Via R�pida

música . espectáculos . anti-critica .



Contactos

�lvaro costa
elvis sandokan
jorge manuel lopes
la peste, rep�rter internacional
miguel quint�o
paulo garcia
ricardo salazar
rui malheiro



Outras Vias

anabela duarte
blind zero
blitz
cody chesnutt
f�rum m�sica
f�rum sons
gregory palast
legendary tiger man
mondo bizarre
new musical express
nirvana
rock's backpages
terceiro anel
xutos


Blogues

a pensar morreu um burro
�gua t�nica e ginger ale
ampola faz pop
anteestreia
automatic stop
aviz
blogacha maria
canal maldito
cinema paraiso
cr�tica lusa
cr�nicas da terra
epiderme
ginjinha
hang the dj
harmonia do barulho
horas perdidas
mar salgado
meliante
music is math
nave dos suspiros
pautas desafinadas
pirilampo m�gico project
ponte sonora
rio ave fc
roda livre
santa ignor�ncia
serendipitous cacophonies
sof� verde
sol da meia noite
trompa
vidro azul
vilacondense
vila do conde quasi di�rio
xway

 


Arquivos

06/01/2003 - 07/01/2003
07/01/2003 - 08/01/2003
08/01/2003 - 09/01/2003
09/01/2003 - 10/01/2003
10/01/2003 - 11/01/2003
11/01/2003 - 12/01/2003
12/01/2003 - 01/01/2004
01/01/2004 - 02/01/2004
02/01/2004 - 03/01/2004
03/01/2004 - 04/01/2004
04/01/2004 - 05/01/2004
05/01/2004 - 06/01/2004
06/01/2004 - 07/01/2004
07/01/2004 - 08/01/2004
08/01/2004 - 09/01/2004
09/01/2004 - 10/01/2004
10/01/2004 - 11/01/2004
11/01/2004 - 12/01/2004
12/01/2004 - 01/01/2005
01/01/2005 - 02/01/2005
02/01/2005 - 03/01/2005
03/01/2005 - 04/01/2005
04/01/2005 - 05/01/2005
05/01/2005 - 06/01/2005
06/01/2005 - 07/01/2005




leitor(es) on-line








�ltimas Actualiza��es








Design: Blogfrocks
Suporte: Blogger
Fotografia: Troy Paiva
Coment�rios:HaloScan

 


segunda-feira, fevereiro 28, 2005

 

The Hunter & The Wolfe: Tom Wolfe escreve elogio f�nebre a Hunter S. Thompson em The Wall Street Journal.




escrito por Jorge Lopes �s 7:10 da tarde
|

 



sábado, fevereiro 26, 2005

 

CAFE E UM DONUT.oU COMO DA FOZ SE CHEGA � PASTELEIRA.EMBORA NAO SEJA O QUE PARECE: As noites tematicas, vao prosseguir no QQ � Foz.Os ecos que me chegaram da noite GNR,sao muito positivos, embora � mesma hora, fosse um tal de Pasteleira Cowboy, a fazer de AC,e no ecran do muito freakomatic PINK,imagens de cor hiper saturada,transportassem os cowboys e girls da 1 da manha para o Rancho Bonanza.A proxima noite, em finais de Mar�o ser� dedicada aos U2.Por falar em Pink, diverti-me imenso, testei um alinhamento negrofreakomaticelectroroll, sem viagens no tempo ,isto � sem incursoes pelo classic 80 ou 90 ,design de um dos outros Pasteleiras, o City.Para continuar regularmente, ou sempre que os homens e as mulheres que agora mandam no Pink, quiserem.E por falar em Pasteleira.Fui muito bem recebido nas instala�oes, alias muito boas do clube.Ofereceram-me uma medalha do inesquecivel e excentrico guarda-redes e vizinho das Torres,Ze Beto, que espantava os locais com o seu veiculo: um lindissimo cavalo branco.Creio que a sua memoria e servi�o pelo FCP nunca ter� sido devidamente lembrada: e fico feliz por poder recorda-la, neste cantinho, sem o " for�ar" despropositadamente.Tambem me ofereceram o caf� e o donut, tudo isto por causa de uma visita � escola dos Panterinhas, onde um sobrinho com talento para o futebol, inicia a sua carreira.E se esta forma de ligar , coisas que nao parecem ter liga��o, surpreende, posso dizer-vos que j� � uma reac��o ao novo livro de Malcom Gladwell, o man de Tipping Point....

BANDA VISUAL:A Moby Band, cujo disco vou escutar na integra nas proximas horas .O Dr Moby parecia -me agora uma versao mutante do Howard Devoto...




escrito por alvaro �s 9:49 da manhã
|




 

DESOSCARIZADOS.UNI-VOS!: Jamie Foxx, nao interpretou Ray Charles.Jamie Foxx foi Ray Charles.E quem o diz,e ainda por cima em palco de salao de Hotel,deve saber o que diz.Chama-se Prince, apareceu( oh mon dieu!c est incroyable) nos Globos de Ouro, e at� respondeu facialmente � piada a la stand up de Robin Williams.Mas, mais do que assinalar este momento de fic��o cientifica, o "centro" � mesmo fazer passar a mensagem que a noite de domingo, pertence a Jamie "Charles" Foxx.Como o filme devera ser Million Dollar Baby e o eternamente cafeinado " Marty" dever� continuar na galeria ,dos Desoscarizados....

BANDA VISUAL: Joss Stone parece " crescer" de dimensao a cada video que passa; o mesmo acontece com a "prima" Scarlett, absolutamente fantastique na ultima edi��o da Esquire




escrito por alvaro �s 9:35 da manhã
|




 

WE LOVE THE GLOBES: Onde seria possivel e como Robim Williams dizia ,ter no mesmo palco como sinal do Apocalipse, Prince, P Diddy,William Shatner e Mick Jagger;deixar o mesmo tomar conta do circo , libertar os " demonios" do grande Jamie Foxx e misturar todos os super-cromos do entretenimento, a volta de uma mesa de um dos saloes do Beverly Hilton, e construir um espectaculo divertido e bem mais "aberto" do que o que vai acontecer este domingo no Kodak.E espreito agora, no momento em que a equipa de Desperate Housewives, conta o conto de fadas,verdadeiro, a gasolina 95 que alimenta a fabrica dos sonhos e dos pesadelos.Creio que � a primeira vez que os Oscars B, sao transmitidos neste formato.Desconhecendo essa misteriosa ci�ncia audiometra( ser� um neologismo?), mas conhecendo que a industria em geral gosta da atmosfera relaz e divertida da cerinmonia, nao custa a acreditar que regresse aos nossos ecrans , mesmo num contexto evidente de contra-programa��o da RTP, aos direitos Oscar dos vizinhos de Queluz....

BANDA VISUAL:Sempre que possivel Newsnight na CNN




escrito por alvaro �s 3:06 da manhã
|

 



sexta-feira, fevereiro 25, 2005

 

O TIO OSCAR ESTA VELHINHO: Hello? Est� ai o Oscar? pergunta que se coloca e � qual o Daily Telegraph responde magistralmente.Pergunta � qual,uma grande parte da academia lusitana da Critika, nao poderia responder da forma comoo diario britanico o faz, por e em primeiro lugar falta de acesso; em segundo porque,continuam a debitar toneladas de tinta, cada vez mais para eles proprios; e porque o complexo, critico-autor, nao parece ter fim por estas bandas.E o que diz o Telegraph?
a.audi�ncias descem;2003 ano mais fraco desde 1953;cerimonias a mais;as pressoes das autoridades de comunica��o, e:uma das melhores analises de televisao que algum dia terei lido.Sem serem necessarios mais discursos , a "dignidade" da cerimonia e dos seus actores, nao clicka com o "generalismo" televisivo de hoje, assente em anonimos dispostos a tudo, has beens a serem humilhados, " celebridades" nas suas quintas( parece que os responsaveis destas cenas nao conseguem perceber que � nesse contexto que elas existem, e nao nos seus " programas" a solo).Brilhante e recomendavel.E uma das linhas mestras dos meus comentarios deste ano

BANDA VISUAL:a novel-combate SIC/TVI.Porque aguardo o IPTV .Ol� Toz� Martinho.Nao te via h� 234 novelas atras.Joking: o futuro das cerimonias de premios: os da imprensa estrangeira com base em Hollywood.Na RTP




escrito por alvaro �s 11:59 da tarde
|

 



quinta-feira, fevereiro 24, 2005

 

Wham! Bam Thank You Ma'am: O �ber-manager Simon Napier-Bell relata nas suas mem�rias (I'm Coming to Take You to Lunch, a sair em Mar�o) como convenceu as autoridades chinesas a abrir as portas ao hist�rico concerto dos Wham! em 1985. � custa dos Queen...
http://observer.guardian.co.uk/omm/story/0,13887,1415765,00.html
(Fonte: o cada vez mais estim�vel Observer Music Monthly)

Recorde-se que esta � a mesma ditadura que foi autorizada a realizar os pr�ximos Jogos Ol�mpicos. Ao contr�rio de outros tempos, parece que n�o vai haver boicotes. Nada como um regime comunista sanguin�rio com fachada hi-tech capitalista...




escrito por Jorge Lopes �s 4:14 da tarde
|




 

SOBRINHOS.NAO NAO SAO OS DO SNOOP MAS SIM OS DO BEN HARPER: Estranho, ou talvez nao Jack Johnson esgota o Coliseu.Efeito, gosta de Ben Harper , ou�a o " afilhado" surfista.Algo que j� tinha referido ao estrear o " afilhado do afilhado" Donovon Frankenheimer numa das gloriosas noites de radio domingueiras.Demorou a tempo a confirmar mais uma " profecia", mas nao era assim tao dificil, embora parecesse para alguns que deveriam estar mais atentos a uma cena surf and roll.....

BANDA VISUAL:a poesia de rua do novo anuncio Levi s.Ainda por cima claramente gravado nessa " linda" rua chamada Ann Street em LA




escrito por alvaro �s 3:51 da tarde
|




 

IS IT SPECIAL?: Nao me surpreende o rigor estetico do novo clip dos EZ Special.Nem a forma como Nova Iorque se torna muito mais do que um cenario, e absorve a belissima can��o , dando-lhe uma vida nova bem merecida para alem do espa�o audio-visual, leia-se Telcos, para onde a musica da banda tem sido " enviada".O autor � Rui de Brito,uma especie de video-designer ,elegante, minimalista, que entre tantas outras coisas � o autor do Pop Up e recentemente de um video de atmosfera ,como o � A Luz Vaga, e que tal como o novo dos EZSpecial seria algo de radical menor bom gosto.E a forma como NYC � incorporada, demonstra essa capacidade para evitar folklore.O que convenhamos nao falta na Grande Ma�� em todas as formas e feitios...

BANDA VISUAL: o momento em o Ricardo deixao o Hotel.Gostaria que fosse o Chelsea.Momento em que ele proprio " enfrenta" a cidade




escrito por alvaro �s 10:37 da manhã
|




 

SANTOS E DIABLOS: Por falar em Santo Diablo, trata.se de uma ideia que tinha , ideia de " cumbibio" e de expressao regular para a qual nao tinha ainda encontrado o " rancho" ideal.O Pink, que foi apresentado no falecido XPTO, ocupa um espa�o relativamente novo entre, o regresso gradual da baixa do Porto, entre o arty e a gay culture, a la Chuenca City em Madrid, e a oferta west, Foz/Boabista(escrevi como costumo dizer..)bem mais assente numa especie de beautiful people nem sempre tao beautiful como isso.Foi o convite dos meus amigos Tiago e Tomaszj que me levou a aceitar.Amigos sao para as ocasioes e independentemente das questoes do biz e da desloca��o de alguma fatia da Pink City , para o novo espa�o do Mario CC da Industria, ali para os lados
de Carlos Alberto.Seja como for ,e sem saber se vai durar muito ou pouco, estao convidados para a ben��o do Santo Diablo.J� esta noite.E para quem nao sabe fica no edificio do antigo Tandoori, em Cedofeita.

BANDA SONORA: o set , mais " dark pink" do que � habitual




escrito por alvaro �s 8:47 da manhã
|




 

CONSEGUIMOS! CAMARADAS CONSEGUIMOS: Come�a hoje o Ano Reininho.Promessa cumprida, e "dados a rolar".Embora nao possa mais do que " cortar a fita", o que j� vi esta noite no QQ � Foz, ultrapassa as expectativas.Foi mesmo um " labour of love" , do Ruizinho que nao conhecia e me contactou atraves do Dr Rock and Roll.Boa surpresa pela energia, boa vontade e paixao que demonstrou.Outra ajuda preciosa a do Rodrigo Affreixo,que ser� um dos DJs e ajudou muito na area de comunica��o,e ainda a boa resposta da EMI,e no fundo a boa onda que se esta a estabelecer � volta desta celebra��o que oficialmente come�ou com o ping pong do Porto sem Abrigo na semana passada.Que prossegue a 26 no Mau Mau com uma " caturreira" que vai incluir artistas que estao no Porto como Da Weasel e Xutos e ,espero, freaks,anoes, has beens , bes and will bes, e Rock and Roll, que bem precisamos...


BANDA SONORA: a preparar a banda sonora da estreia ou ante-estreia do SANTO DIABLO, o rancho sonoro criado por Pasteleira Eastwood, para as noites de quinta no Pink Club




escrito por alvaro �s 5:47 da manhã
|

 



quarta-feira, fevereiro 23, 2005

 

Mudan�as: O artigo de capa da edi��o desta semana do excelente seman�rio gratuito Seattle Weekly come�a assim:
Ways the Music Industry Is Changing in Seattle (and Everywhere Else)
Starbucks is selling nearly as many records as it is lattes, but not for long, because the CD is almost dead. And you can hear it all by tuning in to KEXP-FM?from anywhere on the planet. Here's a brief survey of where the music business is now and may be heading in 2005.
Texto completo: http://seattleweekly.com/features/0508/050223_music_changes.php




escrito por Jorge Lopes �s 6:35 da tarde
|

 



terça-feira, fevereiro 22, 2005

 

AUX CLIPS ET AUX ARMES: E j� que falei do Pimp My Ride.E da perspectiva critica/ cultural de Paris, oh la la Barthes Carrilho e Prado Bataille , uma recomenda��o: espreitem o insuspeito La Machine MTV.Ainda por cima a partir do Hexagono, onde "La Chaine" nunca conseguiu, espa�os similares ao de outros paises europeus.Raz�es culturais? bien sur, mas tambem e convenhamos alguma concorrencia local j� estabelecida.Primeiro, notar a menor quantidade de " tinta", que certamente a versao 90s da revista/jornal gastaria, a explicar o conceito que a MTV " mae", a antiga televisao dos clipes � hoje uma das " mais intrigantes marcas da cria��o televisual".A pe�a come�a por historiar a inven��o da tele -realidade com The Real World no inicio de 90.A juxtaposi��o de clipes e shows, criou uma mix destes dois universos.E esclarece: trata-se de tornar quotidiana e " normal" a vida das estrelas e tornar " espectacular", leia-se espectaculo a vida dos anonimos.Isto �, cruzar Cribs com Dismissed( classificado como muito sedutor);e como ponto G do concept, o delirante Pimp My Ride, onde ambos os universos se tocam.E um ponto que uma certa rapaziada criativa deveria perceber: Punked, funciona, porque quem " manobra", quem " apanha"� uma celebridade;um membro de pleno direito desse mundo encantado, debitado de todas as formas e feitios.E para terminar: quem quiser ver video-clipes, procure os canais descendentes; os filhotes que aidna nao existem em Portugal, o que e obviamente distorce algumas perspectivas..( to be continued)

BANDA VISUAL:j� alguem reparou na rubrica Adult Only do Viver, que apresenta , creio diariamente, uma salada de molho Hip Hop,de grande nivel "calorico", com clipes bem raros, ainda do tempo em que Pharrel usava bigode, e outros bem recentes.Aqui est� um ponto a ter em conta:a programa��o sonora e visual, pode ser a tal "arma" apontada aos calcanhares do gigante....




escrito por alvaro �s 12:31 da manhã
|




 

ESCRITA SEM TESAO: Ainda os Les Inrocks de Fevereiro: capa, The Kills.Titulo Rock Erectile( erecto; prefiro: Com Tesao).Afinal o que uma colega do Bloco Blogue escreveu no Verao passado.Ser� que a linguagem desta paroquia, est� a "contaminar" positivamente os escribas oficiais?boa questao, nao acham?

BANDA VISUAL: o delirio que se chama Pimp My Ride.
BANDA SONORA: Esnoop e amigos




escrito por alvaro �s 12:26 da manhã
|




 

008: Por falar em cidades: amanha � um dia importante para o Slimmy.Em Londres.Estao l�, "agentes secretos".Nao digam a ninguem...

BANDA VISUAL: o reverendo gangsta.Num disco para ouvir num grande p�p� americano. O espa�o fisico ideal.Imagino Drop It e as respectivas frequ�ncias e basslines a serem transmitidas por verdadeiras diskos ambulantes ali pela Melrose Avenue.Percebi isso este fim de semana num p�p� europeu.




escrito por alvaro �s 12:16 da manhã
|




 

JUSTICA COSMICA: justica cosmica para o primeiro MTV Fan realizado a partir de Portugal, pelo Madail FC, em Dublin, cuja linha de orienta��o era " a cidade".O novo U2, � uma especie de viagem sem retorno, a uma �memoria, a de Bono, metafora para enterrar a " culpa".Se o tema universal do novo single dos U2( e de notar o tom " fado" do intro, sinal dessa simbolica rela��o celtico-catolica que mantemos com os irlandeses), � mais do que evidente, o uso da cidade como cenario,sepia,como um sonho esbatido, funciona como elemento de pop-cultura, e de refer�ncia fisica, para os sons que conhecemos desde 1979....

BANDA VISUAL: Bono, " envelhecido", sem make up , deambulando como um zombie no intro do clip.I have been there, brother Bono...




escrito por alvaro �s 12:03 da manhã
|

 



segunda-feira, fevereiro 21, 2005

 

FEAR AND LOATHING EVERYWHERE: Nao.De facto o JML nao � o coveiro, nem o guarda do cemiterio, nem o gato pingado do VR.Mas o ano come�a mal, no que diz respeito ao "big adios".E , melhor homenagem, nao lhe poderia fazer, um bom peda�o da linguagem bloguista, tem algo de Hunter S Thompson.De Neo Gonzo Jornalism.De rupturas mentalmente anfetaminadas.RIP, indeed, outlaw das palavras

BANDA VISUAL: O voice over de Depp em Fear and Loathing in Las Vegas




escrito por alvaro �s 11:53 da tarde
|




 

___+___: Hunter S Thompson RIP: link




escrito por Jorge Lopes �s 1:09 da tarde
|




 

_____:




escrito por Jorge Lopes �s 1:07 da tarde
|

 



sexta-feira, fevereiro 18, 2005

 

TIME IS DEAD: Na Magnet, Elliot Smith .E uma especie de epitafio mais do que justo, como que e de repente, a brutalidade da sua vida e morte,possa ser e finalmente abordada, quase em catadupa.Na Tracks, 2005, o neo ano Lennon.65 anos depois do seu nascimento; 25 ap�s o seu assassinato, em 05, a chama de Lennon vai brilhar como nunca.E l� dentro, da muito recomendavel revista, as raz�es para a escolha da Revista que diz falar apenas de musica que dura.Mas uma outra noticia, prova que mais do que a industria da nostalgia, estamos perante a industria do re.contexto; do re.embrulho, que a tec actual permite e de que apenas posso dizer, que " ainda nao vimos nada"( bastaria consultarem a ultima wired sobre o futuro do entretenimento caseiro para o perceberem).Refiro.me, Aleluia, Amen, �s novas( sem aspas) edi��es de dois momentos Bowie : Live e Stage, respectivamente de 1974 e 1978,com as obvias prendas, raridades e novidades, como ali�s � anunciado pela Bowienet, cuja ultima " inven��o " sao os Bowieblogs, da responsabilidade dos membros, que os deverao alimentar , como se trata de um Bonsai....

BANDA VISUAL: Seu Jorge e a banda sonora criada pelo incomparavel Wes Anderson.A ideia de ca�ar com gato, nunca foi tao bem aplicado.S� que o gato, se tornou um tigre.E Bowie, himself, tomou nota....




escrito por alvaro �s 11:28 da manhã
|




 

ONDE, QUANDO, E PORQU�: Dia 24, nao vou ter o dom da ubiquidade, mas dava jeito: embora, tenha colaborado,na concretiza��o da ideia do RuizinHo do QQ, personagem que nao conhecia, mas que me surpreendeu , pela energia, boa vontade e at� gostos musicais actuais, estarei no Pink Club,o que creio irei fazer mensalmente, para estrear ( oficialmente) algumas Pasteleirices novas, que por acaso e ao melhor estilo treino de conjunto � porta fechada, rodei ontem no Quando Quando, e vou voltar a fazer na proxima quarta, ainda em regime " Tiago Monteiro" na Jordan.J� podem aparecer por l�, at� porque em breve, teremos Sex On The Beach, o nome-design da noite de cumbibio que se esta a desenhar e regularmente, onda o Verao( pelo menos o mental, porque de facto este Inverno nunca mais acaba..) j� chegou, para as noites de quarta, a partir de Mar�o....

BANDA SONORA:lcd de uma ponta � outra....




escrito por alvaro �s 7:27 da manhã
|




 

VITALIC.OU COMO A RIVE GAUCHE GOSTA DA GENTE.OU COMO ESTAMOS TODOS COM O CEREBRO FRITO,AP�S MAIS DE 23 HORAS DE CAMPANHA ELEITORAL PER CAPITA: Confesso que nao busco tanto a Les Inrocks, como o fazia entre 90 e picos e o final da decada passada.Mas se a capa, " chama por mim", nem sempre resisto ao menu: e o numero mais recente com os sexy The Kills na capa, tem de facto muito pano para mangas ao melhor estilo design Faubourg St Honore.Talvez volte a este verdadeiro croix-sant, parisien.Por agora, e embora nao deva ser a exep��o; nem a regra; nem mesmo causa de excesso de celebra��o ou entao de indiferen�a indi.gente.Mas varias refer�ncias � pop-cultura e cultura lusa em geral.A saber:a edi��o em DVd dos filmes de Pedro Costa, espelho complicado de olhar, mas de adora��o gaulesa; a novo de Cristina Branco, descrita como a a reformadora luminosa do Fado ; e finalmente, a escolha de Alan Sparhawk dos Low, nem mais menos do que a obra mais popular entre a comunidade rock and roll literaria de Saramago: em fran��s, L Aveuglement.O Elogio da Cegueira, encerrando a pagina 106 que a revista paisiense define como Le Meilleur.

BANDA SONORA:gosto de momentos " cosmicos", como alguns minutos depois de ter passado o projecto franco_ucraniano Vitalic, para a proxima edi��o dos Rapazes, o Ruizinho do Quando Quando , envia-me uma SMS a falar da banda, porque um amigo belga lhe tinha dado o toque.Spooky.Fazem parte de mais um recomendavel cd de compila��o da Les Inrocks




escrito por alvaro �s 4:44 da manhã
|




 

BIG ADIOS: Mais RIP: Spencer Dryden.Basta dizer que foi um Airplane.Por muito que possa estranhar-se, provavelmente , " the" , "a" banda de 6 mais 0.Algures entre Fillmore e a Mission.O autocarro 22, prossegue a sua marcha.Nao foi por acaso que no filme acido( o final nao era o que Fincher pretendia), que devem " des.camar", surge White Rabbit.Uma pilula faz-te pequeno, a outra....Adios.

BANDA VISUAL:Snoop Scorcese, ou Snoop Warhol do gueto.Todos aben�oados por Larry Flint




escrito por alvaro �s 4:19 da manhã
|

 



quinta-feira, fevereiro 17, 2005

 

$egundo Mercado: A loja chama-se...




escrito por Jorge Lopes �s 2:22 da tarde
|




 

Compras: Naquela loja de coisas em 2a m�o em Nossa Senhora de F�tima q j� foi Ca$h Converters:

Mundo de Aventuras - Ban = ?4,00
Abba-esque - Erasure = ?4,00
Live in New Orleans - Maze Featuring Frankie Beverly = ?5,00
Tragic Kingdom - No Doubt = ?5,00




escrito por Jorge Lopes �s 2:09 da tarde
|




 

____+_____:

Nick Kilroy RIP: http://ilx.p3r.net/thread.php?msgid=5469682

Arthur Miller RIP: http://www.villagevoice.com/theater/0507,feingold,61083,11.html




escrito por Jorge Lopes �s 2:03 da tarde
|

 



quarta-feira, fevereiro 16, 2005

 

Little Latin Lupe Lu: cd-rolling @ the office for Rockers and Poppers, like Samuel:

- Mitch Ryder & The Detroit Wheels - Breakout!!!
- The Who - Meaty Beaty Big and Bouncy
- Sons And Daughters - Love The Cup
- Bright Eyes - I�m Wide Awake, It�s Morning
- Arcade Fire - Funeral
- Rufus Wainwright - Want Two
- Josh Rouse - Nashville

R.I.P. The Hammond groove master supreme, Mr. Jimmy Smith.




escrito por Ricardo Salazar �s 5:08 da tarde
|




 

Beatles Fedorentos Vs. Elvis Jos�: Depois de em 2003 "O Meu Pipi" ter sido o hit da temporada, 2004 teve o Gato Fedorento como ponto de equilibrio de um pa�s que se afunda.

Em 2005 temos a campanha pol�tica, c�mica e com textos elaborados que nada dizem, mas simultaneamente vazia - embora com imensos meios e a passar em canais genaralistas em prime time.

Com o MeuPipi a revolu��o agarrava-nos pelos tomates. Com o Gato Fedorento apela-nos ao c�rebro e ao cora��o. � certo que o primeiro � perigoso poque todas "as taras e manias" l� dormem. � igulamente verdade, como diria Tina: "quem precisa de um cora��o quando um cora��o pode ser partido".

O cora��o das can��es e das est�rias � o c�rebro infantil. � a pr� prim�ria. s�o os dias pr�-masturba��o ou pr�-erec��o - varia quanto �s pessoas, n�o se preocupe e as senhoras, normalmente, n�o t�m - nossa e dos outros.

O gatofed � o puro, o primordial, � o "chichi c�c�" do humor. � o mundo dos adultos visto por uma crian�a sobredotada que � bem educada de demais para dizer "que merda � esta eu quero que esta chusma de palha�os se foda!".

Mas, n�o deixa de o dizer. O approach � de "teatrinho-de-fam�lia".

Podia ter sido de "pe�a-de-escola-para-mostrar-�-setora" com o sonho e ambi��o de que quando se for grande se quer representar Shakespeare em Londres mas, depois de se passar a viver durante anos � custa de subs�dios para se representar Gil Vicente nas beiras e chegar � conclus�o que n�o se vende merda inglesa a rabos ingleses, acabamos como malucos a rir como batanetes no pr�dio do vasco c�lebre em quintas.

O gatofed � equipar�vel aos fabfour. Com poucos meios, a ter que passar pelo seu per�odo de tocar em Star clubes no porto de uma Hamburgo chamada "o perfeito anormal", conseguiram momentos de puro "I am the Walrus".

Eles s�o quatro. s�o como os quarteto fant�stico. de vez em quando invisiveis, de vez em quando esticam, de vez em quando s�o coisas outras vezes incendeiam. Os seus textos andam na boca de toda a gente, como o love me do. S�o simples, mas nigu�m os mostrou antes.

Tamb�m t�m os seus submarinos amarelos e os seus obla-dis.

Post Scriptum.
Sobre cora��es existe um grande erro. toda a gente sabe que os cora��es s�o uma figura de estilo. � na pelvis where the action is. E Herman Jos� sabia-o. Herman Jos� conseguiu feitos imensos como ser advertido na televis�o p�blica, ser o primeiro grande palha�o rico com rolls, para al�m de enquanto figura p�blica chegar aos cinquenta sem casar e ningu�m perguntar porqu�.

O Marco Paulo sempre se acredita que tenha nojo do sexo, mas o Herman foi compar�vel a Elvis. No in�cio ainda escreveu alguns textos, mas agora estamos j� em decad�ncia anunciada � anos. O Herman Sic n�o � o periodo do fat elvis in vegas. � elvis no t�mulo dado o degredo. E j� ningu�m acredita no "68 comeback special".

J� tivemos "heartbreak hotel", j� tivemos "suspicious minds" e at� "always on my mind". Hoje � "don�t cry daddy" todos os dias. Se Elvis morreu quando entrou no ex�rcito, o entertainer Herman Jos� desapareceu numa noite durante os anos oitenta, num passado agora remoto.

A esse grande Homem, a nossa Saudade!




escrito por Ricardo Salazar �s 2:00 da tarde
|




 

lucy in the sky with diamonds no more: Toda a Pop Art portuguesa, depois de Bordalo, tem o seu centro no merchandising dos tr�s pastorinhos e n.s. de F�tima.

Am�lia, Eus�bio o vinho alimentar eram import�veis. Os Pastorinhos perfeitamente export�veis. S�o o �nico caso de sucesso de internacionaliza��o da cultura portuguesa, chegando a um momento em que esta atinge um patamar de universalidade que deixa de ser apenas portuguesa.

Os espanh�is tiveram esse feito com Picasso, Los "Black is Black" Bravos e com Enrique Iglesias, para citar alguns exemplos.

Com o fim terreno dos tr�s pastorinhos, entramos no olimpo dos santos. F�tima tem tudo de imprescindivel: f�, magnitude e opul�ncia, merchandising, boas m�sicas e �dolos. Tem segredos e d�vidas de car�cter religioso. E, no entanto, nunca houve a devida rever�ncia da classe art�stica portuguesa perante toda a imag�tica proporcionada. O melhor que tivemos foi a Catarina Furtado e pouco mais.




escrito por Ricardo Salazar �s 1:43 da tarde
|




 

OBRIGADO RUI REININHO( VOLUME 1): Um dia produtivo: em especial a conversa em registo, "um para um", com Rui Reininho, que poderao escutar esta quinta feira na Antena 1.E entre outras coisas, a ideia que j� tinha, mas que confirmei , que o " combates rock" que o meu Tio Rui, enfrentava em finais de 70, nas entao operarias ruas do Porto, formaram um estilo muito proprio. E fundamentaram o style provoc/confronto imediato, com que o artista , nos seus melhores dias e momentos, "metralhava" publico e por vezes estrelas mediaticas, criando uma especie de mito de fora da lei perigoso e delinquente, que e por exemplo, declara��es do estilo," na primeira fase tinha fama de drogado, depois de bicha e agora bissexual...nessas coisas sou um bocado conservador e moralista.Nao fa�o o que nao quero e realmente nunca tive desejos homossexuais.Alem disso h� o problema da barba, faz-me impressao." � falecida K,amplificavam .Ou e por exemplo, " a droga est� ujma porcaria , est� tudo estragado.Nao aconselho nem aos meus inimigos.Estou de acordo com o governo na campanha da qualidade".Ideias, ironias, clipes conceptuais, em registo stand up comedy , avant la lettre,e bem antes dos rombos linguisticos da era cabo, ou da malukice standard e empacotada.Mas e sob a aparente corda bamba pessoal e criativa com que o Rui � /erradamente/ olhado, " esconde-se" um dos mais rigorosos, leais e dignos seres humanos que tenho a honra de conhecer:� pergunta de Pedro Rolo Duarte ,"Es herdeiro de alguma coisa?:Sou.De uma moral forte.Aquela moral que reconhece os valores da honestidade , da amizade."O que explica e em forma de devolu��o, a energia , o entusiamo e carinho genuinos, que estao a surgir de tantos lados,e com que a pouco e pouco se vai desenhando um ano de celebra��o.E muito grato, por participar, sem qualquer interesse( como por exemplo a cena de 24,no Quando Quando , para a qual contribui com uma serie de ideias e contactos, sem que possa mesmo estar presente, j� que vou estar no Club Pink), at� porque sempre que precisei do Rui; sempre que combinamos algo; sempre que lhe pedi loucuras como a campanha virtual para a Presidencia do Porto,ou a participa��o nessa fabrica de ideias , que agora olho com mais carinho que se chamava Homens � Beira de um Ataque de Nervos,e juntos com o Gon�alo Madail criamos a inesquecivel Casa do Roy, cumpriu religiosamente.Sem hesita��es.Sem nunca me perguntar , se ia ganhar pouco ou muito ou nada.Sem mandar dizer que estava no" Jap�o na sua decima terceira tour".Ou em 4 paises diferentes no mesmo dia.Ou devolvia chamadas pela" secretaria do sr doutor", metaforas, ou talvez nao, de manicomios de ego, a que somente a ci�ncia pode dar resposta cabal.Sou fan do Rui.Asssumido.De longa data.E muito especialmente quando e de uma forma cosmica , e de probabilidade minima nos cruzamos em Londres sem mais nem menos.Ou talvez mais especialmente, quando e antes de um espectaculo ali para os lados de Mindelo, cumpriu a promessa de jantar com os " Reinos" gang existencialista vilacondense, de que era membrohonorario, num momento da sua " celebridade" em que poucos com a sua dimensao , se ma�ariam a cenas dessas.Nessa noite, foi presenteado com uma garrafa do mais rigoroso carrascao e com um jantar no lendario Ramon, que ainda hoje � falado para aquelas bandas.E sou fan , at� do que , e se calhar evitou uma " "carreira" bem mais ampla, exactamente o que o torna um ser humano especial e como dizia a K, provavelmente o maior portugu�s vivo:uma genuina incapacidade de gestao enjoativamente matematica de carreira.Que e por outro lado, permite que chegue a este fase da sua carreira e vida, "rico" do que realmente conta e sem consensos pseudo-moralistas: respeito, admira��o e genuino carinho, nada que me surpreenda quem como eu o viu pela primeira vez ,de socas, tunicas marroquinas e couros new wave , made in NYCity, descendo a Passos Manuel ,sob o olhar embasbacado do Porto by day, como se estivesse algures entre Tanger e Nova Iorque, num delirante espectaculo off-broadway mental.Obrigado Rui.Parabens.E muitos anos de vida.

BANDA VISUAL:Em Macau.Entra em palco a todo o g�s.E estatela-se ao comprido.Eu proprio estava em slow mo.Nem sabia se era a noite de ontem, ou se j� era a de amanha.Mas lembro-me de como e de uma forma felina como s� o Alfredo ( com quem fez um mash up inesqeucivel nessa noite em Mindelo) das grandes tardes era capaz, retomar imediatamente o dialogo com as imaginarias Anas Lee da audiencia....




escrito por alvaro �s 3:51 da manhã
|

 



terça-feira, fevereiro 15, 2005

 

VENDAS NOVAS: Chamam-se Vendas Novas.Sao referidos pela cada vez mais influente e interessante Trax, francesa.Nao fa�o ideia quem sejam, a nao ser que se fazem parte de uma certa nation electronik gaulesa.E que certamente, serao ou luso descendentes, ou turistas enamorados pelo som , ou nem uma coisa nem outra.Seja como for, mais um nome a enfileirar com as Rosas Motas, Boas Mortes, Eusebios e etc que regularmente surgem por esse planeta sonoro...

BANDA VISUAL:ainda nao tinha reparado mas a Alicia Keys � mesmo Booty.licious....




escrito por alvaro �s 5:42 da tarde
|




 

SISTEMA DE SOM: E j� que estamos numa de concertos e tours de Primavera, as datas dos lcd soundsytem,sao bem mais alargadas do que , sinceramente, estava � espera, e incluem, uma passagem por Barcelona ,em Abril.Quem conhece bem a cidade e a sala Razzmatazz � o " correspondente VR" Nuno Vargas, que e embora de regresso temporario � Barcelona virual que � o Porto, poder� dar.nos uma ideia mais concreta das fatias dos publicos locais, que uma banda como os lcd soundsystem, se destina prioritariamente.

BANDA SONORA:vozes tonitroantes como as de Roots Manuva e Benjamin Zephaniah




escrito por alvaro �s 5:29 da tarde
|




 

HOJE � NOITE COM JAY LENO: N�o � habitual, mas por vezes abordo com amigos, a questao dos talk shows americanos, que agora sao transmitidos( mas muito mais importante, traduzidos na Sic Comedia, sem que tenha detectado os disparates habituais, o que se aplaude).Uma das cenas, � que e por exemplo , "estagiei" no Arsenio Hall, e tal como o Dr Freitas e a Dra Carrilho, posso ser visto em alguns,e mais concretamente vagueava pelos corredores da NBC em Burbank,onde se encontrava a Reuters, que na altura fornecia apoio audio visual � RTP.O que quer dizer que varias vezes espreitei o Jay Leno Show.A diferen�a � que na altura, estava a falar de extra-terrestres e levava
"porrada" por isso.Mas o que motiva esta bloguice, � o que considero ser o factorX, deste tipo de programas, que " frankzappando", captei mesmo agora: o Y, � a ideia que sao autenticos telejornais pop, que
"deitam" a America , mais ou menos � mesma hora.E o tal X, os convidados, as estrelas que povoam esses telejornais da pop cultura, que sabem como ninguem ocupar a cadeira, usa-la, e criar o ping -pong subtil, que define esta forma tao peculiar de entretenimento made in USA.Como o caso da Kirstie Alley que aparece com um bloco de apontamentos, com todas as piadas que Leno t�m apresentado sobre os seus problemas de peso, nos ultimos tempos.Como a genial, refer�ncia ao facto de Martha Stewart ter emagrecido 9 K na prisao, o que fez com que Alley assaltasse uma loja de conveniencia; ou a do aniversario, os 50 anos, celebrados com uma vela e 50 bolos.Que nome nacional seria capaz de participar com dignidade e classe numa cenas destas? e que equipa de autores e apresentador o poderia fazer com elegancia e bom humor, sabendo que por c�, qualquer coisinha ofende tudo e todos?sao estes momentos que fazem o Tonight Show.Ou o Later com Conan O Brien, cujas estreia infeliz, segui live, e o primeiro e desastroso ano de emissoes,s� se transfornou no sucesso urbano de hoje, por um " fato e gravata" da NBC , ter decidido saber esperar e dar tempo ao tempo...

BANDA SONORA: a banda du jour: The Bravery




escrito por alvaro �s 3:57 da manhã
|




 

KILL THEM ALL!!!: Interessante a refer�ncia dos LCD Soundsystem aos Daft Punk, no contexto do som mais agreste e DFA, via Charles de Gaulle,que o duo gaul�s se prepara para apresentar em Human After All.Alias James Murphy, e o gang vao regressar � Europa na Primavera, com dats previstas para Fran�a.Desconhe�o planos nacionais, embora Murphy se deva lembrar da Arca de No�, em que o palco de Coura se transformou ,e dos amigos do Porto, com quem e acredito nisso, possa vir a trablhar directa ou indirectamente...

BANDA SONORA: No Wow.Que titulo, para o explosivo e bem mais " amigavel radiofonicamente" novo disco dos The Kills.




escrito por alvaro �s 3:12 da manhã
|

 



segunda-feira, fevereiro 14, 2005

 

PROCURAM-SE AGENTES PARA A INTERPOL: Interpol em Espanha no proximo m�s de Maio: Barcelona e Madrid, incluidas no roteiro europeu.Aparentemente a tour termina do "outro lado".Nao acredito que desta vez passem a fronteira.Mas palpita-me que algum dos Festivais de Verao, agora mais competitivos, e em " guerra aberta"( o que at� pode ser interessante para os clientes/consumidores) esteja mais do que interessado em trazer os nova-iorquinos a estas bandas.Pergunta aos bloguistas : somos n�s que ainda acreditamos no Pai Natal, ou haveria mesmo publico para a banda, fora do circuito Festivaleiro?

BANDA SONORA: a "culpa" nao � minha: liguei a MTV ( esteve em grande a Dama de causas, chamada Angelina J) e l� estavam gajas: Sirens, to be exact..




escrito por alvaro �s 7:01 da manhã
|




 

CAFE LISBOA 05: Sou fan da dupla Joao Adelino Faria/ Ana Louren�o.Por isso nao perco os diarios na SIC N e sempre que possivel, o jornal de fim de semana.Como estive em " estagio" e mais recolhido do que � habitual, espreitei a edi��o de sabado, com uma passagem por Londres e pelas " minhas bandas" : Golbourn Road; os Caf�s Lisboa e Porto, embora o primeiro seja mais luso, e o segundo hoje em dia bem mais islamita.Mas para alem do report e das belas panoramicas sobre a papinha( que como a AL dizia, nao se encontra, com facilidade por este cantinho), estava � espera de ver alguma cara familiar.E ainda por cima a da " eterna" Isabel Lucena, que apareceu durante uns segundos.Sem participar na pe�a e duvido mesmo, que a tenham filmada por ser quem era.Ela que continua ligada � Gulbenkian e � Songlines e � Rough Trade e foi justamente convidada nas emissoes que produzimos no Outono passado em Londres.S� faltou o gang do Dez o Neal, e alguns dos artistas de calibre variavel que por ali passam em busca da bica/ cimbalino e dos melhores pastelinhos de nata deste lado do Reino....

BANDA SONORA: quando se entranha � mesmo o " diabo": o gospadelic album de John Legend, o pianista de Kanye West




escrito por alvaro �s 6:32 da manhã
|




 

A QUE PORTUGUESES A QUE SE REFEREM AS TELEVISOES, QUANDO FALAM NOS PORTUGUESES ?EU, TU, TODOS N�S, ELES? OS OUTROS?: Estive em " estagio", para poder participar, na tradicional noite Grammy da A3.Alias estive em "estagio" toda a semana.Too much winter, e a falta da habitual vitamina solar que noutros anos j� teria consumido amplamente.Mas l� me aguentei.Tal como a propria cerimonia , cuja versao radio me pareceu rapida, eficaz e com momentos e aut�nticos " mash -ups" acima da media.E confirmando a aproxima��o dos votantes e "academicos" aos gostos e tend�ncias mais comuns no resto do mundo.Outkast � um belo exemplo de um efeito, ainda menos automatico do que o que � criado pelo Tio Oscar.Este ano e devido � mais do que justa homenagem ao genio Ray Charles, Usher, e Kanye West, este em particular, ficaram um pouco abaixo do que normalmente seria de esperar.Mas a abertura( 5 artistas diferentes num verdadeito medley org�nico; o dueto Stone-Etheridge em homenagem a Janis Joplin; a passagem de testemunho de James Brown ao novo godfather, Usher.A celebra��o sulista ,com base nos Lynyrd Sknyrd a presen�a em palco da Dama Loretta Lynn e o respeitinho muito " afilhado" de Jack White, sao mais alguns dos momentos que fazem deste espectaculo um momento unico.Pena � que as televisoes generalistas nacionais,ainda nao tenham reparado.Mas e verdade seja dita, porque o fariam?Com o tipo de " "entretenimento" que oferecem aos seus clientes,era pedir demasiado.Para nao dizer , o impossivel.Possivelmente o Juca Magalhaes a fazer de Camoes; o MST de arrumador; e sei l� que mais inanidades , debitadas , na noite em que por azar ou sorte, " zappei" um dia destes no "tal canal", seja o espectaculo que merecemos.Ou os artistas a que o Portugal Generalista tem direito.Ou faz por merecer....




escrito por alvaro �s 6:06 da manhã
|

 



quinta-feira, fevereiro 10, 2005

 

DR FREITAS E DRA CARRILHO: Confirmado: o filme "psiquiatrico" dos Metallica, inclui "terapia lusa": nada mais nada menos do que Antonio Freitas , e Gabriela Carrilho,a alta-executiva da Universal com base em Miami.Ambos aparecem durante alguns segundos, nas cenas em que jornalistas internacionais e executivos da Companhia se juntaram para o playback, que antecedeu as entrevistas propriamente ditas.

BANDA VISUAL; um prazer enorme, poder ver uma dupla que me � tao querida, num filme desta dimensao...




escrito por alvaro �s 3:59 da manhã
|

 



quarta-feira, fevereiro 09, 2005

 

SPICE GIRLS MUTANTES OU POWER PUFF POP: A proposito de videos e do seu mais que evidente papel, de decor visual,segui com aten��o 2 clipes , exibidos seguidamente na Televisao da Musica,que podem ser olhados dessa forma.Mas , uma observa��o mais atenta, ou pelo menos em versao Pop-Barthes, vai um pouco mais longe, no que podem ser sinais de codigo cultural.Come�o por Over and Over , a "santa alian�a" country hop entre Nelly e Tim McGraw,e a forma como split screen, permite olhar o alinhamento design, fashion, tecnologico e estilo de vida das " comunidades culturais" que ambos os artistas representam.Pormenores deliciosos, como os cintos, e op��es de moda, telemoveis, design de casa, veiculos, resumem em poucos minutos algumas das idiossincracias respectivas.Para logo a seguir , olhar as Sirens.Pop-Hop actual, de formula, mas indiscutivelmente atraente.Mas nao � de facto ,o que me interessou no clip: mas sim, a ideia de um mundo em que as raparigas sao mais agressivas, assumem o que querem e "vao � luta",O endurecimento geral � visivel no neo-feminismo das mo�as, onda Spice Girls mutantes,uma decada depois filhas de ghettos televisuais.Numa can��o cuja letra, cantada no masculino, teria exactamento o mesmo sentido.Unissexualidade pop 05

BANDA SONORA: O chapeu de Tim McGraw.A bandana de Nelly




escrito por alvaro �s 2:13 da manhã
|




 

ATESTADOS E ENCHARCADOS: E por falar em lucidez: "ser abstracto ou experimental de uma forma execessiva ou com a macabra ideia de querer ser diferente de toda a gente, � muito aborrecido,e faz com que nao existam razoes para se nos escutarem.."Uma parte, um clipe de uma entrevista de Paul Wolinski � Comes With a Smile, respondendo a questoes sobre a perpectiva de a banda recuperar algumas das ideias da Warp,e do " post-rockismo" e rasga-las em peda�os....

BANDA VISUAL: recentemente li um belo artigo no Herald Tribune, sobre a postura ironica dos Rammstein, e o ponto de partida que era a de usarem o germanismo para o criticarem.Keine Lust, o novo, complicadamente simples clipe, aplica a mesma formula ao universo cliche das estrelas rock: veiculos de marca; staff de " marca" feminina;egos separados, mesmo quando a "audi�ncia" � um hangar de ensaio, e os membros " ironicos" da banda, se encontram cada vez mais " atestados" e encharcados....notavel.O que me faz recordar at� pela epoca, as deliciosas edi��es dos premios de video do Fantas, que haja tempo e espa�o, gostaria de recuperar ...




escrito por alvaro �s 1:43 da manhã
|




 

SATELITE DO AMOR: Insisto que se encontram nas revistas " nao-especializadas", as melhores e mais criativas materias, sobre o que nos interessa para este blog.E� o caso de Satellite Radio s for Real( que se lixe o FM.A partir do momento em que nos tornamos galacticos, nao h� volta a dar).A analise sobre o vibrante momento criado pela XM e pela Sirius,divide-se em tres pontos: variedade de escolha; regresso dos programas de autor( as emissoes de David Johanssen e de Little Steven Van Zandt, sao usadas como exemplo; comedia.Em 3 pontos, o autor Andy Langer, resumiu tudo.Parabens por isso.

BANDA VISUAL: a ver, o concerto xtra dos VMAS 04 em Roma, dos The Cure.O que quer dizer quem em grande parte,o que esta para vir, na semana da edi��o 05 na capital, acreditem , vai ser muito interessante.E para ser , como se deve alias em Fevereiro de 05, muito contido




escrito por alvaro �s 1:24 da manhã
|

 



terça-feira, fevereiro 08, 2005

 

Hoje nao � feriado na minha terra. : Nicole Kidman, acerrima defensora da vida animal, acabou de ser espoliada pela policia de Sydney. A actriz apelou varias vezes para a pilagem do galinheiro, que continha o passado garrulo do marido, e as 80?tapes do viva a musica, mas as forcas responsaveis alegaram a necessidade de exterminar todos os bugs debaixo da cama e sofa.


Caes abandonados participam em nova peca da broadway ( a noticia e verdadeiramente verdade...pleonasmo vicioso ou TVI ) .
O classico londrino "Chitty Chitty Bang Bang" faz o US spin off para figuras mediaticas como Snoop, Britney e Chingy... Aleluia nossa senhora das pulgas, e cio fora de horas, coleira ao nosso Deus!



James Cameron goes 3-D com a sua nova DV VX1000! O desejo de novas aventuras, e conhecimento intergalatico, motivou o meu grande amigo JC a explorar o lado alien na sua plenitude. ? la peste tenho de tocar em algo que mexa...que perdure nos corredores inoculos da raca humana e inospitos da raca alien...o Castelo de areia branca ja nao se mexe desde o carnaval do rego do Rio de janeiro. So tenho uma oportunidade...Michael jackson! Achas que obrigas o Homem a abrir a boca??
Respondi:? ab uno disce omnes..."porque gosto de locucoes latinas que ninguem entende

A grande tela promete mais novidades: ? Aliens of the deep?

Reporter Internacional Aka la peste
Patrocinio: Prontuario Ortografico portugues feito por um sueco...Magnus es o maior!




escrito por alvaro �s 1:58 da tarde
|

 



segunda-feira, fevereiro 07, 2005

 

COURA DE MOUROS: O anuncio oficial , enviado hoje pela Ritmos ,sobre os novos parceiros para Coura( PortoEventos/Tournee), confirma uma "especie" de noticia VR, alias recente, em que adiantava, sem poder dar pormenores , o re.alinhamento em curso , para os 4 principais Festivais portugueses.E com anos de atraso, a necessidade urgente de racionar custos, de os integrar e , formar uma especie de bloco,face � subtil aproxima��o dos grandes imperios internacionais da industria da musica ao vivo, deste mercado, naturalmente pequeno , mas e neste campo especifico muito atraente.Feito o alinhamento que posso classificar de minhoto, vamos agora aguardar, os resultados praticos, isto � , os cartazes e a liga��o estrategica dos vizinhos , numa visao de fic��o cientifica, a primeira edi��o do Festival Coura de Mouros

BANDA SONORA: os sarcasmos sonoros de James Murphy e dos LCD




escrito por alvaro �s 6:36 da tarde
|

 



domingo, fevereiro 06, 2005

 

PORTO: Tenho a mania de ir espreitar o site da Pollstar( www.pollstar.com), para " sofrer" com o Porto aqui tao longe.Mas, os sinais parecem ser agora de fumo mais branco: nao em quantidade, mas em iconografia.Apenas Lou Reed, Nancy Sinatra e Laurie Anderson estao anunciados, mas e pelo menos , embora a Pollstar nao seja nenhum organismo internacional que ordene ou catalogue cidades, pelo seu volume de concertos , significava e poeticamente para mim, como uma especie de simbolo pessoal, um verdadeiro " quadro da desonra".Estes nomes, servem para come�ar a re.compor o panorama...

BANDA SONORA:pedestrian paradise;Yamamoto, i am hangin with the loco; girls, u got a wicked style;just an american girl in a Tokyo Street: Gwen Stefani




escrito por alvaro �s 6:37 da manhã
|




 

BIDEOS, SANTOS OUBIDEOS .AMEN !: Alguem ter� reparado que o Sol se eclipsou de vez? acho que nao.Ou melhor, e sendo justo, os profissionais do SMS, aqui e ali alguns espectadores e o chamado " meio", " industria", ou l� como nos integramos neste sindicato.Mas existe e de facto um buraco por explorar, preencher, ou ocupar, que a realidade de produ�ao do canal( e estou � vontade porque em Maio de 2003, estive no Pozuelo de Alarcon, em Madrid , onde se situa a sede Iberica do Multicanal, e na altura soube de alguns desenvolvimentos que por deontologia profissional nao revelei), nunca o permitiu.E ligo, onda hiper-texto, tudo isto ao Ultra Sons que pude ver hoje , por lotaria zappjng.Que nao sei se est�, mas se nao est�, deveria estar no canal 2.E fazer parte de um bloco de programa��o, em que se aplicasse um conceito de spread( isto � liga��o intencional de programas , para os " alargar", e fazer com que se encaixem, criando audi�ncia).Porque se existe algo que de facto se eclipsou com o Sol, � a visibilidade tele.visiva de projectos nacionais, que nao cabem nos standards e no design visual da MTV, que nao � , nao pode ser, nunca ser�, o ministerio da cultura pop-rock.Mas existia um efeito perverso, na politica do Ivan, em passar tudo, desde os mais inanos demo-videos aos delirios arty e mais farty de algumas franjas e a pobreza indisfar�avel ( razoes de ordem economica, mas tambem de ordem imaginativa, em casa onde n�o h� pao, tem de haver cria��o) do panorama video.grafico luso: o de se criar uma certa indulg�ncia � sombra de algumas bananeiras...

BANDA VISUAL: Snoop Versace; Snoop Scorcese,Shnizzle Dizzle Televizzle.E saudar the Pimpadelic, Bootsy Collins.Respekt




escrito por alvaro �s 5:50 da manhã
|




 

MEGA -CROMOS NO SOFT: Vim de uma cena tele.visiva, da terra mais linda de Portugal( segundos os insuspeitos E Soul, de quem alias espero mais e muiot melhor).Nada a ver com Le�a , nem com Soul.Mas com a alma portista.E o jogo do Coimbra da Mota.A companhia de comentarios , pe�a a ser editada amanh� no Jornal da Tarde( a essa hora devo estar ..sei l�..), foi o Miguel Guedes dos BZ.Recordamos em off, que fui eu quem o " lan�ou" nas lides do neo -comentario foot.ball.Fico feliz por o ver, a escrever no Publico, a participar num programa de painel da Antena 1, e a aparecer de quando em vez neste tipo de pe�as, reports ou programas especiais.Sinal que � possivel criar novos angulos , menos " cromaticos" e como dizem os brits, sex up, tudo o que rodeia, o que devia ser a grande industria de espectaculo portuguesa.No menu, ainda uma celebre noite totalmente desabrigada no falecido Estadio das Antas( e s� escrever isto, me d� arrepios) , para a Antena 1 e que dediquei � memoria do meu pai, que ali me levou aos 4 anos de idade, da mesma forma que se leva alguem a ver um grande Museu ou Mosteiro.E claro, info sobre o novo BZ, que promete surpresas; a vibe da noite pela AMI, e ainda a revista Canhamo de que o MG � director/ editor.Tudo isto no Soft, um bar restaurante que com umas pinceladas a la Miami Beach se pode tornar, um belo sitio para Ryhtm and Gangsta...

BANDA SONORA: piada final do R n G , para um disco que alguem definiu como o artista principal ser o convidado principal do seu proprio disco.Isto � Snoop , a dar a voz , a todos os freaks que aparecem pela sua Chuuch...




escrito por alvaro �s 5:04 da manhã
|

 



sexta-feira, fevereiro 04, 2005

 

VOTA��O INFANTIL: Nao sei se era um dilema para mim.Ou se a maioria seria de votos em branco.Ou um voto util consciente .Mas no mundo das crian�as, pelo menos da minha, o assunto est� resolvido.Soube que a jovem de 5 anos, de nome Francisca Costa vota no "Socrate".Nao se trata de mais uma manifesta��o delirante da alucinada menina que ajudei a trazer a este mundo.Nem de quaisquer inclina��es partidocratas de familia.Mas sim , de razoes bem mais essenciais no seu mundinho privado e pessoal: a verdade � que o cao da empregada, se chama Socrates.Uma razao muito importante, a unica alias, para a vota��o infantil...

BANDA SONORA: Confesso que � mais um guilty pleasure: nao tirar o album da tresloucada e muito O.C. Gwen




escrito por alvaro �s 9:51 da tarde
|




 

COME�A O ANO DA GRA�A REININHA: A 24 de Fevereiro, abre o ano Reininho.A primeira ( boa) ac��o vai decorrer no Quando Quando e vai ser uma especie de noite de homenagem, � volta dos sons , do G.rupo N.ovo R.ock, espero com a colabora��o de clubes de fans, e outras novas a apresentar logo que possivel.Dois dias depois, sera a primeira festa " a serio", o mais proximo possivel da data real de aniversario.Isto � a 28, e no Club Mau Mau.Logo que possivel , mais e melhores informa��es.At� porque , e mais do que a proposito do Grande 50, a sessao de 24 abre um novo projecto mensal , que me foi apresentado hoje pelo Ruizinho( aka Rui Vieira), e que me parece muito interessante ao introduzir noites tematicas, verdadeiras homenagens � beira Foz plantadas, aos maiores icons da pop cultura nacional e internacional...

BANDA SONORA: Haja Avarias.....




escrito por alvaro �s 8:58 da tarde
|




 

Brill Building: Avenida dos Aliados. Centro do Porto. Um ed�ficio de quatro andares totalmente dedicado � ind�stria discogr�fica. Editoras, ag�ncias de management, lojas de discos, espa�o para apresenta��o de bandas, caf�, est�dios de grava��o...

Ser� que h� coragem, vontade, espa�o, raz�o de ser para que se avance nessa direc��o. A possibilidade h�, no entanto, devia parar de ter este tipo de ideias.

Major Tom to ground control a surfar no retorno do feed-back lan�ado like a hurricane( live rust ).




escrito por Ricardo Salazar �s 7:25 da tarde
|




 

ONDAS NEO DIGITAIS: Lembrei-me de repente das Ondas Digitais, uma rubrica que j� faz parte do que posso chamar do cemiterio da dead media, que durante mais de 3 anos alimentei no DN Mais , ainda amarelo.E lembrei-me porque, primeiro uma rubrica como aquela nao faria nenhum sentido hoje: webcasts; cams para seguir a concentra��o de fans da Star Wars acampados em Hollywood Boulevard, sao brincadeiras de crian�as em 05.Mas nao o eram na epoca.E ao rever alguns dos textos que escrevi, pude re.visitat esse entusiasmo, excessivo e naif, mas divertido e entusiasmado com o que e aparentemente estava para vir.E em boa parte , nao veio totalmente.Mas lembrei-me acima de tudo ao entrar na www.last.fm. Fa�am o mesmo e espreitam o que se pode classificar de self-media em movimento....

BANDA SONORA: Como o bacalhau h� 1001 maneiras de dizer Baby.Sirens.Pois entao.Mas tambem uma refer�ncia � forma como Paul Morley, ensina a olhar espa�os vazios , e a juntar puzzles invisiveis previamente.




escrito por alvaro �s 10:38 da manhã
|




 

VIVE LA FRANCE; E O O.C.( orange county, amigos e amigas).COMO SE A PAPAROCA DA FOZ, FOSSE EM CASCAIS: Um prazer escondido: espreitar The O.C.( O.range C.ounty).E CSI.E 24, agora como o Joaquim A, ironia , "homenagem" ou e claro simples concid�ncia, interpretando o malefico Salazar.E em parte, o por vezes surpreendente exito do AXN,indica que "eles", a America, os estrangeiros, e nao sei qu� etc e tal( cita��o a la Gato F.E o lamentar do excesso, compreensivel mas paroquial que vai roer e minar , rapidamente a criatividade do gang), todos falam, e sou jovem.E eles.E nao sei que mais.Sao BONS a fazer series.A produzir pop TV.Series de culto; populares de qualidade.Que parecem voltar e naturalmente a ocupar um espa�o civilizado.A que se juntam, ou come�am a juntar canais tematicos( e aqui a Radical, e a propria Comedia, souberam ressuscitar do bau, e ao mesmo tempo programar novo , como a genial Freeks and Geeks).Alguma da televisao de serie, que se produz na Fabrica de Hollywood, � ( e apenas vemos uma infima minoria do que de bom, � produzido) bem mais interessante do que o Tio Cinema.Bastaria citar a HBO 1, e 2, para podermos alimentar durante o ano inteiro os canais nacionais com cenas interessantes.Olhem para o O.C. que em pop cultura nacional, corresponderia a um eixo Cascais Estoril, Foz-Antas, se possivel ressacados, ainda sem dormir, ou com a Mar� Alta( piada interna , pois entao.Alguem descodifica?) E j� agora que os tradutores fa�am o trabalho de casa.EMO, nao pode ser traduzido por Pimba, amigo ou amiga das tradu��es.Mas ser� que estas e outras macacadas , algumas ainda mais estupidas, fazem algum sentido aos gajos dos fatos que compram as series e que nao fazem ideia do que est� l� dentro?Se fizessem, j� algo teria mudado.E as gaffes, erros, delirios e pura estupidez de algumas tradu��es, dava e acreditem, varios livros divertidos....

BANDA VISUAL: vou dar uma de leitor de jornais do Cafe de Flore ou dos Deux Magots.O que alias sou.E fumar cachimbo.O que nao fa�o.Mas seja mental.Li Mirroirs de La Vie, sobre as series americanas e a sua importancia cultural.Este post nao seria possivel sem esse livro.Franc�s:escrito por um pensador que os pensantes c� do burgo deveriam ler...




escrito por alvaro �s 9:13 da manhã
|




 

ONTEM PARECIA PRIMAVERA.OU QUANDO SE ANUNCIAM ALINHAMENTOS DE FESTIVAIS, SUMMER IS THERE...: Estao a surgir( finalmente) as primeiras indica��es do que vais ser 05, no que diz respeito � industria da musica ao vivo.Com alguns dados a seguir com aten��o: o desvio( anunciado) de rota de Vilar de Mouros, que indica o regresso da Tournee, integrada pela Portoeventos no nucleo duro do historico Festival, a uma area de que parecia definitivamente afastada; a ocupa��o de espa�o da Ritmos que e de centro radial Coura,tem alargado as suas fronteiras naturais; a concentra��o sul do Mondego da Musica no Cora��o que e pelo menos com as vindas agora confirmadas de Jack Johnson e acolito Donovan Frankenheimer, mais Keane e jovem Rufus e anuncios de cabe�a de cartaz do SBSR, se con.centra com alguma lucidez no seu core-business.Aguardar o efeito House of Music, embora, e ainda sob o contexto do seu arranque e definitivo, em especial na cidade onde est� fisicamente colocada.Em breve, espero poder fazer algumas emissoes para a Antena 1, sobre o conteudo, o miolo sonoro, isto � o que se poder� captar sobre o que a partir de Abril realmente conta: a programa��o.E menos, os eternos, entediantes, embora inevitaveis " filmes", e respectivos actores mais ou menos voluntarios, e francamente mais ou menos talentosos.E logo que as portas abram para o core-business: the music, stupid!, vamos entao ver onde estarao algumas solidariedades, discursos, vitimiza��es ao estilo filme de terror imaginario e mais algumas curtas e longas metragens do lo habitual.The show must go on, oh la la...


BANDA SONORA: E j� que falei em Antena, a esta��o que geralmente escuto no p�p� C, � meso a Antena 2.E embora ainda me pare�a demasiado carregada de tons Deutsche Welle, a escuta pode e deve alargar-se.Num destes sabados , em cruising made in Foz, nao resistir a seguir viagem acima e abaixo Gondarem City, escutando a mestria comunicativa de Rui Vieira Nery sobre um periodo particular da rivalidade ,ao estilo ( assumida e interpretada com mais rigor) OasisV Blur, da Callas e da Tibaldi.




escrito por alvaro �s 8:25 da manhã
|




 

SHINJUKU BOYS; OU COMO SE DIZ TANTO EM TAO POUCO: E j� que abordei a estrutura do Observer Music Monthly,uma " espreitadela" � pagina de critica, propriamente dita.E nessa pagina( exactamente uma) consegue-se com uma arruma��o , "internetica", ao melhor estilo do allmusicguide.com, incluir refer�ncias a 37 discos, arrumados nas prateleiras new releases, reissues, compila��es e uma curiosa coluna sobre downloads.Linguagem tipo:sobre os Rooster, "este quarteto de Londres ocidental, est� a ser definido como os Aerosmith via Oasis.� puro marketing.Trata.se sim de rock por terminar, para os que descobrem as suas bandas favoritas atraves de anuncios televisivos."E � tudo.E nao acham que chega? e , j� agora: os rios de tinta que se gastariam para se fazer os tais comicios escritos que referi, para apresentar uma banda como esta ao publico.A questao � que , � bem mais dificil dizer tanto em tao pouco, do que uma leitura casual e superficial possa fazer parecer.A cultura " ensaio literario a la 80s ", que ainda resiste por c�, levam a que as paginas de edi��es, critica, utilidades editorial, de qualquer dos semanarios nacionais, gastem" 37 paginas , para se falar de 6 discos".....

BANDA SONORA: tipo , ou�am a serio e sem pre e pr� conceitos a obra prima pop de Gwen Stefani.Os 80 s dos Missing Persons , via Cameo ou Isley Jasper Isley, interpretados a partir de Toquio.Som de carro, irrepreensivel.




escrito por alvaro �s 2:26 da manhã
|

 



quinta-feira, fevereiro 03, 2005

 

COMICIO!: Apenas exemplo de uma especie de neo-tradicional jornalismo de pop cultura: The Observer Music Monthly.Mas num mercado leitor como o nosso, nao creio que seja esta a via.At� pela aus�ncia de acesso, que nunca permitiria uma reportagem tao delirante como a recentemente publicada sobre o circo rockaroll dos Motley Crue XXI.A via Lusa, onda Scut sem portagens, � na minha perspectiva a oposta: limitar o excesso de opiniao academica , os comicios interminaveis, os textos biograficos para abordar o novo album dos Pet Shop Boys ou de nao sei quem, e encurtar mesmo ,os caracteres gastos sem sentido.Para-manifesto 05, mas ao mesmo tempo o lan�ar de alicerces, para " edificios imaginarios"...

BANDA VISUAL: mais um grande clipe da jovem , ou j� menos jovemBritney.O remix de video � uma especie de foto composi��o digital que assinala, pouco mais do que 4 anos, em que a jovem que numa certa altura, j� nao era uma rapariga, mas ainda nao era uma mulher , se transformou num icon trasharama; agora em formato electro-choque.Hey Avril, duas palavras: Skye Sweetam




escrito por alvaro �s 4:54 da manhã
|




 

PINKY PINK: Este fim de semana, os tons do Pink Club , vao renovar-se.O team Tiago-Tomazs est� a preparar uma nova fase para um espa�o com enorme potencial( talvez se recordem de uma visita a la XPTO) , mas ao qual faltava um concept de conteudos,regular e consistente.A lista, de eventos para este m�s, parece-me prometedora.E mais l� para o final deste m�s curtinho, o Pasteleira, encontra um abrigo regular, a que espero anunciar outros brevemente..

BANDA SONORA:os Keane,"endurecidos" pelo DJ Shadow




escrito por alvaro �s 4:26 da manhã
|




 

PROCUREM: Pode ser alinhamento cosmico; ou apenas coincid�ncia, mas andava atento , inevitavelmente atento, � Search.A megazine urbana, de bolso, por vezes embrulhada em plastico, tipo wrapped in plastic, como a celebre frase de abertura de Twin Peaks, que aparece um pouco por todo o lado.E estava atento, porque tinha sentido, o que posso apelidar de " soul".E de alguma forma me recordava, publica��es semelhantes em cidades por esse mundo fora, que se transformam,
"mutam", em zines mais tradicionais.E , acima de tudo porque, ia resistindo.Percebi que nao seria uma daquelas cenas muito 90s, bem mais forma do que conteudo.Por razoes, algo engra�adas, encontramo-nos ontem � tarde e de uma forma bem rapida e energetica,no
"escritorio" de Inverno.O essencial � que a boa impressao e feeling , se confirmou nos 20s alguma coisa( tradu��o livre de twentysomething) que coordenam o projecto.Aguardo , mais e melhor.Mas e para j� , saberem que o VR apoia este projecto de pop cultura urbana, com base
de " guerrilha" no Porto

BANDA SONORA:uma boa surpresa, o novo Rufus.Wait and hear, u all.E j� agora: Charlie Sexton...




escrito por alvaro �s 4:02 da manhã
|

 



quarta-feira, fevereiro 02, 2005

 

Be My Baby: Spector era o rapaz que n�o brincava com os outros. N�o porque n�o quisesse, mas porque n�o o deixavam. Orf�o de pai aos 9, de baixa estatura, cabelo pelo de rato e m� pele, aprendeu que tinha que subir mais alto que a maioria. Aconteceu a mesma coisa com Hitler.

No entanto, enquanto que os kics de Adolf eram dominar a europa e arma utilizada para conquistar audi�ncias era a palavra, no caso de Spector nada mais importava que o som.

World domination enterprise atrav�s de sinfonias teen e to know him is to love him, como no epit�fio do seu pai que serviu para t�tulo de primeiro single.

Depois de River Deep Mountain High, de Lennon e Ramones, do Wall of Sound, Ronnetes e de investiga��es por homic�dios sobre o homem que inventou a Wall of Sound:

"He was a real breaktrought. Before him, it might have been allowed for kids to turn into stars and get their names in the papers but they never managed, produced or hyped, they were never in control. Pop was still overwhelmingly a middle-aged industry. Then Spector came through and knocked all down."

in awopbop-aloobopalopbam-boom - Nik Cohn - pag. 95 - Pimlico 2004





escrito por Ricardo Salazar �s 1:45 da tarde
|




 

Summer kisses, winter tears: De repente, num ver�o passado...

Modest Mouse - Good News For People Who Love Bad News_ Float On
The Shins - Chutes Too Narrow_________________________Kissing The Lipless
The Concretes - The Concretes_____________________You Can�t Hurry Love
Devendra Banhart - Rejoicing In The Hands ____________Will Is My Friend
Brian Wilson - Smile__________________________________Surf�s Up
Rogue Wave - Out Of The Shadow_______________________Every Moment

Desde o s�culo XIX que todo homem deve ter o seu m�dico, barbeiro e alfaite pessoal. A partir de Edison o decoro obriga a algu�m de confian�a, fino trato e gosto apurado para nos recomendar discos. Com agradecimentos ao Dr. Eduardo.




escrito por Ricardo Salazar �s 1:22 da manhã
|

 



terça-feira, fevereiro 01, 2005

 

Season of Mists.: For gents of finer taste.

"I move from dreamer to dreamer, from dream to dream, hunting for what I need. Slipping and sliding and flickering through dreams; and the dreamers will wake and wonder why this dream seemed different, wonder how real their lives can truly be".

Dream, in SANDMAN: "Season of Mists", episode 1 - Neil Gaiman


Banda sonora, filthy on the rocks, with cabaret lights on the top, Mr. Sandman sprinkles stardust and brings me a dream:

Gavin Friday - Shag Tobacco ( Island 1996 ).
Billy Mackenzie - Beyond The Sun ( Nude 1997 )
Scott Walker - Scott 4 ( Phillips 1969 )
David Bowie - Low ( RCA 1977 )
Roxy Music - For Your Pleasure ( EG 1973 )





escrito por Ricardo Salazar �s 6:03 da tarde
|

 






    Webset Copyright © Blogfrocks