gajo de sorte...

BANDA VISUAL: a inocencia cada vez menos inocente da diva campestre




escrito por alvaro �s 5:15 da manhã
|




 

TERTULIA COR DE ROSA: Diverti-me nos bastidores, alias muito design do Rivoli.E fui o primeiro a dar beijinhos na Sonia, ainda antes do pap� Tavares o fazer.E claro como lhe dizia , tive de me conter , para nao " "disparatar", ritual backstage de lo habitual.E na fila H ao lado, Rei Rui Reininho.Em quem tropecei por casualidade, j� que cheguei mesmo em cima da hora.Nao se trata de uma versao tertulia cor de rosa , mas apenas os chamados fait-divers pessoais que dao cor a uma noite de estreia ou melhor de apresenta��o de um disco.O que significa e logo � partida , que se trata de um espectaculo peculiar e desenhado num contexto de festa .O que alias sucedeu em parte e nesse aspecto recomendo a critica feita no coelga blog Vicio da Arte que espreitei e com cuja perspectiva mais hardware concordo globalmente.Nao creio que este possa ser o alinhamento 2005 e muito menos a matriz do que se poder� ver em breve.Mas e como esperava Are U Near funciona muito bem live; alguns dos momentos instrumentais ,como o proprio Rei Rui me dizia, evocam o krautrock de 70; a voz da Sonia parece-me mais caliente, embora ache que visualmente poderia evitar algumas " bjorkices".E em alguns momentos falta punch, agressividade 4/4 e alguma percussao live aos temas FM apresentados.Esteticamente muito bonito e um som limpido e muito afinado.Apenas e s�, uma reac��o a quente...

BANDA SONORA: no p�p� kosta,as electro-maluquices propostas pela edi��o mais recente, publicada entre n�s , da Wire




escrito por alvaro �s 4:46 da manhã
|

 



quarta-feira, dezembro 08, 2004

 

O Sapo andou a Cocas!: Os numeros indicavam uma adesao colectiva de doze mil pessoas para um Barter Sapo versus MTV P. Todas elas sedentas de ouvir Expensive Soul e umas bandas belissimas que ganham premios e numeros no bingo. A eles coube a ?expensive? tarefa de abrir o plano de realizacao para os dois primeiros MTV live gravados em Portugal. Produto bem plageado com as raizes de merito a ?recair? sobre maxwell e D�Angelo. Sao , a distancia dos iluminados da industria musical portuguesa, o fenomeno pop teen que as babosas teens portuguesas desejam e merecem...ta boa Max!Nao percas o Farol.
Os Blasted germinam no palco e morrem na ? galeria? , como dizem os italianos, os mesmos que realizaram o show de bola. Excelentes para o crowd local mas longes da excelencia do publico televisivo. O projecto , que teria probabilidades de sucesso na Russia e arredores, confirmou o excelente percurso musical mas fico com duvidas quanto ao resultado televisivo. Os plasmas no evento nao ajudavam.
Da weasel ? tas na boa...em Lisboa? e na tua rua tambem. Repito que no canto do teu quarto �s verdadeiramente internacional. Parabens Carlao. O circulo fechou-se mais uma vez. E com palavras estranhas como Rim respeito o teu jogo de rins.
Gostei de ver um catraio chamado Diogo Dias...lembrei me de ti AC...sudoeste a preencher hiatos.
Ha Vibe em NY e voltar em Lx...fui dormir com saudades da Silvie ( ex curto circuito).

Reporter Internacional AKA la peste

Patrocinio:Com o titulo ? O Sapo andou a Cocas? nao quero dizer que snifei as 200 modelos que perduravam na zona VIP do evento Sapo Sound Bits, e que naturalmente segui � distancia de uma linha que � sempre intransponivel.




escrito por alvaro �s 8:06 da tarde
|




 

DIA 8: Hoje Jim Morrison faria 61 anos.Bizarro imaginar isso, ou mesmo re.escrever a historia da pop cultura, alias um dos meus projectos para os proximos anos, com essa perspectiva.Isto � sem a iconografia " 27", ou com as imagens significantes a serem apenas fotos de uma determinada juventude e nao O momento que efectivamente sao hoje.Igualmente a 8, mas a 9 na Europa( e o numero 9 acompanha -o quase sempre) Lennon era abatido em frente ao estranho edificio que se chama Dakota....

BANDA SONORA: creio que a Sonia Gift anda a escutar musica negra actual; e cantoras como Beyonce.Acho bem....




escrito por alvaro �s 6:38 da tarde
|




 

NA CLINICA: Recomendo a conversa sem abrigo da proxima quinta na Antena 1, com o Nuno Gon�alves dos The Gift.Esta noite vou espreitar a banda ao Rivoli, e perceber como as can��es mais directas e simples dos 2 albuns, e de facto sao 2, e nao um disco duplo, vao caber nos palcos.Prefiro e para j� o lado AM, e a voz mais quente e " humana" da menina de Alcoba�a.Mas se puderem , espreitem a conversa: do excesso mediatico � volta da organiza��o da banda � boa imprensa.Das ambi��es (des) medidas , �s des( medidas) da verdadeira dimensao do "fenomeno"; da questao do portugu�s, � utiliza��o de um ingl�s especifico( e agora bem menos na moda, para bandas nacionais) e da cren�a no modelo , custe o que custar e finalmente as encruzilhadas da chamada industria na qual o grupo soube encaixar, tirar partido e funcionar.Em geral uma conversa animada e franca, um pouco na senda das que tenho apresentado nas ultimas edi��es caseiras do programa que realizo para a Antena 1

BANDA SONORA: o lado mais "electrico", agitado e frenetico: FM




escrito por alvaro �s 6:24 da tarde
|




 

NOVEMBRO 2005/ NOVEMBRO 1995: Nao � uma daquelas noticias Via Rapida que se confirmam ; mas sim o rebobinar de um momento normalissimo de carreira, mas que esperei pelo menos uma decada para recuperar.Durante a segunda edi��o dos VMAS da MTV E, fui o pivot da emissao especial da Antena 3.A partir do Forum Picoas, e com a ajuda de Francisco Salgueiro , entao ligado � TV Cabo , realizamos mais umas daquelas emissoes 90, que ficaram na radio-memoria da epoca.Na altura, expliquei que o crescimento da rede de cabo; um Pavilhao como o Atl�ntico e alguns sinais avulso, permitiam " sonhar" com alfum cimento � mistura, numa edi��o em Lisboa.Lembro-me de ter levado " porrada" por causa disso.Ja nao sei por quem, nem me interessa.Ter boa ou m� imprensa faz parte do curriculo e das obriga��es minimas.Estou bem para l� de Marrakech no que diz respeito a essa questao.Ficou-me a tirada ironica na memoria e se nao estou em erro, a pe�a foi publicada no Publico.Alguns anos depois , o que posso dizer ao referido jornalista � que seja bem vindo aos VMAS de Lisboa em Novembro de 2005...

BANDA SONORA: estou a gostar francamente de alguns e sao bastantes, momentos do AM/fm dos Gift.Favorita at� ao momento: Are You Near?




escrito por alvaro �s 5:25 da tarde
|




 

AO MEU PAI, QUE ME LEVOU PELA PRIMEIRA VEZ AO ESTADIO DAS ANTAS, NUM DOMINGO � TARDE DE 1965: Foram , algumas, para nao dizer muitas, as emo��es, do dia de ontem.Em causa nao estava apenas "clubismo" seja l� o que isso significa no seculo XXI.O que e para mim, que sento, sem favores, este " cuzinho" desde 1965 no falecido Estadio das Antas, nao � o quintal do " adepto famoso" , a la TVI, ou a " caus�o" em rodap�, a la RTP.E muito menos o beija mao, o "cronismo" ( que e curiosamente e em ingl�s , significa seguidismo), mais ou menos receoso, ou alinhado e o portismo p�s vitorias.E muito menos a personalidade, o cultismo cego acefalo.O pior que pode acontecer ao imperador � come�ar a confundir mensagens com mensageiros; acreditar no seu proprio mito e apenas escutar o que lhe interessa e soa bem aos ouvidos, afastando quem pensa pela sua cabe�a e diz o que acha que deve dizer, e nao o que convem.Mas o que estava, realmente em causa, para alem de questoes legais que a Justi�a Portuguesa deve resolver, � a Identidade, a cultura no seu estado mais bruto e puro.O uso de uma questao legal , para colocar em causa valores que culturalmente fazem parte de uma regiao, como se essa regiao representasse o " mal", fosse o demo da incapacidade golbal do Pa�s em se afimar .E o que percebi , e � luz de alguns comentarios, escritos , e observa��es,foi que , era um determinado simbolo e identidade, exageradamente ou nao, colado � figura do Presidente do FCP como baluarte desses valores, que estava em causa.Porque se a questao � varrer o que aparentemente umas virgens puras pretendem, entao deveriam ter dito alto e bom som, que at� se ganham jogos e o futebol � um jogo, com erros dos arbitros que e de facto tambem joga.Perderam a oportunidade.Esta sim dourada.O actual Presidente de um SAD de um clube de que at� gosto mais do que alguns pensam e que me habituei a respeitar em tempos , por exemplo de senhores como Borges Coutinho , em vez de vir falar de alucinadas perseguui��es de media e nao si que mais, deveria dizer que a sua equipa at� ganha jogos porque um jovem arbitro se sentiu inseguro por ter expulso um jogador seu.E nem era preciso ser treinador de bancada para se perceber que a " compensa��o" estava � porta.E bastou entreabrir.E ficava-lhe bem.E at� nos " enganava " a todos.Mas assim ficamos a perceber que a pureza � para os outros e que vai querer ficar na Historia como o homem que devolveu 11 anos depois, um titulo ao efectivamente maior, mas a ficar bem menor, clube portugu�s:o Sport Lisboa e Benfica: seja com mergulhos para a relva do esquiador noruegu�s; com golos offside do Boavista no Dragao; e seja ,e j� o percebemos todos com a complexa missao dos arbitros em jogos futuros do FCP, " naturalmente" condicionados pela necessidade de revelarem total isen��o.O que � um passo mais do que certo para a injusti�a.Mas: e aqui � que est� o que senti ontem e estou � vontade para o dizer : (At� porque nos ultimos anos , nao tenho tido particular " apoio" de algumas for�as vivas ou moribundas locais; e muito menos de uma certa classe sem espinha, que � noite deve dormir em colchoes especiais, para que a mesma nao se dobre de vez.E � vontade para dizer que tem sido da capital, que tenho sentido mais respeito, animo e at� energia para seguir o meu trabalho, e efectivamente oportunidades de trabalho , que escasseiam de outros quadrantes.O que quero dizer � que nao engulo as patacoadas da historia Lisboa a arder; e do Terreiro do Pa�o; e do Estadio de Oeiras, e do centralismo e tantas outras por vezes instigadas pelos regedores da regiao e da paroquia, alguns deles do Douro, do Centro, daqui e dacol�, especie de quadros de segunda divisao, tipo aqueles treinadores que se oferecem para calada do cimbalino e nao da noite.)� nestes momentos, que surge algo que ainda nao consegui definir, mas que em varios momentos, alguns pessoais, me surgiu: exactamente o que olho agora da minha janela.Um tom dourado, sepia, granitico....

BANDA SONORA: a 20 centimetros do ecran; o meu grito de GOLO!!!!!!! e coincid�ncia: desta vez fui eu quem revelou o resultado ao Luis Oliveira; da outra foi ele.Ambos os jogos j� meio perdidos e com equipas ingleses e decisivos....




escrito por alvaro �s 4:57 da tarde
|

 



terça-feira, dezembro 07, 2004

 

Upa Upa!: Marshall McLuhan escreveu ? Television: the timid Giant?. Agora os timidos vao conhecer o gigante! MTV European Music Awards 2005 em Portugal.

Reporter Internacional Aka la peste

Patrocinio: o pai tomas




escrito por alvaro �s 6:58 da tarde
|




 

GIGI , I LOBE U.DIRIA ESSE MEU COILEGA DO PENSAMENTO E DA RUA JULIO DINIZ, PRF HERNANI BITAITE GON�ALVES: Diverti-me e um pouco por acaso, na Casa da Gigi.Nada do que estao a pensar.Por muita e ( boa) imagina��o que possam ter.Subia a Avenida da Boavista, muito " cedo", ap�s a bela noite que criamos na Praia da Luz e passagens pelo 31, e inevitavel Industria.E resolvi inopinadamente , "marcar o ponto" no Triplex. E mal l� cheguei entre gritarias femininas, figuroes habituais e uma banda sonora onda alterne delux, encontrei algo importante que falta nos locais habituais : diversao; fun e concept.Nao � defeito de fabrico meu, mas sempre que estou numa dessas
"casas" mais classicas ou habituais , a nao ser que apare�a um daqueles nomes mais carismaricos, nao vejo, nao sinto, nao capto, diversao.Recentemente li um artigo sobre a "sombra" que o chamado DeeJeing amador ou de raiz mediatica, estava a fazer aos verdadeiros profissionais do metier, isto nos Estados Unidos.E a forma como estes, e se calhar justamente, estavam a olhar para o" fenomeno".As minhas teorias e sao praticas, passam ,e o exemplo da Gigi/Lara TSF, � paradigmatico, pela liberdade criativa e de conteudos sonoros, naturalmente conceptualizados.Por vezes , os profissionais , preocupam-se mais com a forma,o style, e at� a competi��o, marca��o de territorio.Um pouco como os criticos, que falam uns para os outros.Foi no que pensei ao sentir a reac��o da " jaula" da Gigi aos acordes de Toxic da tia B.Indiscutivelmente um brutal tema de dan�a , mas " horror dos horrores" nunca faria parte de nenhuma set , daquelas , de muito boa imprensa.Alguma ironia? possivelmente, uma pose semi decada de 90, mas basta olhar em volta e perceber que os que l� estavam, e alguns sao crominhos dos Warriors, foram " valentes" e aceitaram a carga toxica, pelo que ela � de facto , e nao pelo que deveria ser, na cabe�a de alguns pensadores famosos...

BANDA VISUAL: O decor foleiro e tao alterna city, da Casa da Gigi...




escrito por alvaro �s 11:28 da manhã
|




 

J� VAIS PARA A MAIA E CLARO SALAZAR J� MORREU!: Indispensavel a aquisi��o do numero especial da Interview, correspondente ao aniversario 35.Para alem de ficarem a perceber como a revista de celebridades; ex celebridades; futuras celebridades e candidatos a celebridades, (leia-se pop cultura e nao Ketchup Hein Mol)definiu algumas das tend�ncias globais mais recentes, poderao olhar a fotonovela( sem ironias) Dreamers, criada para Georgio Armani, com o esquizomatic e em ascen��o Michael Pitt, como Corin Tellado digital.E entrat tantas outras prrendas, desembrulharem a afirma��o de Kirsteen Young que, " uma tarde de calor humido num quarto de Hotel de Lisboa" criou uma especie de visao que derrubou muros criativos e ajudiu a criar a tematica ( ambiciosa) do seu ultimo album...

BANDA VISUAL: estava a ler as escolhas DVD/TV da sempre indispensavel Entertainment Weekly e ao mesmo tempo a ver mais um " momento DVD desportivo": e criar um novo episodio da Twilight Foot.Imaginemos apenas que o Karadas tinha o " Azar" de jogar no Porto; E o Meu clube/ e nao SAD.Repito( � J Malheiro ) clube e nao SAD,o azar ou a necessidade de o ter, e mergulhasse daquela forma para uma piscina relvada...oh meus amigos: eram ministros, comitivas, talk shows, manifesta��es, lutos e como alguem dizia , " J� vais para a Maia", "Salazar j� morreu"," Siga e Entra" , e finalmente um sonoro " E Etc", para terminar numa pirueta....




escrito por alvaro �s 8:47 da manhã
|

 



segunda-feira, dezembro 06, 2004

 

ANTONIO GOES TO HOLLYWOOD.MAS PA�O DE ARCOS DID NOT GO TO VILA VERDE: Finalmente: nao li nenhumas criticas; e respondendo a um comentario sobre uma critica acerca dos hermanos corazon, Los Lonely Boys( que tambem nao li), nao costumo ler.E se existem areas da nossa imprensa especializada que discordo em absoluto, � essa.E nao � por concordar ou discordar: � mais pelo conteudo e pela forma.Pelo excesso opinitativo absolutista ,cujo peso � evidentemente proporcional, � credibilidade de quem emite tao doutas senten�as.E pelo espa�o, (que nao se tem), para divulgar mais coisas , e finalmente :porque ainda se vive nessa area ,uma especie de sombra 80s, da qual nao nos conseguimos libertar.N�o li nada, rigorasamente nada sobre os Humanos.Mas nao me custa adivinhar as 6 estrelas, os 14 pontos, as loas a esta gera��o tao excitante ,e as hossanas ao genio.Isto �, o paradigma do correcto, alinhado e igual: o que s� por si , " viola" tudo aquilo,que de facto Antonio representava para quem o viu : imprevisivel , onda Antonio Goes to Hollywood, que � a forma como , e em suma , o recordo.Entre outros ,e apesar de entender o sentido central, natalicio e mainstream do projecto, incluiria outra gente: do rock and roll de coimbra; ao hip hop.Quim Barreiros e Reininho.Seria giro, perceber , quais seriam as sugestoes da audi�ncia da Via...

BANDA SONORA: Devo estar a alucinar, mas acho que ouvi falar em "entorse" fiscal.O que para mim significa o que tenho de pagar sem poder fugir....




escrito por alvaro �s 8:03 da tarde
|




 

SEM MINHO NEM BINHO BERDE: Ainda nao escutei o disco de ineditos, re.interpretativos , ou homenagem de uma gera��o, que "ouviu falar","nao conhecia muito bem", "nao ouvia", ou entao como muitos, que agora, estao a fazer de Varia��es, uma especie de novo santo do postumamente correcto.O que nao acontecia , noutros tempos, alias nao tao longinquos como isso. Prefiro homenagens postumas em vida.Tal como as que se vao, e justamente fazer a Rui Reininho.Apenas e s�, me refiro ao politicamente chato; ao correctamente alinhado; ao ar tao " profissional" com que alguns dos escolhidos para esta cena, t�m decorado a sua postura tao academica e morna.Tudo aquilo que Varia��es nao foi; nao seria; nem nunca teria sido.O que vi do artista na epoca, nada tem a ver com a muzak mental de que este projecto vem tra.re.vestido.Pelo que me disseram, nada a dizer tecnica, interpretativa ou sonoramente.Mas Mc qualquer coisa, nunca ser� sarrabulho.Nem posta mirandesa, ser� estudada na Universidade do Hamburger..Ao escolherem interpretes certinhos, alinhadinhos e muito bem comportadinhos, ( e insisto que tem mais a ver com o que vi durante os ultimos dias de promo��o do projecto)uma boa parte do Minho ,que h� em Varia��es, tornou-se e metaforicamente Binho Berde sem Putas...( expressao tipicamente minhota para definir pandegas e parodias..)
BANDA VISUAL: sou fan de discursos , comicios e sessoes especiais do Parlamento




escrito por alvaro �s 7:50 da tarde
|




 

BARIEDADES: Algumas nuvens temporais, impedem-me de , e pelo menos perceber se estava ressacado, ou a a descansar pela primeira vez em 3 dias, ou simplesmente a escutar o famoso " meia de rock"/ RR, se bem me lembro , 23.30.Pego Vitta FC, e de repente uma voz assim do alem, a dizer que estav algures entre Vila Verde e Nova Iorque: wow, disse para o meu mano, ele sim um fanatico do weird, e da mix entre an�es, Quim Barreiros do tempo da k7 e a vanguarda nova iorquina, onda Bush Tetras ou Lounge Lizards.Entao e recordo.me perfeitamente, queriamos formar uma especie de banda virtual: nome j� tinha: os Sacristoes da Avenida.Uma referencia a um universo que como vilacondenses , captavamos e viviamos: entre a beatice da Rua da Igreja, os delirios do famoso e falecido Tone Rendilha,e uma estetica New York Dolls , a la Bila.A base seriam can��es populares, vulgo cenas minhotas, brejeirices e possivelmente uma versao alucinada do reportorio do mito vilacondense Chico Sorri�o.J� entao , nos " preocupava" a falta de humor, a estetica xanax-canal 2, o exagero das " gabardinas mentais".Foi por isso que ao escutarmos o artista em questao, reagimos da forma com que por exemplo lemos noticias do bizarro,as corridas de gajas nuas , escolhidas pelo " maior" e os ultimos dias da vida epica e biblica de Rick Jones , a que voltarei em breve.Isto � um humor algo bizarro, lateral ou semi-negro.Foi exactamente por estes motivos e pelo que ouvimos a seguir, que nos pareceu que algo de novo surgia.Chamava-se Antonio Varia��es, que soava como as noites ,que passava a ajudar o meu pai na Feira Agricola de Braga;e uma noite , " muito especial" em que todo maluco, e a competir com borracholas profissionais, decidi , juntamente com os seus empregados, virar um carro que se encontrava estacionado.O que quase conseguiamos.E ainda hoje nao sei porque nos deu para aquilo...embora no meu caso, me recordasse as noites de aceleras em Vila do Conde.O carro funerario conduzido pelo Toni Tolo;furgonetas em competi��o; os pedregulhos retirados em frente da Policia, e o consequente recome�o das" actividades "; a edi��o em que vimos as corridas como se tratasse de uma etapa da Volta a Portugal em bicicleta...

BANDA SONORA: cola-se; vicia: que momento da historia da musica pop .O Woodstock negro que se chama Wattstax




escrito por alvaro �s 7:28 da tarde
|

 



sábado, dezembro 04, 2004

 

MAIS 4: Tinha prometido, a seu tempo e no momento certo, Slimmy News.Em breve, terao um site onde poderao seguir as aventuras do rocker de Red River.Por agora dizer-vos que j� existem mais datas londrinas para Janeiro e uma passagem por um programa de televisao.O RP � obviamente Saul Davies, que ao telefone e de Londres, me falava igualmente do seriado, que o classico The Times, tem feito � volta do segundo volume da saga Mourinho a que os portugueses tiveram acesso no final deste Verao.Sinal importante do crescimento mediatico e do " power" do icon luso em terras de sua Majestade.E � medida que se aproxima a mais do que real possibilidade do mais sexy clube londrino se tornar campeao, 47 anos depois, a dimensao do man( vide , o espanto de muita gente como por exemplo o insuspeito Barney Hoskyns, extasiado com o design da equipa de que � fan , desde que nasceu), chega a pontos inimaginaveis mesmo para quem como eu , sempre acreditou no artista, indepentendentemente das " baidades, ego, manias e bizarrias) com que muitos procuram colorir , o indesmentivel....

BANDA SONORA: aquela loucura( cortesia do joao ferreira , criado pelo PlayGroup e que inclui mais de 300 clipes de can��es ...)




escrito por alvaro �s 6:52 da tarde
|




 

SARAIVA NA FOZ: Ainda captei umas " frames" de mais um epsiodio do Major Alvega produzida na e pela Miragem.E se por um lado, como em tudo, a tecnologia nao espera por ninguem.E bastaria citar as imagens de Sky Captain, para o entender.Mas fica a visao artistica e criativa.E em rela��o se o tempo nao espero, pode fazer e pelo menos justi�a.A curiosidade � que o designer � o mesmo Pedro Saraiva desta noite 3,das 1002. em curso.Como sempre estao convidados e e breve, anunciaremos a programa��o que vai desaguar at� ao final do ano � Foz....

BANDA SONORA: o lan�amento da da Sapo Sound Bits, para a MTV.� mesmo a altura das
"marcas"( entenda.se como brand a la anglo saxonico.Ler , o livro de Naomi Wolff, nacionais estarem mais atentas, abertas e menos "engravatadas"...




escrito por alvaro �s 6:12 da tarde
|




 

LARGOS ANOS , SAO DIAS.: Cumpre.se o que lancei ,de uma forma cuida e subtil ,mais uma noticia VR, logo a seguir aos VMAs de 2003: Lisboa estava na fila.E se calhar nao foi logo em 2004, por motivos obvios e interesses estrategicos da propria Networks.A contagem decrescente j� come�ou e alguns sinais, internacionais ainda tenues, come�am a surgir.Uma oportunidade dourada para colocar este jardim, na rota pop mundial.E como em Edimburgo e Roma, organizar uma festa de rua, para a qual uma presen�a lusa , pode significar um verdadeiro palco mundial...

BANDA VISUAL: O segundo volume, ainda imaginario, dos dias largos de 100 anos...




escrito por alvaro �s 5:59 da tarde
|

 



sexta-feira, dezembro 03, 2004

 

D.R.SAX 2: Creio que nao � , " filme" colocar Granja City, numa especie de centro pop .Do Quico ao Pedro Saraiva.Durante algum tempo, com o muito Tai Chi Alexandre Soares( e quem sabe se poderei anunciar a participa��o do criador portuense, numa possivel segunda serie das 1002 noites) e o agora neo -brit�nico Saul Davies, a muy nobre e " azul" area a Sul do Porto, tem servido como base "operaria" para uma serie de projectos a que estes nomes estao directa ou indirectamente ligados.E com o selo Granja City , j� escutei as remixes de dan�a que vao " ressuscitar" alguma da melhor pop portuguesa de 80.Amor dos Herois incluido.E nao se tratam de versoes , ou de updates.Simplesmente, re.constru��es das versoes vocais originais.Saraiva e os Lucky Stereo( ex Bandemonios) sao os " culpados".Por isso , sem revelar nada sobre o tipo de surpresas que podemos espreitar � Luz da Praia, na Foz, no proximo sabado, gostava de vos recordar o evento, que pode igualmente servir de lan�amento, do que baptizei de D.R. SAX 2.Como o tio Jorge Miguel dizia , ou�am sem pr�, pre e conceitos errados.Dos 2 discos de originais, retiram.se algumas coisas muito interessantes; ideias ainda por terminar convenientemente e a certeza que o clima de abertura e espa�o que as formas negras de musica ocupam hoje, poderao re.abrir horizontes, aparentemente perdidos e � epoca nem sempre muito bem interpretados.Com a noite de sabado, ficam a faltar e apenas 999 noites para o fim deste projecto..

BANDA SONORA: ando a " limpar"; "arrumar" e " picar" sons daqui e dali.E alguma simpatia pelo abismo criativo levou-me a "abrir"as janelas do " poeirento" mundo de Ian Brown de Music of The Spheres...




escrito por alvaro �s 3:11 da manhã
|




 

DE RED RIVER PARA ...: J� tenho uma compila��o de noticias sobre a Slimmyland:a base, j� terao espreitado na ultima edi��o do Blitz.O que posso acrescentar � que no Hope and Anchor,uma das caves mais deliciosamente infectas da capital do Reino, estavam presentes membros dos Ash, num sinal de crescendo da curiosidade � volta do extra-terrestre luso.Para esta segunda-feira, o "ponto" que vai ser assinado no cada vez mais influente Dublin Castle, num showcase, que pode aumentar o profile do Ziggy de Red River.O fotografo Alberto Crazy Almeida , esteve em Londres, e pelo que sei,poder� ser mais um nome, a embarcar na Campanh� dos avioes, agora e rapidamente a tornar-se num verdadeiro aeroporto.Os proximos meses, vao ser decisivos: o single de estreia com as mixes/ remixes dos Electric Six, que tambem estao de regresso,estar� na " rua" ainda antes da Primavera..( to be continued)

BANDA SONORA: as raridades e maluquices dos Monster Magnet em versao psic�-tropica




escrito por alvaro �s 2:48 da manhã
|

 



quinta-feira, dezembro 02, 2004

 

happiness is a warm gun : Adeus Santana. O �ltimo boy que feche a porta.




escrito por Ricardo Salazar �s 6:04 da tarde
|

 



quarta-feira, dezembro 01, 2004

 

CLASSE 04: Gosto sinceramente da nova versao, onda classe 04 da Band Aid.Mas ainda nao tinha visto o clipe de uma ponta a outra.E estava a divertir-me com o incomparavel Dizzee Rascal , eis senao quando aparece a jovem Joss e logoa seguir o momento chave: a liga��o � memoria do evento: o clip original, as reac��es da classe 04 , e a liga��o, entre a crian�a moribunda e esfomeada e a jovem mulher que � hoje, presente no estudio londrino onde foi gravada a nova versao audio-visual: A mesma ,que referi durante os especiais e as cronicas sobre o Live Aid e a que Bob Geldof se referiu, como um dos factores para a re.inven��o mediatica do projecto.

BANDA VISUAL: a prova da espantosa capacidade mobilizadora da MTV : a belissima emissao especial dedicada ao Primeiro de Dezembro, cada vez mais, dia mundial da Preven��o da SIDA, e menos Anti.Filipismos castelhanos ou outros....




escrito por alvaro �s 5:09 da tarde
|




 

O canto do mundo...se te canto.: O grande Tom Jobim uma vez disse: ? quando a gente canta o quintal da gente, est� sendo internacional, porque aquele quintalzinho s� a gente tem?.
Com contornos pr�prios h� quem o fa�a genialmente: asruinascirculares.weblog.com.pt
Jo�o anseio pelo nosso abra�o circular no mesmo canto do mundo.

Rep�rter internacional

Patroc�nio: Z�, Rui, Jo�o




escrito por alvaro �s 1:54 da tarde
|




 

ELES J� "ANDEM" A�; E COMO SEMPRE EU NAO ANDO NEM ALI NEM AQUI;ESTOU NEM A�:DIRIA A POETISA BRASILEIRA LUKA: Por acaso li a cronica televisiva de Cintra Torres na passada segunda-feira.Por acaso, porque nao sou fan de critica televisiva, que na sua maioria , se refere a programas e experiencias que desconheco quase por completo.Nao sou expert, nessa area.Mas acho que sei alguma coisita e que aprendi mais do que j� pude realmente aplicar.At� porque oportunidades nao t�m sido muitas.E caso haja duvidas , o facto de 3 das caras do falecido XPTO, estarem mais do que lan�adas, duas em espa�os de alta responsabilidade no canal 1,( Cristina Alves e Luis Oliveira) e uma outra em programas da RTP N, mas com passagens por exemplo pela Gala do Inimigo Publico( Ana Rita), indicam que para alem do talento e potencial que desenvolveram , foram como que " treinados" num determinado e crucial momento, das suas ainda mais do que jovens carreiras, com resultados para os quais e sem complexos dei o meu contributo.Mas o que me interessou na cronica, foi a forma como o cronista televisivo, desenhou cenarios de " Ratiza��o", com menos " Buenos Aires":isto � media-cenarios sob o mais do que provavel governo socialista.Para mim � igual ao litro ,ou � rosa , ou mesmo � laranja agora mais murcha.Nao estou nem a�, dizia a poetisa Luka.Nao estou mesmo.Nunca estive e creio j� ser demasiado tarde para estar.Mas j� se notam , anima��es extra; vitaminas a sortie efeito; e filas para o novo emprego ou para se recuperarem empregos perdidos: e " comicios"; e o " regresso" de umas figuretas , que andavam, ou" doentes" da cabe�a ou metidas em" buracos".E at� j� fazem parte de nucleos de "intelectuais" , que apoiam pr�, pr� candidaturas a Municipios:q Eles (j�) "andem " a�.E escrevo este post, agora.Para que conste.E fique cravado neste papel virtual.Em Dezembro 04...

BANDA VISUAL: regresso ao "angularismo " minimalista dos Gang of Four.Um dos ingredientes de uma noite tao divertido � beira Foz molhada, humida e fertil




escrito por alvaro �s 7:59 da manhã
|




 

VARIEDADES E VARIA��ES: Uma verdadeira Radio Varia��es, a homenagem metaforica e sonora ao eterno Peel da RADIO.E Varia��es no sentido do cruzamento de ideias sonoras que os convidados proporcionaram uns aos outros e ao publico mais ou menos habitual do famoso bar da Foz do Douro; uma especie de re.encontro de uma gera��o de 80 made in Oporto, o que me deu um gozo especial; e nao:a noite nao foi de forma alguma nostalgica, mas soube mesmo bem , recordar entre outras coisas algumas das " quedas" monumentais no " infame " Griffon s e reconhecer ser um milagre alguns de n�s estarem " vivos" e pelo menos cerebralmente.O Joao Ferreira, l� esteve; encontrou o local e finalmente percebi que ele conhece tao bem a Foz como eu Nova Hamburgo.Mas est� "perdoado", at� porque � um rapaz muito interessado e atento.E que espero ver no sabado, 4 de Dezembro, e nao na sexta, na Praia da Luz, numa noite 1002. que preparei hoje � tarde sob um ceu plumbeo-esmeralda( pare�o um poetastro, daqueles que morriam de amor no seculo XIX)com o Pedro Saraiva que vai apresentar algumas surpresas, que nao devem perder.E registo o aumento de apoio e energia � volta do " projectinho": do Blitz aos anuncios de agenda do Publico; de alguns amigos a pessoas que vou encontrando por essas "esquinas" e me questionam sobre o concept, j� que ouviram falar algures; ou um amigo disse...espero que as proximas semanas materializem esse aumento de interesse e curiosidade ..

BANDA VISUAL: os passos de Jorge Romao a la GNR ao escutar Flying Lizards, Ramones, Devo , ele que tambem foi um dos DJ s convidados....




escrito por alvaro �s 7:34 da manhã
|

 






    Webset Copyright © Blogfrocks